a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Leões perdulários, ...

sábado , Nov. 28 2020
35

OC Barcelos derrota HC ...

sábado , Nov. 28 2020
35

Argentinos Platero e ...

sábado , Nov. 28 2020
50

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59648

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27537

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21947

Entrevista com Marlene ...

terça , Out. 18 2016
2384

Jorge Nunes renova com ...

quarta , Set. 02 2015
1097

Taça CERS: Sporting ...

domingo , Mar. 22 2015
1592

Pluriform PP1

cartaz 1.ºdivisao 1

AD Valongo – FC porto e Sporting CP- AJ Viana monopolizam as atenções desta jornada 13. Depois do interregno motivado pela quadra natalícia, o campeonato nacional volta em força.
Em Valongo, o actual campeão nacional recebe o todo poderoso FC Porto, num jogo onde a rivalidade desportiva está elevada a patamares muito altos.
Os Dragões, senhores do Norte nas últimas décadas, no que toca a hóquei em Patins, deslocam-se a um dos mais emblemáticos pavilhões nacionais, onde a sua massa associativa, pela generosidade e entrega ao seu Clube é claramente o sexto elemento em campo.
Se na passada época a equipa de Paulo Pereira venceu o FC Porto, na altura por 5-3 carimbando aí o título nacional, esta época a formação de Valongo tem-se mostrado mais frágil. Na última jornada foi copiosamente derrotada no “Fidelidade” frente ao Benfica por 10-0, enquanto o FC Porto goleava no “Dragão Caixa” o Paço Arcos por 8-0. Duas equipas com motivações diferentes, aquelas que se vão encontrar no “San Ciro” no próximo Domingo a partir das 15 horas.
Na Aroeira o Pavilhão do Livramento recebe mais uma jornada de hóquei de alto nível. O Sporting CP será o anfitrião da juventude de Viana. Partida aguardada com alguma expectativa pelos amantes do HP num jogo onde estarão frente a frente o melhor marcador nacional, “Zorro” e o melhor guardião luso da actualidade, André Girão. Numa partida entre duas equipas a mostrarem antes do interregno algumas fragilidades, com os leões a serem derrotados pela Sanjoanense, que ocupava a ultima posição da tabela classificativa, e os minhotos a vencerem pela margem mínima a equipa do Tigres, em partida onde o conjunto de Pedro Sampaio esteve a perder quase até ao fim, resta-nos saber a quem serviu melhor esta paragem no natal e fim de ano.
Outra das grandes partidas desta jornada realiza-se em Barcelos, com a equipa de Paulo Freitas a receber a UD Oliveirense. O Barcelos a realizar um excelente campeonato tem aqui mais um teste difícil perante uma das equipas que mais e melhor se apetrechou no defeso. A equipa de Tó Silva soma quatro triunfos consecutivos, coincidente com a entrada no comando técnico do experiente jogador e o Barcelos vem de um triunfo importante da deslocação à ilha do Pico onde defrontou o Candelária. Jogo onde a note dominante deverá ser o equilíbrio entre duas das melhores formações nacionais.
No “Casablanca” joga-se o Paço de Arcos – Candelária. Jogo entre duas formações que vem de derrotas e que quererão voltar ao trilho dos triunfos. A equipa de Paulo Garrido, uma das que melhor interpreta o jogo, fruto do misto de experiência e juventude que pulula no plantel, tem no entanto mostrado alguma debilidade no seu reduto. Vem de tres derrotas consecutivas e vai certamente galvanizar-se para conquistar os tres pontos. Do lado da equipa insular, o seu pecúlio fora de portas indicia coisa menos boa nesta partida. Em seis partidas a jogar fora, o conjunto liderado por Hugo Gaidão, apenas por uma vez somou pontos, ao empatar em Valongo a sete bolas. Se considerarmos a previsibilidades dos números o triunfo será quase certo, para o Paço de Arcos. No entanto temos que ter em conta que num jogo, as probabilidades estão de igual forma para as duas partes.
O Benfica, actual líder da prova desloca-se até Almeirim para defrontar o Tigres. Favoritismo quase por inteiro para a equipa de Pedro Nunes, que tem quase a obrigação de vencer frente a uma equipa de outro campeonato e com objectivos bem diferentes dos encarnados. Mas as águias terão que ter em conta a raça e entrega do conjunto liderado por Pedro Nifo, que tem no seu seio jogadores com vasta experiência e jovens sedentos de glória. Resta agora saber se as águias conseguirão comer uma “Sopa da Pedra” sem que se engasguem.
Na Póvoa joga-se a permanência. A equipa de Carlos Silva recebe neste sábado a formação da Sanjoanense. Duas equipas que na ultima ronda somaram pontos, a começar pelo Póvoa que empatou a quatro bolas nos Carvalhos, e a Sanjoanense que vergou os leões por 2-1, somando o primeiro triunfo na prova. Jogo intenso e onde os erros cometidos poderão ser cruciais no desfecho da partida.
Por fim em Turquel, a equipa local recebe o Carvalhos, com o conjunto liderado por João Simões a ser a favorita à conquista dos tres pontos. Na última ronda a formação dos “Brutus dos Queixos” a fazerem a vida negra à Oliveirense e por pouco não somaram pontos nesta deslocação ao “Salvador Machado”. A jogar no “Caldeirão”, inclinamo-nos para a equipa local que tem indiciado subida de forma com o decorrer da prova.

Resultados

Classificação Geral