trissinocamp

A AD Valongo perdeu hoje a final da Liga Europeia frente aos italianos do Trissino nos penáltis (3-1), depois das equipas terem terminado o tempo regulamentar empatadas a quatro golos.

Foi um pavilhão com um ambiente fantástico que acolheu um jogo emotivo, repleto de qualidade, onde não faltaram alternâncias, fatores surpresa e grande entrega de ambas as equipas.

A AD Valongo entrou «de rompante» na partida com um golo de Facu Bridge, assistido por Rafa Bessa, logo no primeiro minuto. Os italianos reagiram com o golo do empate aos 11 minutos e, três minutos depois, marcaram o segundo, passando para a frente do marcador. Antes do intervalo, Diogo Barata restabeleceu a igualdade e, aos 24 minutos, o Trissino comete a 10ª falta. Chamado a marcar, Facu Navarro não desperdiçou, levando o conjunto nortenho em vantagem para o intervalo.

Na segunda metade, o jogo manteve-se na incerteza de quem seria o vencedor. Aos 21 minutos o Trissino voltou a empatar de livre direto, mas três minutos depois, Rafael Bessa colocou a ADV novamente em vantagem (3-4). Os italianos responderam e chegaram novamente ao empate, obrigando a prolongamento.

Com o empate a persistir no tempo extra, foram os penáltis a decidir o vencedor da Liga Europeia, com o Trissino a vencer a final (3-1 nas grandes penalidades).

Meias-finais
MF2 AD Valongo 7 x 5 SC Tomar/IPT
MF1 Trissino 4 x 0 Sarzana

Final
Trissino 7 x 5 AD Valongo

Fonte-FPP

Massagista inicial