a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

OC Barcelos derrota ...

sábado , Dez. 05 2020
106

Alejandro Domínguez- ...

sexta , Dez. 04 2020
114

Girão- “Vamos ter de nos ...

sexta , Dez. 04 2020
351

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59663

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27603

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21985

Resumo do 5.º Jogo da ...

sexta , Jun. 23 2017
1170

“Sub-17 entram a ganhar”

segunda , Set. 03 2018
1034

TP- Leões com boa ...

sábado , Fev. 22 2020
416

calendario Pluriform 4

ng2166ECCE 6784 43C4 BA8D F7D4B3C9467C

Após a passagem à final a quatro da Taça de Portugal, Nuno Lopes afirmou que o Sporting foi a equipa que melhor cumpriu com o modelo de jogo previsto para este encontro.
Um bom jogo em que a equipa que esteve melhor ganhou. A nossa antevisão bateu certo com o que prevíamos. Valongo fez pressão alta enquanto o Sporting apresentou um bloco baixo porque sabíamos que tinha de ser assim. Tínhamos que roubar bolas em tempo e hora certa e matar no contra-ataque. Foi o que fizemos, aproveitando bem o contrapé”.
O técnico temia pelos efeitos da paragem de jogo devido à confusão entre os adeptos mas o pior acabou por não se confirmar. “A paragem não nos prejudicou, continuámos a apostar no contra-ataque e tivemos os dividendos disso. Hoje ganhou a nossa táctica, fomos melhor que o Valongo. Soubemos aguentar uma equipa muito atacante. Atirar muitas vezes à baliza não significa atirar bem. Temos de gerir a equipa de acordo com os jogadores que temos e não de acordo com o que pensamos. É desta forma que temos cumprido os nossos objectivos”, afirma.
Em relação às declarações de Paulo Pereira que afirmou ter sido “Girão 4-2 Valongo”, Nuno Lopes lembrou as vantagens que o técnico valonguense tirou do guardião no ano anterior. “Os valonguenses esqueceram-se que o Girão lhes deu o campeonato. Temos o Girão que toda a gente conhece e o Sporting tem de saber estimá-lo assim como o Girão também estima o Sporting”.
Nuno Lopes fez igualmente uma referência ao público que, diz, esteve inexcedível. “O nosso público deu-nos um apoio indiscritível. Achei a paragem correcta. Temos muitas crianças no pavilhão e também merecem salvaguarda”.
Por fim, o treinador ‘leonino’ fez uma referência às frentes em que o Sporting ainda se encontra. “Continuamos nas três frentes com que começámos a época mas ainda há muito a percorrer. É importante sublinhar que ainda não ganhámos nada. Saboreamos estes passos rumo aos nossos objectivos mas ainda temos muito de trabalhar e de esperar pelo momento da conquista”, finaliza.

Fonte: www.sporting.pt

Foto: Jornal "Record"