a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- “Hat Trick” de ...

segunda , Nov. 18 2019
0

Lety Corrales é reforço ...

domingo , Nov. 17 2019
74

Europe Cup- J Viana ...

domingo , Nov. 17 2019
50

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57591

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25521

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20334

1.ª D- Valongo volta às ...

sábado , Fev. 20 2016
1102

Rui Gaspar e Diogo ...

quinta , Jul. 05 2018
1069

CE- França inicia a ...

segunda , Jul. 11 2016
881

interioresinteriores

heldernunes fcpbenfica campeonato n

FC Porto garante passagem à fase final da Liga Europeia com triunfo por 3-2 sobre o Benfica

O FC Porto Fidelidade venceu, este domingo, o Benfica por 3-2, em partida da segunda mão dos quartos-de-final da Liga Europeia, garantindo a passagem à fina a quatro da competição. Depois do empate no Pavilhão da Luz (3-3), o triunfo no Dragão Caixa, graças a um hat-trick de Hélder Nunes no espaços de seis minutos, coloca os Dragões pela oitava vez em dez anos na fase decisiva da principal competição europeia de hóquei em patins.
Apoiado por um público incessante nos cânticos e conforme lhe competia, o FC Porto entrou em jogo a “mandar” e os primeiros dez minutos mostraram uma equipa com vontade de marcar cedo, algo que podia ter acontecido em algumas boas oportunidades de Barreiros (4m), Reinaldo Ventura (5m e 6m) e Caio (5m). O adversário, mais na expectativa, atacava pela certa, apenas alterando o registo a partir dos 15 minutos, em que conseguiu equilibrar as operações. A partida tornou-se muito táctica, com ambas as equipas a permitirem muito pouco espaço ao adversário, e a melhor oportunidade da primeira parte foi de Hélder Nunes, que, a três minutos do final e isolado em frente a Trabal, não conseguiu inaugurar o marcador. Ao intervalo, e apesar de um maior ascendente portista, o marcador registava 0-0.
A segunda metade trouxe novamente um jogo intenso, mas com mais oportunidades de golo. Aos 30m, após um cartão azul a Valter Neves, Reinaldo Ventura não conseguiu converter o livre directo correspondente, permitindo a defesa a Trabal. Foi novamente o guarda-redes espanhol da equipa visitante que fez a diferença nos três minutos seguintes, a remates de Caio (duas vezes) e de Barreiros. Aos 36 minutos, Nicolia, num contra-ataque, inaugurou o marcador, dando um travo de injustiça ao resultado. Os Dragões não desarmaram e partiram para cima do adversário, com a pressão a dar frutos após a décima falta dos lisboetas (41m), com Hélder Nunes a cobrar de forma exemplar o livre directo correspondente, após uma conversa cúmplice com Reinaldo Ventura, que cedeu face à confiança do jovem de 21 anos.
Apenas dois minutos depois, foi o mesmo Hélder Nunes a ser chamado para marcar um penálti, concretizando a cambalhota no marcador (2-1). Na conversão de um penálti muito contestado pelos portistas, a seis minutos do final, Carlos Nicolia empatou novamente para os lisboetas (2-2), mas Hélder Nunes ainda não tinha terminado o seu recital particular e marcou pela terceira vez, na conversão perfeita de um penálti. Edo Bosch apareceu depois para impedir que a investida final dos benfiquistas conseguisse dar frutos e os Dragões seguraram o 3-2 até ao final.
Os Dragões estão assim apurados para a “final-four” da Liga Europeia, em que vão encontrar, em local a designar, os espanhóis do Vic na meia-final, sendo que a outra será disputada entre o actual campeão europeu, FC Barcelona, e os italianos do Breganze.

FICHA DE JOGO

FC Porto- SL Benfica 3-2
Liga Europeia, quartos-de-final, segunda mão
22 de Março de 2015
Dragão Caixa

Árbitros: Oscar Valverde e Francisco Garcia (Espanha)

FC Porto: Edo Bosch (g.r.); Pedro Moreira, Ricardo Barreiros, Caio e Reinaldo Ventura (cap.)
Jogaram ainda: Hélder Nunes, Jorge Silva, Vítor Hugo e Rafa
Treinador: Tó Neves

SL Benfica: Guillem Trabal (g.r.); Valter Neves (cap.), Esteban Ábalos, João Rodrigues e Carlos López
Jogaram ainda: Carlos Nicolia, Diogo Rafael, Miguel Rocha e Tiago Rafael
Treinador: Pedro Nunes

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Carlos Nicolia (36m, 44m) e Hélder Nunes (41m, 43m e 46m)
Disciplina: cartão azul a Valter Neves (30m), Esteban Ábalos (43m) e Reinaldo Ventura (44m)

Fonte / Foto: www.fcporto.pt