a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Protocolo do Sistema de ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
75

Calendário da Elite Cup ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
118

WSE Continental Cup será ...

Quarta-feira , Ago 10 2022
72

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62225

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31093

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25236

3.ª D- Zona D- ...

Segunda-feira , Fev 27 2017
1911

Taça 1947 patina a toda ...

Sexta-feira , Dez 11 2020
591

Jepi Selva: “Temos muita ...

Sexta-feira , Nov 04 2016
2134

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

equipa trofeu 2 new

O Benfica bateu o Sporting por 1-3 e alcançou o seu 8.º troféu da prova-rainha. O coroar de uma época de excelência!

Que desfecho de época para a equipa feminina de hóquei em patins do Benfica! Na final da Taça de Portugal, disputada neste domingo, 3 de julho, as eneacampeãs nacionais venceram por 1-3 e celebraram a 8.ª dobradinha da sua história.
Benfica e Sporting voltaram a encontrar-se num dos momentos decisivos da época, após terem discutido a final do play-off do Campeonato Nacional, conquistado pelas águias. No Pavilhão Municipal Leonel Fernandes, no Seixal, bancadas bem-compostas e repletas de Benfiquistas, onde também esteve presente o Presidente Rui Costa.

As encarnadas entraram em quadra com o mesmo cinco inicial da meia-final com o CACO e apresentaram duas alterações no banco de suplentes: Marta Benfeitas e Sofia Contreiras entraram para os lugares de Rita Albuquerque e Catarina Pedro, respetivamente.

Quanto ao jogo, primeiros minutos muito disputados, mas sem oportunidades flagrantes. Aos 5', golo de Cata Flores! A universal chilena lançou-se em corrida e, isolada, encontrou uma abertura à direita da baliza de Cláudia Vicente, finalizando com sucesso.

Seguiram-se momentos de grande trabalho para as duas guardiãs. Do lado do Benfica, Maria Vieira esteve em bom plano aos 6', com três defesas sucessivas a remates de Rute Lopes, e aos 10', quando impediu o golo a Rita Lopes e Rita Batista. Pelo meio, aos 9', foi Raquel Santos a desafiar a atenção de Cláudia Vicente.

Aos 13' Nuno Pinto pediu time out. No reatar do jogo, duas ocasiões para as encarnadas: Marlene Sousa tentou a picadinha, ao lado da baliza leonina; Maca Ramos, isolada, atirou a centímetros do golo. Estavam dados os avisos!

Volvidos três minutos, o Sporting teve nas mãos a oportunidade de igualar. Uma falta para cartão azul de Beatriz Figueiredo sobre Inês Vieira deu livre direto às verdes e brancas. Na execução, Maria Vieira defendeu o remate de Ana Catarina Ferreira.

Em superioridade numérica, o Sporting empatou aos 17', por Inês Vieira. Dérbi com 1-1 no placard e ainda muito para jogar! No minuto 21, Raquel Santos atirou forte e colocado, mas a guardiã sportinguista segurou. O mesmo não aconteceu aos 23', quando surgiu o 1-2! Após remate de Marlene Sousa, Maria Sofia Silva, na recarga, devolveu a vantagem às águias. Até ao intervalo, o resultado não se alterou.

Margem mínima no reatamento e tudo podia acontecer. O Sporting apresentava-se mais à defesa e o Benfica, por sua vez, continuava a atacar e a pressionar.

Aos 27', o trio Marlene Sousa, Raquel Santos e Beatriz Figueiredo desenhou uma jogada que esteve muito perto de resultar em golo! No contra-ataque, foi a vez da dupla formada pelas irmãs Rute e Rita Lopes criar perigo.

No minuto seguinte, Cata Flores encontrou Maria Sofia Silva ao segundo poste, mas esta não chegou a tempo. Só dava Benfica e, aos 35', Marlene Sousa dilatou para 1-3! Numa jogada trabalhada por Inês Severino e Maria Sofia Silva, a capitã das águias encontrou-se de caras com Cláudia Vicente e atirou para o golo.

O jogo caminhava para o fim e as equipas davam tudo na quadra. Aos 40', Inês Vieira, ela que marcou o golo do Sporting, esteve perto de bisar, mas a bola embateu na guardiã benfiquista. No instante seguinte, Inês Severino atirou ao lado da baliza leonina.

Gerindo o resultado e em controlo da partida, o Benfica manteve o resultado em 1-3 até final e, com esta vitória, ergueu o seu oitavo troféu da Taça de Portugal! Este foi o coroar de uma época perfeita para as comandadas de Paulo Almeida, que, depois da conquista da Supertaça, se sagraram eneacampeãs nacionais e finalizaram a temporada com a prova-rainha.

Fonte/Foto- SL Benfica

barbeiro 8

reigar

Reinaldo Garcia, argentino de 39 anos, já renovou contrato, vai para a 14.ª época no FC Porto e soma nove campeonatos.

"Este é o melhor campeonato do Mundo e estivemos isolados no primeiro lugar desde a segunda jornada. Também ganhamos na primeira, mas na segunda, pela diferença de golos, fomos nós para a frente. Fomos muito regulares e merecíamos este título. Não é só com merecimento que se consegue, mas fazendo dentro de pista aquilo que trabalhámos no dia a dia", disse Reinaldo Garcia a propósito do 24.º título de hóquei em patins conquistado anteontem pelo FC Porto.

"Inconscientemente, uma época inteira resume-se num jogo e há que ter mais cautela em todos os pormenores. Estivemos sempre à procura de elevar o nível de jogo e queríamos sempre marcar e estar organizados na defesa. Tentámos fazer tudo para conseguir esta vitória e conseguimo-la", continuou o capitão dos azuis e brancos, que a seguir foi questionado sobre o instante em que subiu alguns andares do Dragão Arena para desfraldar, no varandim, a "bandeira de campeão", que ficou ao lado de uma outra do hóquei em patins (campeão do Mundo), da do tricampeonato de andebol e da do bi do voleibol feminino: "Foi a primeira vez que fizemos isto e foi bonito estar ali. Aquele momento representa o trabalho de toda uma época fantástica e o poder desfrutá-lo com todos os intervenientes e, logicamente, com o público que sempre nos apoiou em momentos relevantes, é muito gratificante".

Capitão dos azuis e brancos falou no "melhor campeonato do Mundo", lembra que estiveram isolados desde a segunda jornada da fase regular e diz que "foi bonito" desfraldar a bandeira de campeão.

Reinaldo chegou a Portugal pela porta dos dragões com apenas 18 anos e assume um sentimento forte pelo emblema que carrega ao peito pela 13.ª temporada, embora não consecutiva. "Já são muitos anos neste clube e é inevitável o carinho que sinto pelo FC Porto. Como sempre recordo, foi este clube que me abriu as portas da Europa e, por isso, estarei eternamente grato. Gosto muito, muito deste clube, sinto-me portista mesmo de sangue", afirmou de forma categórica o defesa/médio argentino.

Reinaldo Garcia abordou também o sistema competitivo do Nacional de hóquei em patins. "Num campeonato tão competitivo como este, no qual, jogando contra o último classificado, se não estivermos mesmo focados podemos perder, não sei se faz sentido o play-off", questionou-se o internacional argentino. "A fase regular já é muito exigente. E, depois de a cumprir, até pode acontecer que fiquemos no primeiro lugar e sejamos eliminados por uma equipa que tenha estado menos bem até aí", reforçou.

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”

massagem desportiva

equipa thumbnail

Paulo Almeida no final do jogo que garantira a presença na final da Taça de Portugal abordou o jogo deixando antever que este domingo frente ao Sporting CP (na final) será uma grande partida de hóquei em patins.

"Não começámos bem o jogo. Houve apatia, nervosismo e trocas nas marcações, o que não é normal na minha equipa. Falámos ao intervalo, as jogadoras acalmaram o jogo, defenderam melhor e os golos começaram a aparecer. O CACO é uma equipa aguerrida, que não baixou os braços. Elas não se cansam de ganhar. Agradecer aos adeptos do Benfica por terem enchido o pavilhão. Esta vitória também é para eles. Estamos em mais uma final, vai ser um grande jogo entre duas grandes equipas, o Benfica e o Sporting. Vai ser um grande dérbi, e os dérbis não são para jogar, mas sim para ganhar. Se defendermos como sabemos, vamos ganhar. Quem defender melhor, vai ganhar a final."

Fonte/Foto- SL Benfica

cabeleireiroa inicial 1

marlene sousa 1 thumbnail

O Benfica bateu o CACO por 9-3 no jogo da meia-final da final four e carimbou o acesso à decisão do troféu, a discutir com o Sporting no domingo, 3 de julho.
Na final da Taça de Portugal! O Benfica bateu o CACO por 9-3 no jogo da meia-final da final four da prova-rainha, disputado na tarde deste sábado, 2 de julho, no Pavilhão Municipal Leonel Fernandes, no Seixal. As águias decidem o troféu neste domingo, 3 de julho, frente ao Sporting (15h00).
Sagradas eneacampeãs nacionais há precisamente uma semana, as águias entraram em jogo decididas em carimbar o acesso à final da Taça de Portugal. Ao início da tarde deste sábado, já o Sporting se apurara para a decisão, após vitória sobre a ACDCP Vila Boa do Bispo.

No Seixal, a partida começou com o CACO em evidência, a colecionar bons momentos ofensivos, tendo o de maior perigo sucedido ao minuto 3, altura em que Margarida Alves atirou uma bola à barra. A resposta benfiquista chegou por Marlene Sousa, ao lado da baliza de Marta Rosa. Aos 4', novo remate do conjunto de Campo de Ourique ao poste. De grande perigo!

O encontro corria com grande intensidade, estava dividido e as equipas atacavam equilibradamente. Ao sétimo minuto de jogo, Beatriz Figueiredo tentou picar a bola por cima de Marta Rosa, mas a guarda-redes defendeu.
Ainda não havia golos e, enquanto o CACO finalizava com mais rapidez, o Benfica temporizava a posse da bola. Aos 10', Cata Flores abriu o marcador! Numa jogada combinada com Maria Sofia Silva pela esquerda e Marlene Sousa pela direita, a capitã encarnada encontrou Cata Flores ao centro e esta atirou para o 1-0.

No minuto seguinte, uma falta de Rita Paulo sobre Marlene Sousa deu às águias a oportunidade de ampliar. Na execução do livre direto, Cata Flores rematou para defesa de Marta Rosa. Em desvantagem, o CACO igualou a partida, por Margarida Alves, aos 12' (1-1). A resposta do Benfica foi imediata! Sem abertura para rematar, Maria Sofia Silva arriscou, atirou e marcou o 2-1.

A disputa estava muito equilibrada e o empate não tardou. Através de uma recuperação de bola, Beatriz Alves (16') igualou a contenda a 2-2. Seguiram-se duas penalidades a favor do Benfica, uma por falta sobre Maria Sofia Silva (17') e outra sobre Raquel Santos (22'). Na execução de ambas, Raquel Santos não perdoou e colocou as comandadas por Paulo Almeida novamente na liderança, por 4-2.

A seis minutos do intervalo, Raquel Santos, com um remate executado fora da área, fixou o resultado em 5-2. Que golaço da avançada encarnada!

Se até então já cheirava a goleada, na segunda parte o Benfica foi demolidor e dilatou a superioridade para 7-2 nos primeiros minutos. Aos 28', uma picadinha de Maca Ramos, que se encontrava próxima do meio-campo, fez o 6-2. No instante seguinte, Inês Severino encostou a bola para o 7-2, a passe de Maria Sofia Silva.

As águias controlavam, estavam lançadas e não paravam de atacar por nada; o CACO formava uma compacta barreira perto da baliza. Ainda assim, o Benfica conseguia infiltrar-se e criar várias situações de perigo.

Aos 41', Marlene Sousa atirou ao ferro e Beatriz Figueiredo rematou para grande defesa de Marta Rosa. Volvidos cinco minutos, Raquel Santos completou um póquer. Aproveitando a distração das jogadoras adversárias, que se ocupavam com a defesa e marcação das restantes encarnadas, a avançada fez o 8-2.
Apesar de criar menos oportunidades flagrantes, o CACO marcou o seu terceiro tento, aos 48', por Tatiana Olhicos. Ainda houve tempo para mais um golo: no mesmo minuto, Cata Flores estabeleceu o resultado em 9-3.

Com esta vitória, o Benfica carimba a presença na final da Taça de Portugal, onde, às 15h00 deste domingo, 3 de julho, no Pavilhão Municipal Leonel Fernandes, encontra o Sporting.

Fonte/Foto- SL Benfica

cabeleireiroa 2

290981181 10158316559191923 1615668009918976563 n

Sporting CP venceu a ACDCP Vila Boa do Bispo por 0-19

A equipa principal feminina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal garantiu, este sábado, a presença na final da Taça de Portugal, depois de vencer a ACDCP Vila Boa do Bispo por 0-19 no jogo das meias-finais.

No Pavilhão Municipal Leonel Fernandes, no Seixal, as Leoas entraram focadas no objectivo, abrindo o marcador aos cinco minutos de jogo e, a partir daí, não deram mais hipóteses à equipa adversária. Ao intervalo a formação verde e branca já vencia por 0-10 com golos de Ana Catarina Ferreira (2), Rita Lopes, Inês Açoreira (3), Rute Lopes, Inês Vieira (2) e Rita Batista.

Na segunda metade, nova ‘chuva de golos’, com Margarida Florêncio (3) e Inês Arrais (2) a fazerem também o gosto ao stick e Inês Açoreira a chegar aos cinco golos, Ana Catarina Ferreira aos três e Rita Lopes aos dois.

Na final, marcada para este domingo, às 15h00, a equipa orientada por Nuno Pinto vai defrontar o vencedor do encontro entre o SL Benfica e o CA Campo de Ourique.

Fonte- Sporting CP

manicure pedicure 50h2

cns15f

Está a decorrer no Pavilhão do Sport Grupo Sacavenense. em Lisboa a fase de apuramento de campeão nacional dos Sub-15 com o dia de sexta feira a disputar-se os jogos dos quartos de final.
O FC Porto venceu por margem esclarecedora a AD Valongo por 6-0, o Sporting CP teve que se aplicar para vencer a AE Fisíca D (6-5), o mesmo acontecendo com a AD Oeiras que venceu pela margem mínima (5-4) a UD Oliveirense e o Benfica levou a melhor sobre o USC Paredes por 6-2.
Este sábado disputam-se os jogos das meias finais assim como o apuramento do 5.º ao 8.º lugar.

1 de Julho

FC Porto- AD Valongo 6-0
Sporting CP- AE Física D 6-5
UD Oliveirense- AD Oeiras 4-5
SL Benfica- USC Paredes 6-2


Dia 2 de Julho

Apuramento de Campeão

Meias Finais

SL Benfica- FC Porto
AD Oeiras- Sporting CP

Apuramento 5.º ao 8.º lugar

AD Valongo- USC Paredes
AE Física D- UD Oliveirense

3.Julho

7º e 8º lugar- 10H00

5º e 6º lugar- 12H00

3º e 4º lugar- 14H00

Final- 16H00

Foto- www.hoqueipatins.pt 

barbeiro compelto

cns19

O Pavilhão “Fidelidade” na Luz está a recebr a fase final do Nacional de Sub-19 tendo decorrido na sexta feira os jogos dos oitavos de final com os favoritos a confirmarem a sua passagem às meias finais da competição que decorre este sábado.
Sporting CP, AD Valongo, SC Tomar e SL Benfica venceram os respectivos jogos e disputam hoje a presença na final que decorrer amanhã.
Os leões venceram o FC Porto por 2-1, o Valongo superou o Parede FC por 6-4, a equipa ribatejana do SC Tomar levou a melhor sobre a Oliveirense por 6-1 e no ultimo jogo de sexta feira e referente aos quartos de final o SL Benfica goleou a formação do CD Paço Arcos por –
Este Sábado o SL Benfica defrontará a formação leonina com a outra vaga para a final a ser discutida entre o SC Tomar e o Valongo.

Quartos-de-final

Sporting CP- FC Porto 2-1
AD Valongo – Parede FC 6-4
SC Tomar- UD Oliveirense 6-1
SL Benfica- CD Paço Arcos- 5-0

5º ao 8º lugar

FC Porto- CD Paço de Arcos
Parede FC- UD Oliveirense

Meias-finais

SL Benfica- Sporting CP
SC Tomar- AD Valongo

3.Julho

7º e 8º lugar- 10H00

5º e 6º lugar- 12H00

3º e 4º lugar- 14H00

Final- 16H00

Foto- www.hoqueipatins.pt 

barbeiro 8

nacional feminino hoquei grupo 1 2021 22 acd gulpilhares x c

Nuno Brás, treinador do CACO, começou por lembrar que «o CACO tem marcado presença nas Final Four da Taça de Portugal» e realçou que o CACO sabe que vai «encontrar uma equipa super motivada, até porque ganhou o Campeonato Nacional nestes dias».

«As minhas atletas certamente vão querer ganhar o jogo, assim como do outro lado o vão querer. Somos uma equipa extremamente unida, focada nos nossos objetivos, sabemos o que queremos, onde ir e que temos de estar bastante atentos às transições rápidas do Benfica, pois tem grandes individualidades que podem desequilibrar a qualquer momento o jogo», disse.

O técnico relembrou que «os primeiros objetivos da época já foram cumpridos que era ficar nos quatro primeiros lugares do Campeonato Nacional» mas sublinhou que «queremos mais, não queremos só vitórias morais». «Sabemos os pontos fortes do Benfica e queremos adiá-los. Sabemos os pontos fracos e queremos explorá-los. Acima de tudo, vamos entrar com uma grande vontade de vencer e uma vontade enorme de estar na final», concluiu.

Fonte- FPP * Foto- AL-Antonio Lopes

unhas de gel prof

cdcpvbp

Para Guilherme Pinto, treinador da ACDCP Vila Boa do Bispo, estar na Final Four «é também um prémio merecido para toda a equipa depois de uma época desgastante, sem o nosso pavilhão», como tal «acaba por ser uma espécie de recompensa por todo o esforço que fizemos até aqui».

Sobre o encontro da meia-final «sabemos que vai ser um jogo muito complicado – ainda por cima já não competimos há mais de um mês – e penso que a equipa do Sporting é claramente favorita».

Guilherme Pinto acredita que «no Desporto tudo é possível e estamos aqui para tentar contrariar esse favoritismo» salientando que o objetivo «é fazer o nosso jogo mesmo com toda a pressão e dificuldades que a equipa do Sporting nos vai criar». «Tentar deixar o nervosismo de lado e desfrutar de estar a jogar numa Final Four contra algumas das melhores jogadoras do nosso campeonato, que também é importante», concluiu.

Fonte- FPP

cabeleireiroa inicial 1

beatriz figueiredo thumbnail

Também para Beatriz Figueiredo "pensar à frente nunca corre bem", e, portanto, a avançada da equipa comandada por Paulo Almeida prefere "concentrar energias para sábado".

"Estamos a pensar, para já, no jogo com o CACO, que é aquele onde precisamos de nos focar. Só passando o de sábado é que podemos pensar na final de domingo. Estamos a concentrar as nossas energias nesse jogo, a treinar bem para jogar o que sabemos e de certeza que vai correr bem", perspetivou a atleta de 25 anos.

"Cá [no Pavilhão Fidelidade], o jogo correu muito bem, no campo do CACO é sempre um pouco mais difícil, também por causa das condições do piso. Sendo agora num campo neutro [Pavilhão Municipal Leonel Fernandes, no Seixal], temos de estar à espera de tudo. Elas têm uma equipa aguerrida, com qualidade, vão apostar muito no nosso erro e nos contra-ataques. Temos de jogar com isso e fazer o nosso melhor", rematou Beatriz Figueiredo.

O SL Benfica-CACO joga-se, então, às 15h00 deste sábado, 2 de julho, no Pavilhão Municipal Leonel Fernandes, no Seixal. Na outra meia-final, o Sporting opõe-se ao ACDCP Vila Boa do Bispo (11h00). Para domingo, às 15h00, está reservado o jogo da final.

Fonte- SL Benfica * Foto- João Paulo Trindade / SL Benfica

manicure pedicure 50h2

Nuno Pinto Hoquei Feminino

Leoas disputam meia-final da Taça de Portugal este sábado

A equipa feminina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal joga, este sábado às 11h00, as meias-finais da Taça de Portugal diante da ACD Vila Boa do Bispo.

Na antecâmara do duelo, o treinador Nuno Pinto abordou o passado recente da equipa e garantiu que as baterias estão apontadas à conquista da prova Rainha, um dos objectivos da época.

"Passámos por uma semana onde tivemos de reabilitar as jogadoras a nível emocional, pois o resultado do fim-de-semana [frente ao SL Benfica] não foi o esperado. Mas para a Taça de Portugal as expectativas são boas e queremos vencer este jogo. O nosso principal objectivo era estarmos nas grandes decisões, e conseguimos. A do passado fim-de-semana [referente ao campeonato] não correu como queríamos, não vencemos e isso é que contava. Os detalhes foram decisivos", começou por dizer o técnico verde e branco à Sporting TV.

"Agora temos a Taça de Portugal e vamos lutar por ela. Será diante da ACD Vila Boa do Bispo, um histórico do hóquei em patins feminino. Já tem troféus nesta competição, tem apostado muito na formação e por isso vamos com atenção, garra e cuidado para esta meia-final", referiu, reforçando a ambição da equipa: "Estamos focados e será um jogo para vencer, mas vamos entrar com o máximo cuidado e respeito pelo adversário, pois como já disse vai dar-nos muita luta. Faremos tudo para entrar de forma séria e para vencer sem percalços".

Apesar de o objectivo ser vencer a final, Nuno Pinto garantiu que a atenção da equipa está concentrada nas meias-finais com a ACD Vila Boa do Bispo: "Nesta altura da época o trabalho está visto e revisto. Seja qual for o adversário na final vamos estar preparados, mas antes o mais importante é a ACD Vila Boa do Bispo. Esse sim é o nosso próximo adversário".

Para o comandante Leonino, que sente a equipa "bem e ligada", não há outra opção a não ser levar o troféu para casa: "No final do jogo dois da final do play-off as atletas estavam altamente frustradas, muitas delas em lágrimas porque queriam muito ganhar. Queriam mesmo muito vencer, tínhamos esse sentimento forte. Conversámos todos logo a seguir à partida sobre esta taça e como temos de a vencer. Temos de dar tudo o que temos, assumimos o nosso pacto de equipa para terminarmos a semana focados e tentarmos atingir um objectivo de época. Se vencermos o troféu ficamos na história do Sporting CP, pois seremos a primeira equipa feminina de hóquei em patins a alcançar este troféu para o Museu Sporting".

Fonte/Foto- Sporting CP

esteticista inicial 4