a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Protocolo do Sistema de ...

quinta , Ago. 11 2022
33

Calendário da Elite Cup ...

quinta , Ago. 11 2022
57

WSE Continental Cup será ...

quarta , Ago. 10 2022
49

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62208

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31076

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25217

Treinador dos sub-19 de ...

terça , Jul. 09 2019
1962

Edu Lamas de regresso ao ...

quinta , Ago. 03 2017
1621

CN Sub13 Norte disputou ...

segunda , Mar. 13 2017
1503

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

hcb-fac

O primeiro confronto de equipas do Minho na segunda divisão, zona norte aconteceu em Fão, casa emprestada ao Famalicense que recebeu o HC Braga tendo os bracarenses vencido por 5-2.

Com um numero razoável de publico as duas formações proporcionaram um bom espectáculo, especialmente na segunda parte.
Ambas as equipas entraram em ringue com atitude visto terem obtido resultados diferentes na jornada inaugural da prova.
O Famalicense procurava redimir-se da derrota em Cucujães enquanto que o HC Braga pretendia dar seguimento ao triunfo alcançado diante o Mealhada.
Nota para a ausência na partida de André Ferreira jogador do HC Braga que ao abrigo do acordo da transferência de Famalicão para os bracarenses, não pode dar o contributo à equipa de André Torres.

Em relação ao jogo depois de André Barbosa ter enviado duas bolas ao ferro da baliza bracarense defendida por Luís Mendes acabou por ser o HC Braga a inaugurar o marcador aos 7' por Joka Alves.
O Famalicense reagiu e chegou à igualdade surgiu aos 10' por André Barbosa.
Logo a seguir Chumbinho tentou marcar à sua ex equipa mas o remate bateu com estrondo uma vez mais no ferro da formação bracarense.
Ate ao intervalo o resultado não sofreria alteração.
Na segunda parte o HC Braga entrou mais forte e contou com o endiabrado Nery que em apenas seis minutos marcou dois golos dando vantagem à sua equipa. Um dos golos foi obtido em inferioridade numérica por cartão azul mostrado a Ângelo Fernandes.
O Famalicense tentou mas seria o Braga a aumentar para 4-1 por Joka Alves em jogada de contra ataque aos 12'.
Volvidos três minutos Daniel Coelho "Kika" de livre direto reduziu para 4-2.