a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Marlene Sousa- “Agora o ...

segunda , Mar. 30 2020
52

Tiago Rafael sético em ...

segunda , Mar. 30 2020
56

Ordoñez e o que falta ...

segunda , Mar. 30 2020
59

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58441

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26331

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20959

Marlene Sousa: "Queremos ...

terça , Abr. 24 2018
574

André Morais reforça ...

quarta , Jul. 15 2015
1399

Ordoñez e o que falta ...

segunda , Mar. 30 2020
59

interiorespluri unhas J

 APPortoGolo1

A AP Minho e a AP Porto fecharam hoje o XII Torneio de Carnaval, com a AP Minho a fechar a competição com uma vitória por 8-5, que lhes valeu a vitória na competição. A AP Porto começou melhor e logo aos 12’36 para o intervalo Carlos Ramos faz o 0-1, com uma picadinha atrás da baliza. Este golo animou o jogo e as ocasiões sucediam-se, com a AP Minho a ser mais feliz, fazendo o empate por Diogo Abreu, aos 8’41’’ para o intervalo. O jogo entrou numa fase louca, com os contra-ataques a darem perigo em ambas as balizas. As equipas iam criando boas combinações e ocasiões de golo flagrantes, mas os guarda-redes estiveram em grande destaque, segurando o empate até ao intervalo. Na segunda parte a AP Porto tentou fazer maior pressão, mas a AP Minho conseguiu responder, chegando ao golo aos 12’56, com Pedro Freitas a fazer o 2-1. A AP Porto acusou o golo sofrido e aos 12’17, Fábio Ramos faz o 3-1, seguindo-se Rubem Araújo, a fazer o 4-1 aos 12’07’’. A AP Porto estava completamente desorientada na partida e a 9’ do final, a AP Minho dispõe de um penalti, que Rubem Araújo não desperdiçou, fez o 5-1, castigando a desorientação dos portuenses. Logo após o 5.º golo sofrido, Miguel Camões pede time-out e a APP organiza-se, reduzindo para 5-2, por Hugo Santos. Começou então a equipa da AP Porto a responder e aos 7’27, Miguel Moura reduz para 5-3, seguindo-se entretanto várias ocasiões de golo, que Vasco Alves (Gr) ia negando com categoria. A AP Minho ainda ia conseguindo espreitar a baliza da APP e numa dessas vezes, nova falta dentro de área, mas os minhotos não aproveitaram, na conversão do respetivo penalti. Quem marcou foi a APP, que por Miguel Moura fez o 5-4, aos 4’48’’. Pensou-se que a APP iria conseguir dar a volta, mas Pedro Freitas marcou um “golaço” de picadinha atrás da baliza, fazendo o 6-4 a 3’54’’ do final. Este golo veio dar alento à APM, que marcou logo de seguida, aos 3’14’’ fez por Miguel Lopes o 7-4. Entretanto a APP dispôs de um livre direto, mas Miguel Moura não foi capaz de converter, deixando o resultado inalterado, mas logo de seguida, “Xavi” Pinho marca, fazendo o 7-5. A APP troca o guarda-redes por um jogador, mas a estratégia não resulta e a equipa minhota faz o 8-5, fechando esta competição com uma vitória, que deu o 1.º lugar à AP Minho. Em 2.º lugar ficou a Galiza, AP Porto em 3.º e AP Aveiro no 4.º lugar. 

Resultados e Classificação