a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

SC Tomar sai a sorrir de ...

Sábado , Dez 04 2021
11

Ricardo Ares- “era muito ...

Sábado , Dez 04 2021
13

Hat trick de Lucas ...

Sábado , Dez 04 2021
11

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61501

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29993

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24266

HC Marco Sub17 vence ...

Sábado , Out 04 2014
2738

TP - Valença afasta Paço ...

Domingo , Fev 11 2018
1178

CN Feminino- Vitória ...

Terça-feira , Mai 22 2018
913

5 Barbeiro Completo

Terronia

2021241 0085 1024x683 Helder Antunes Catarina MariaFPP

No final da partida, o selecionador nacional, Hélder Antunes, quis começar pelos agradecimentos «a todos os portugueses que estiveram presentes no pavilhão do Luso» e que «acompanharam nas transmissões televisivas, a todos os que viram hóquei – sobretudo na vertente feminina pela primeira vez – e ficaram fãs desta Seleção, a todos os clubes portugueses que têm apostado e continuarão a apostar no hóquei em patins feminino e a toda a estrutura diretiva da Federação de Patinagem de Portugal, na pessoa do presidente, Luís Sénica, pelas condições que nos proporcionaram para que pudéssemos almejar chegar ao título europeu».

Na análise à final, o técnico explica que o jogo «resume-se a quem coloca a bola dentro da baliza. Espanha foi mais eficaz, entrou melhor no jogo». «Se dividirmos o jogo em duas partes, na primeira, Espanha foi superior, penso que na segunda, Portugal foi superior». Para Hélder Antunes, Portugal jogou «olhos nos olhos» embora não tendo «o mesmo índice de aproveitamento que teve a Espanha na primeira parte», a equipa criou «oportunidades na segunda parte para podermos virar ou levar o jogo ainda a prolongamento».

O treinador afirmou que «temos de estar orgulhosos da forma como acreditámos e lutámos, porque não é fácil estar numa final com quatro golos de desvantagem e acreditar que podemos virar. E se há coisa que ninguém pode dizer o contrário, é que a equipa entrou na segunda parte completamente crente que ia virar o resultado. Foi notório pela forma como as jogadoras se entregaram». «Há que estar de cabeça levantada e há que continuar a trabalhar, ainda mais para que, da próxima vez, o desfecho seja a nosso favor», concluiu.

Fonte/Foto- FPP

01 Esteticista Essencial 500h