a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FC Alverca termina com ...

Segunda-feira , Mai 23 2022
87

Tiago Almeida deve ...

Segunda-feira , Mai 23 2022
57

Play- Off – Resumo do SC ...

Segunda-feira , Mai 23 2022
28

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61971

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30701

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24906

Gonçalo Suíssas reforça ...

Sexta-feira , Jul 07 2017
2016

SL Benfica vence ...

Sábado , Set 21 2019
2235

Árbitros de Hóquei em ...

Quinta-feira , Fev 18 2021
486

ventosaterapia

sabhcb

O Alenquer é mesmo o “Tomba Gigantes” desta edição da Taça de Portugal. Depois de ter eliminado o SC Marinhense, a equipa da Vila Presépio, que milita na 2.ª divisão, sul, voltou a fazer estragos ao eliminar o HC Braga por 9-5, este sábado em partida realizada no Pavilhão “Zeca Carmo e João Lota”.
Um jogo que começou da melhor maneira para o Alenquer que chegou ao 3-0 estavam então decorridos 17 minutos de jogo. O Braga reduziu para 3-1 mesmo nos segundos finais do primeiro tempo.
Um Braga que veio para o segundo período com “ganas” de mudar o rumo dos acontecimentos, e chegaria ao empate a 3 bolas, havia ainda 15 minutos para se jogar.
Parecia que a equipa minhota daria a volta ao texto, mas a entrega dos jogadores do Alenquer trocou as voltas ao conjunto de Tó Neves.
O Alenquer fez pouco depois o 4-3 que seria anulado após o golo do Braga que empatou. Minutos frenéticos que voltaram a fazer explodir o Pavilhão quando a equipa da casa fez o 5-4. Respondeu o Braga com o empate a 5 bolas, mas os minutos finais acabaram por ser fatais para os objetivos do Braga que viu a equipa do Alenquer aproveitar bem os erros defensivos dos minhotos para dilatarem o marcador até ao 9-5, com que terminou o encontro.
Mais uma página que ficará na história do Alenquer, na Taça de Portugal, uma prova onde já chegou à final four à alguns anos atrás.
André Garção foi o mais eficaz da equipa treinada por Rui Henriques ao fazer quatro golos seguido de “Marinho” que fez hat trick e Francisco Contins com dois golos. Os tentos do HC Braga foram apontados por Vítro Hugo (3), António Trabulo e Pedro Mendes.

4 Barbeiro