a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Resumo do HC Turquel – ...

terça , Set. 29 2020
2

CP Sobreira apresenta ...

terça , Set. 29 2020
31

Resumo HC “Os Tigres” – ...

terça , Set. 29 2020
11

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59456

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27335

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21726

CN Sub-13- 2.ª Fase- ...

quarta , Jun. 01 2016
1257

CN- Sub-13- Zona Sul- ...

terça , Mar. 10 2015
1415

Rudi Sal reforça GCC “Os ...

quarta , Set. 27 2017
943

Cursos Grupos 2

DSCF6418

Noite bastante fria no pavilhão municipal de Barcelos onde a equipa de Paulo Freitas defrontou a Oliveirense tendo os minhotos perdido por 4-2.
Este resultado originou uma troca de posições na classificação com a Oliveirense a subir ao quinto lugar com vinte e quatro pontos, contra os vinte e dois do OC Barcelos
Os primeiros minutos foram calmos sem grandes jogadas de perigo, pelo que so aqueceu aos 5' quando Gonçalo Alves abriu o marcador.
O OC Barcelos respondeu cinco minutos depois de grande penalidade com Luis Querido a fazer o empate.
Com um ritmo lento a Oliveirense voltou a adiantar-se com Tó Silva a fazer o 2-1.
A turma barcelense sempre atrás do prejuízo procurou o empate mas quem foi Gonçalo Alves a dispor de uma excelente oportunidade para aumentar mas falhou um livre direto por cartão azul a Luís Querido.
Quando estava quase a terminar o "power play" a Oliveirense fez o 3-1 por Nelson Pereira.
Ate ao intervalo os minhotos ainda tiveram uma grande penalidade para reduzir mas Luís Querido não aproveitou.
Na segunda parte o OC Barcelos surgiu mais determinado e com uma rápida circulação de bola reduziu para 3-2 por Hugo Costa.
Podia ter feito o empate mas Joca Guimarães não soube superar Xavier Puigbi num livre direto a castigar a 10ª falta da equipa de Oliveira de Azeméis.
Do outro lado Ricardo Silva também brilhou ao defender o remate de Martin Montivero de livre direto na décima infracção barcelense.
A Oliveirense acabaria por obter o quarto golo por Tó Silva aos 17' num lance precedido de falta para grande penalidade a favor do Barcelos por falta do guarda redes Xavier Puigbi sobre Joca Guimarães.
Ate ao fim a Oliveirense beneficiou de um livre direto por cartão azul a Hugo Costa mas Albert Casanovas não ultrapassou Ricardo Silva.
Na próxima ronda o OC Barcelos recebe os Carvalhos e a Oliveirense joga em Paço d'Arcos.