a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Oliveirense foi ao ...

Sexta-feira , Dez 09 2022
7

Alejandro Dominguez- "A ...

Sexta-feira , Dez 09 2022
1

FC Porto passa no Nabão ...

Sexta-feira , Dez 09 2022
3

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62779

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31613

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25618

2.ª Sul- AE Física soma ...

Segunda-feira , Nov 09 2020
647

Rodolfo Sobral (Valença ...

Quinta-feira , Mar 23 2017
2585

Sorteios dos Camp. ...

Terça-feira , Jan 17 2017
2911

6 10Massagista Inícial

scp arq

A equipa principal masculina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal foi a casa do CD Paço de Arcos vencer por 3-4, este domingo, em encontro referente à terceira jornada da fase regular do Campeonato Nacional.

A turma comandada pelo técnico Alejandro Domínguez entrou muito forte na partida, com João Almeida, Gonzalo Romero e Toni Pérez a criarem perigo junto da baliza adversária, pelo que o primeiro golo da tarde chegou sem grande surpresa.

Aos sete minutos, Ricardo Barreiros cometeu falta dentro da área sobre Gonzalo Romero e o árbitro assinalou grande penalidade. Na conversão, o argentino assumiu as despesas e inaugurou o placard na recarga, após uma primeira defesa do guarda-redes Matraco.

O Sporting CP não deixava o adversário respirar e apenas dois minutos depois, aos 9’, Toni Pérez aumentou para 0-2 através de um remate forte e colocado, com a bola a bater no ferro antes de entrar. Foi o terceiro golo do espanhol na presente temporada.

Seguiu-se depois um curto período de menor fulgor e intensidade por parte da formação de Alvalade, com o CD Paço de Arcos a tentar esboçar uma reacção, mas foi sol de pouca dura. Isto porque João Souto, por duas vezes, ficou perto do golo, mais uma vez com Matraco impediu o dilatar da vantagem.

Já aos 19 minutos, o conjunto da Linha cometeu novamente grande penalidade e desta vez foi João Almeida a ter a oportunidade de marcar, mas atirou à barra. Ainda assim, aos 24 minutos Ferran Font serviu Henrique Magalhães que, na cara do guarda-redes, só teve de encostar, estreando-se a marcar esta época e fechando o resultado em 0-3 ao intervalo.

No reatamento, logo aos três minutos de jogo, Verona viu o cartão azul e o CD Paço de Arcos beneficiou de um livre directo, com Girão a impedir o golo com uma grande parada. Na resposta, também de livre directo, Romero permitiu uma primeira defesa de Matraco, mas não perdoou à segunda e fez o ‘bis’: 0-4 aos quatro minutos. Foi o oitavo golo da conta pessoal esta época, ele que é o melhor marcador dos Leões.

O Sporting CP controlava, impondo uma pressão e intensidade altas sobre o adversário, mas o CD Paços de Arcos também dava mostras de querer discutir o resultado e, em apenas três minutos, fez dois golos. João Sardo e André Ferreira reduziram para 2-4 e relançaram a discussão ainda com cerca de dez minutos para jogar.

Nos minutos que se seguiram, e até ao término, assistiu-se a um jogo de parada e resposta, com os dois guarda-redes a brilharem numa fase recheada de emoção e oportunidades de golo para ambos os lados. Toni Pérez ainda atirou à barra e Romero obrigou Matraco a mostrar mais uma vez serviço, só que a onze segundos do fim o CD Paço de Arcos beneficiou de um livre directo, após a décima falta do Sporting CP, e João Sardo não falhou, encurtando para a margem mínima: 3-4.

Quando se pensava que o Sporting CP ia guardar a bola até ao final de forma a segurar o resultado, a turma da casa conseguiu ganhar uma grande penalidade a… dois segundos da última buzina. Ainda assim, Ângelo Girão revelou-se decisivo ao travar o remate de Ricardo Barreiros e garantiu o triunfo, com muito suor à mistura.

Fonte/Sporting CP * Foto- Sporting CP (Arquivo)

1 9 Cabeleireiro unissexo 3 Outubro