a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Ângelo Girão- “Este ...

segunda , maio 17 2021
80

CNF- Leoas golearam CA ...

segunda , maio 17 2021
48

Governo felicita ...

segunda , maio 17 2021
38

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60254

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
28231

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22614

Gonçalo Alves renova até ...

quarta , Nov. 01 2017
1222

Elite Hockey Camp

segunda , Dez. 03 2018
752

Pedro Nunes "Retirar ...

sexta , Jan. 06 2017
1464

Tecnicomassagem cartaz

agir

No final do triunfo sobre o FC Porto na final da Liga Europeia, este domingo, que significou o Bicampeonato Europeu para a equipa de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal, Ângelo Girão marcou presença na conferência de imprensa e começou por elogiar todos os participantes na final four, que teve lugar no Luso.

"Ter uma final four 100% portuguesa é sinal de que o hóquei em Portugal está muito bem. Parabéns às quatro equipas. À UD Oliveirense e ao SL Benfica por terem sido dignos vencidos ontem e, hoje, ao FC Porto. Podia ter caído para qualquer uma das quatro equipas. Não sou talismã. Tenho tido sorte por poder trabalhar com esta gente que adora o hóquei e que me protege muito. Estou muito contente por ter ganho este ano", começou por dizer aos jornalistas.

Claramente emocionado, o guarda-redes Leonino explicou a importância que este título tem neste momento.

"Fizemos história hoje num ano difícil. (Choro) Um ano que não começou bem e era muito importante, para mim, ganhar este ano. Dou tudo sempre. Tenho defeitos, como toda a gente. Faço coisas erradas, sou humano, mas entrego tudo a este Clube e a este grupo de trabalho. Este ano queria ganhar muito", admitiu.

Ângelo Girão lembrou ainda o percurso que tem feito no Sporting CP, onde chegou em 2014, e não esqueceu os Sportinguistas pelo apoio que continuam a dar aos atletas.

"Quando vim para o Sporting CP fui muito criticado. Saí de uma equipa campeã nacional para um projecto em construção, à pressa, com um peso de três ou quatro milhões de adeptos em cima. Ainda esta semana vimos a dimensão e a grandeza do Sporting CP nos festejos do Campeonato Nacional de futebol. Sabia que ia ser um passo difícil, mas não sabia que ia chegar a este patamar tão cedo, achava que ia ser mais complicado. Felizmente, o Sporting CP reforçou a estrutura, a equipa técnica e o plantel e continuou a fazer uma aposta. O hóquei é uma modalidade querida no nosso Clube, os adeptos estão sempre ao nosso lado. Ainda agora, no Marquês, nos festejos do futebol, fui extremamente acarinhado. As pessoas seguem a modalidade e gostam de nós. Só posso agradecer aos adeptos porque este sucesso é muito deles. Obrigado aos nossos Sócios e adeptos e à direcção por continuar a apostar em nós. Já agora: obrigado ao Nuno Dias e aos seus rapazes porque eles também são o nosso talismã. Para o ano, que sejam campeões europeus outra vez", desejou.

Fonte- Sporting CP

massagistaessencial cartaz

dm1d2520

No jogo da 13.ª – e penúltima – jornada da segunda fase do Campeonato Nacional, a equipa feminina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal recebeu e goleou, este domingo, o CA Feira por 9-0 no Pavilhão João Rocha.

Depois de uma entrada de Leoa na pista, ao intervalo o marcador já registava um expressivo 6-0. Na segunda parte, o CA Feira não conseguiu reagir e o Sporting CP desenhou o 9-0 final.

Os golos foram apontados por Ana Catarina Ferreira (dois), Sofia Moncóvio (dois), Rute Lopes, Inês Arrais, Margarida Florêncio, Rita Lopes e Adriana Costa.

Com este resultado, as Leoas do hóquei em patins somam 31 pontos e continuam no segundo lugar, tendo já garantido um lugar na fase decisiva, ou seja, no play-off de campeão, que será disputado à melhor de três jogos.

Fonte/Foto-Sporting CP

maquilhagem cartaz

 

festadoscpluso

O governo português felicitou este domingo o Sporting pela conquista da Liga Europeia de hóquei em patins.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto felicitou hoje o Sporting pela conquista da Liga Europeia de hóquei em patins, a segunda consecutiva, frente ao FC Porto.

"Os meus parabéns à equipa do Sporting Clube de Portugal pela conquista, pela terceira vez, da Liga Europeia de hóquei em patins, esta tarde, no Luso. Uma 'final four' com quatro equipas portuguesas, sinal da força das nossas equipas no contexto europeu", escreveu João Paulo Rebelo, na sua página no Twitter.

O Sporting conquistou hoje a Liga Europeia de hóquei em patins pela terceira vez, ao vencer o FC Porto, por 4-3, após prolongamento, na final disputada no Luso.

Os "leões" revalidaram o título conquistado também frente aos "dragões", com golos de Toni Pérez e Gonzalo Romero, ambos aos 53 minutos, apesar de Gonçalo Alves ainda ter reduzido, aos 58, na conversão de uma grande penalidade, depois da igualdade 2-2 no tempo regulamentar.

O FC Porto esteve a vencer por 2-0, com golos de Rafa, aos quatro minutos, e Gonçalo Alves, no minuto seguinte, mas o Sporting levou a decisão para o prolongamento graças a um golo na própria baliza de Ezequiel Mena, aos 14, e Toni Pérez, aos 38.

O Sporting assegurou o oitavo título continental para equipas portuguesas, ao reeditar os êxitos de 2018/19 e 1976/77, na sua quarta final, tornando-se no emblema nacional mais vitorioso, com três troféus, mais um do que Benfica e FC Porto e mais dois do que o Óquei de Barcelos.

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”

manicurepedicure cartaz

 jl10279

Após a vitória na final da Liga Europeia sobre o FC Porto, Paulo Freitas, treinador dos Leões, marcou presença na conferência de imprensa e começou por distribuir o mérito da conquista.

"Toda a estrutura fez um trabalho fantástico desde ontem à noite. Os dois fisioterapeutas, Diogo e Francisco, e a nossa médica, Isabel, trabalharam afincadamente. Os jogadores ainda estavam a ser recuperados às duas, três da manhã. Apetece-me agradecer-lhes pelo trabalho que fizeram e por me terem posto os jogadores disponíveis para hoje. Hoje íamos morrer lá dentro [da pista] para conquistar esta taça. Para além deles, o Ricardo e o João, da minha equipa técnica, têm de me aturar em muitas ocasiões. O secretário técnico, João Alves, o Marco Lopes... Enfim, toda a gente que colabora com esta rapaziada. Há muita gente a trabalhar e a fazer tudo para que eles [jogadores] tenham as melhores condições. As minhas primeiras palavras vão para todo o staff. O que os jogadores fizeram lá dentro é o reflexo do trabalho que gira à volta deles. Já os jogadores reagiram à adversidade como nunca", sublinhou o treinador verde e branco, que enalteceu depois a importância de dar continuidade ao bom momento que o Sporting CP atravessa.

"Percebemos a dimensão do Clube que representamos e temos um orgulho enorme em estar cá, trabalhar cá e desfrutar do Clube. Tínhamos de aproveitar esta onda para podermos capitalizar qualquer coisa", disse.

Depois de rasgados elogios à sua equipa, Paulo Freitas destacou o feito inédito alcançado pelo hóquei em patins Leonino. "A receptividade, o empenho, a alma, a crença, a superação, a ambição e a coragem dos jogadores foram determinantes para podermos dizer que o Sporting Clube de Portugal é Bicampeão Europeu de hóquei em patins. É a primeira equipa portuguesa a fazê-lo e é um enorme orgulho".

Por fim, o técnico justificou que "quem trabalha é recompensado", mas já aponta a novos objectivos depois da conquista europeia.

"O trabalho que todos temos vindo a fazer, caminhando para o mesmo lado, é recompensado com os troféus. Percebemos que nos traz uma responsabilidade enorme. Vamos desfrutar, mas temos de começar a pensar que queremos mais, queremos melhor. Hoje e amanhã vamos desfrutar e a partir de terça-feira temos de estar focados no nosso trabalho porque sábado temos um jogo contra uma grande equipa que nos vai colocar dificuldades", projectando já o segundo jogo da meia-final dos play-offs do Campeonato Nacional frente ao OC Barcelos.

Fonte- Sporting CP

esteticista cartaz

170277571 139658534829399 4644776869056412416 n

Declarações de Guillem Cabestany, treinador do FC Porto, após a derrota do FC Porto frente ao Sporting (4-3), na final da Liga Europeia.

Jogo
"Depois deste tipo de jogo é difícil fazer uma análise esclarecida. Sentimos que tínhamos a vitória muito perto e em nenhum momento estávamos a ser inferiores ao Sporting, pelo contrário. Senti a equipa superior em muitos momentos e poderíamos vencer este jogo".

Sporting CP
"Eles têm um estilo particular, são muito bons nesse estilo, conseguiram amarrar o jogo e aguentar quando estão no limite e nós, nesta competição, nos momentos importantes, não temos sorte".

Arbitragem
"Há decisões muito difíceis de tomar e decisões arbitrais que não nos ajudaram nada. Quando jogas este tipo de jogos tão igualados, com tanta tensão, um pequeno pormenor faz a diferença. Depois houve o meu erro no prolongamento, na troca do quinto jogador e um momento em que cometemos um erro tático".

Equipa
"Não posso apontar nada à equipa, este plantel é espetacular. Alguns deles terem chegado a duas ou três finais consecutivas, não nos vão dar nenhum prémio mas isso é significativo. O balneário está revoltado, mas chegar a três finais europeias, ganhando campeonatos ou perto disso. Estes jogadores mereciam mais ter ganhado esta taça".

Plantel
"Hoje senti que a equipa esteve melhor mentalmente do que nos três jogos anteriores, no prolongamento a perder e a criar ocasiões umas atrás de outras, até em inferioridade numérica. Não lhes posso pedir mais nada, só que tenhamos mais sorte na próxima final. Este grupo vai continuar a lutar por todos os títulos, ainda que agora fica bem dizer isto mas não serve de nada".

Fonte- Jornal “O Jogo” * Foto- José Carmo / Global Imagens

esteticistainicial cartaz

festejo equipa new

O Benfica venceu o CH Carvalhos (15-4) em partida da 13.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional de hóquei em patins feminino.

Caminhada imaculada, com 13 vitórias em 13 jogos! O líder Benfica recebeu e goleou o CH Carvalhos (15-4), em desafio da 13.ª ronda da 2.ª fase do Campeonato Nacional de hóquei em patins feminino. Falta uma jornada para o fecho desta fase e depois arranca o play-off do título!
Garantida a liderança desta fase na jornada anterior na receção à Académica, o Benfica tornou a entrar com tudo em quadra e não foi preciso esperar muito pelos golos. Maria Sofia Silva bisou, Flor Felamini rematou para o 3-0, Sofia Contreiras dilatou e, mais um bis, desta feita de Catarina Pedro, sentenciou o 6-0 com que se atingiu o intervalo no Pavilhão Fidelidade.

No reatar, a toada manteve-se... e golos para todos os gostos e feitios na Luz. Inês Severino fez o 7-0 e Maria Sofia Silva ampliou. O adversário respondeu (8-2) com um bis por intermédio de Raquel Santos e Marlene Sousa repetiu a dose e, com dois golos também, colocou o marcador em 10-2. Raquel Santos assinou o hat-trick e Marlene Sousa respondeu da mesma moeda (11-3). Até ao soar da buzina marcaram novamente para as águias Flor Felamini, Maria Sofia Silva, Marlene Sousa e Beatriz Figueiredo, com o último tento do encontro a ter assinatura de Erica Santos, do CH Carvalhos. Resultado final de 15-4 para as comandadas de Paulo Almeida.

Na próxima jornada, a 14.ª e última desta fase, o Benfica, líder invencível com 39 pontos na classificação, desloca-se ao reduto do Infante Sagres.

Fonte/Foto- SL Benfica

esteticistainicial cartaz

scpcehp

O Sporting CP derrotou após prolongamento, o FC Porto por 3-4, repetindo assim a “dose” de 2019 quando venceu na final no “João Rocha” os Dragões, somando desta forma o seu terceiro título europeu na modalidade e em simultâneo a ser o Clube português mais titulado.
Um jogo que começou melhor para os dragões que chegaram ao 2-0 aos 5 minutos com golos de “Rafa” Costa e Gonçalo Alves.
Parecia que a “mala pata” dos Dragões seria quebrada esta tarde no Luso, mas os Leões não quebraram e aos 14 minutos Matias Platero reduziria, com o intervalo a chegar sem alterações no marcador.
Segunda metade dividida com as duas equipas a mostrarem “ganas” de vencer e acaba por ser o Sporting a chegar ao empate através de “Toni” Peres quando o FC Porto jogava em inferioridade numérica.
Até ao final do tempo regulamentar, oportunidades para os dois lados, mas o empate teimou em manter-se.
Seria no prolongamento que tudo se decidiria, com “Toni” Perez a fazer o 2-3 logo ao terceiro minuto. Um Azul mostrado poucos segundos depois a Reinaldo Garcia permitiu que Gonzalo Romero, de LD fizesse o 2-4.
Gonçalo Alves de GP ainda reduziu já no segundo período do prolongamento, mas insuficiente para os Dragões alcançarem o almejado título que foge à equipa treinada por Cabestany nas ultimas três edições onde caiu sempre na final.

esteticistaessencial cartaz

hacscm

O SC Marinhense não foi além de um empate a 3 bolas na deslocação ao Pavilhão Municipal de Vale de Cambra frente ao HÁ Cambra, cedendo os primeiros pontos nesta edição do nacional da 2.ª divisão- norte.
Um jogo onde a equipa treinada por Fernando Almeida começou a vencer com golo de Alfredo Nogueira na sequência de uma GP, corria então o minuto 18 do primeiro tempo. Luís Silva já à entrada do ultimo minuto fez o empate.
Numa partida pautada pelo equilíbrio, seria a formação da capital vidreira a ganhar vantagem com Mathias Arnáez a fazer o 1-2 aos 13 minutos. A resposta do Cambra foi célere com Miguel Oliveira a repor a igualdade no minuto seguinte.
Com o final a aproximar-se voltaria a ser a equipa visitante a ganhar pela segunda vez na partida vantagem, quando “Nico” Carmona fez o 2-3 aos 20 minutos, mas mais uma vez a formação da casa a não se deixar abater e aos 23 minutos Miguel Oliveira na sequência de um LD após um Azul mostrado a Luís Silva fez o empate a 3 bolas, resultado que acabou por não se alterar até ao final.
O Marinhense mantem a liderança na prova agora com 34 pontos, mas viu a Académica de Espinho aproximar-se já que venceu nesta jornada o CA Feira e soma agora 24 pontos (mas com menos um jogo).
Na próxima ronda o SC Marinhense recebe na Embra precisamente a Académica de Espinho naquele que é certamente o jogo da jornada nesta zona norte.

cabeleireirounissexo cartaz

hóquei

Wm comunicado divulgado este domingo a Associação Europeia de Clubes de Hóquei em Patins (EHCA) e a World Skate Europe (WS), organismo que gere a patinagem internacional, anunciaram que começaram a trabalhar em conjunto para a nova competição europeia para 2021/2022.

Em comunicado emitido pela EHCA, da qual o Sporting CP é membro fundador, explicou que, "este fim-de-semana, realizou-se uma reunião no Luso [onde está a decorrer a final four da Liga Europeia] entre a EHCA e a WS", que esteve representada por Carmelo Paniagua, presidente da comissão técnica do hóquei em patins. Foi acordado "começar a trabalhar, de forma conjunta, na nova competição europeia para a temporada 2021/2022".

"Com este passo, torna-se clara a vontade das duas entidades em apostar para melhorar e profissionalizar a máxima competição continental, sem excepções, assim como adquirir uma maior visibilidade da modalidade", pode-se ler.

Na reunião, a EHCA aprovou ainda a incorporação dos espanhóis do CH Caldes na entidade, tendo também sido validadas as incorporações dos portugueses do OC Barcelos, dos franceses do SCRA Saint-Omer e dos italianos do HC Forte dei Marmi.

Por fim, o comunicado anunciou que, "com a vontade em apostar no âmbito comunicativo, os clubes chegaram a acordo para nomear Toni Miró como porta-voz" da EHCA.

cabeleireirounisexo cartaz

rof 0443

O Sporting CP garantiu a final da Liga europeia ao bater o SL Benfica por 7-6 nas grandes penalidades.

Depois de um empate a 3 bolas no final do tempo regulamentar, mais dois golos para cada lado no prolongamento, acabaria por levar o jogo para o sortilégio das grandes penalidades e aí o Sporting a ser mais feliz e a vencer por 2-1, garantindo a presença na final frente ao FC Porto.
Uma reedição da ultima edição em 2019, na altura disputada no “João Rocha” e onde a formação leonina venceria.
Um jogo intenso e equilibrado aquele que se assistiu no Luso, entre os rivais da 2.ª circular.
O Benfica marcou cedo por Nicolía. O Sporting empatou aos 13 minutos por Platero, mas voltaria a ser o Benfica a ganhar vantagem pouco depois por Ordoñez. No entanto ainda antes do intervalo Ferran Font colocaria novamente a partida empatada, agora a duas bolas.
A etapa complementar não poderia começar melhor para as águias que logo nos segundos iniciais fizeram o 3-2 por Ordoñez, mas a resposta dos leões foi rápida já que na bola de saída surpreenderam a defesa encarnada com “Toni” Perez a fazer o empate a três bolas.
Resultado que se manteve até ao final da etapa complementar.
Mais golos só no prolongamento onde o Sporting pela primeira vez ganhou vantagem, Matias Platero fez o 3-4, o Benfica emnpatou por Sergi Aragonez, e Ferran Font, mesmo no soar do gong do primeiro período do prolongamento voltou a dar vantagem ao Sporting CP.
Seria Nicolía a repor o empate a 5 bolas na etapa complementar, com o resultado a manter-se inalterado até final.
Na série de grandes penalidades manteve-se o equilíbrio com o resultado a registar um empate a seis bolas (golos de Nicolía e Verona) e seria na série a eliminar que Verona fez o 7-6, Nicolía falhou com a explosão de alegria a dar-se do lado do Sporting CP que vai assim defender o título que mantem na sua posse.

Foto- Sporting CP

cabeleireiroinicial cartaz

 

jobar1

O médio, de 41 anos, está de saída da Oliveirense, onde jogou cinco épocas. Fez, frente ao FC Porto, nas meias-finais da Liga Europeia 2021, o último jogo pela equipa de Oliveira de Azeméis.

Derrota e eliminação
"Foi uma derrota dura para nós. Demos tudo em campo, sempre queremos ganhar estamos tristes por nós e pelos adeptos. Saímos de cabeça erguida, tivemos alguma falta de sorte, na segunda parte ao não conseguir ali alguns golos"

Último jogo pela Oliveirense
"A Oliveirense foi uma aventura muito gira, nunca pensei jogar neste clube, que me deu uma oportunidade e levo-o no coração. Quero dizer obrigada ao clube, aos adeptos e a Portugal, onde gosto de estar e que é um país que gosta muito de hóquei. Aqui gostam de hóquei e obrigada por isso".

Fonte- Jornal “O Jogo” * Foto- WSE-RH/António Lopes

cabeleireiroessencial cartaz