a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Barcelos ganha vantagem ...

Quinta-feira , Mai 19 2022
10

Jorge Ferreira deverá ...

Quinta-feira , Mai 19 2022
27

Sete de saída da ...

Quinta-feira , Mai 19 2022
48

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61960

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30682

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24893

Nem sempre dominar ...

Quinta-feira , Out 16 2014
2878

CNF- Águias vencem em S. ...

Domingo , Mar 06 2022
142

TP - OC Barcelos derrota ...

Sábado , Dez 19 2020
459

ventosaterapia

agfpp

Guarda-redes da Seleção Nacional falou do Europeu durante a primeira semana de estágio, a decorrer no Luso.

Portugal disputa, de 15 a 20 deste mês, em Paredes, o Campeonato da Europa, no qual luta pelo 22.º ouro, tentando reaver o título perdido, em 2018, para Espanha.

Esta primeira semana de preparação, a seleção defrontou e venceu a Juventude de Viana (7-2) e ontem, quinta-feira, defrontou o HC Braga com a equipa minhota a vencer por 2-1.

No dia 8, a equipa já treinará em Paredes, onde defronta Valongo (dia 9, 21h00) e França (dia 12, 21h00).

Na antevisão ao Europeu, adiado em 2020, devido à pandemia, o guarda-redes André Girão referiu: "As expectativas são sempre as mesmas, ganhar. Portugal onde entra é sempre para ganhar. Eu tenho um carinho muito especial, uma sensação sempre boa, quando visto esta camisola. Para mim é o ponto mais alto da minha carreira representar o meu país e estou muito contente por voltar a fazê-lo, especialmente em casa. Queremos que o pavilhão esteja sempre cheio, que nos venham apoiar e que possamos trazer de volta este título para Portugal".

"É importante marcarmos posição e irmos ganhando títulos, e estando nas decisões, de forma sistemática, porque esta geração merece-o e temos que continuar a trabalhar para conquistar mais títulos", acrescentou o internacional, campeão nacional e bicampeão europeu pelo Sporting.

"Jogamos em Paredes, que já é uma zona de hóquei e é perto de várias outras zonas com tradição no hóquei em patins. Aquilo que nós esperamos enquanto equipa e seleção é que os portugueses nos apoiem. Vamos passar por fases menos boas durante o jogo, faz parte, e o público vai nos ajudar nessas alturas a darmos a volta", concluiu.

Fonte- Jornal “O jogo” * Foto- FPP/ Catarina Maria

1 Manicure Pedicure