a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CNF- centro- AA Coimbra ...

terça , Out. 20 2020
4

CNF- Norte- “Hat-Trik” ...

terça , Out. 20 2020
18

3.ª Zona D- CRIAR-T com ...

terça , Out. 20 2020
99

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59520

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27406

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21817

António Carlos Sequeira ...

quarta , Ago. 19 2015
1377

Conheça as novidades da ...

sábado , Ago. 08 2015
1861

Torneio de Natal do HC ...

segunda , Dez. 19 2016
1307

Cursos Grupos 2

1545066 710647208974829 2131455679 n

O HC Sintra venceu no final da tarde de Sábado o Oeiras por 6-3 numa partida intensa e com muitos golos.

Depois da derrota pesada sofrida na passada semana em Grândola a formação orientada por Rui Vieira redimiu-se perante o seu público e vergou um dos candidatos no “Monte Santos”.
Do outro lado estava uma equipa moralizada com o triunfo obtido na jornada inaugural frente ao Marítimo de Ponta Delgada por 6-0 e procurava em Sintra tentar surpreender e pressionar a entrada com o “patim esquerdo” da formação da casa. No entanto a formação de Carlos Pires que já não contou com Tiago Gouveia na ronda inaugural, viu a meio desta semana Carlos Trindade sofrer uma lesão de alguma gravidade, chegando ao “Monte Santos” privado da sua estrutura defensiva.
O HC Sintra, procurou cedo ganhar vantagem, que conseguiria através de Mauro Teixeira na transformação de uma GP. Paulo Dias aumentou para 2-0 mas o Oeiras reduziu. Aproveitando bem as falhas defensivas e as subidas dos jogadores do Oeiras, o Sintra chega ao intervalo a vencer por 4-1 com Diogo Carrilho e Mauro Teixeira a serem os autores dos golos.
A segunda parte trouxe duas equipas dispostas a vencer a partida e as oportunidades foram surgindo para os dois lados. O Oeiras reduz para 4-2, mas o Sintra responde e coloca a diferença de 3 golos novamente no placar. Era a eficiência da equipa de Rui Vieira nas oportunidades que iam surgindo, ao contrário da equipa visitante que não teve a mesma eficácia em situações similares.
O Oeiras ainda reduz para 5-3 mas a equipa sintrense não desperdiça mais uma oportunidade e chega ao 6-3, resultado que já não se alteraria até ao final da partida.
Fica na retina o equilíbrio da partida e onde a diferença entre as duas equipas esteve na eficiência dos avançados do Sintra que nas situações de bolas paradas fizerem o pleno, ao contrário da equipa do Oeiras.
A dupla de arbitragem que dirigiu esta partida, Luís Peixoto e Miguel Guilherme, embora com alguns erros acabaram por não ter influência no resultado.