a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

A lei do mais forte ...

Sábado , Jan 22 2022
11

2.ª Sul- Muches e ...

Sábado , Jan 22 2022
11

TP- Oeiras segue para os ...

Sábado , Jan 22 2022
13

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61636

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30160

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24454

1.ª D- Goleada em apenas ...

Sábado , Abr 08 2017
1700

Jorge Silva- “O grande ...

Terça-feira , Nov 09 2021
118

HC Quevert lidera o ...

Quarta-feira , Dez 10 2014
2215

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

hoq3 0

A equipa de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal venceu os espanhóis do HC Liceo por 5-4 nas grandes penalidades, este sábado, após um empate 3-3 no fim do tempo regulamentar. O encontro, que valeu a conquista do Troféu Stromp, serviu para apresentar a versão 2021/2022 dos Campeões Nacionais e Europeus aos Sócios e adeptos Leoninos.

Num dia pintado de verde e branco, e já depois de as equipas feminina de futsal e masculina de basquetebol terem aberto as hostes, os comandados de Paulo Freitas entraram no Pavilhão João Rocha sob os aplausos do público, que regressou às bancadas depois de cerca de um ano e meio de ausência, e com direito a guarda de honra por parte dos escalões de formação.

Exibindo a mesma espinha dorsal da temporada passada – Henrique Magalhães, João Almeida e o promovido Filipe Martins são os únicos reforços -, a formação da casa apresentou-se na pista do recinto Leonino com Ângelo Girão, Pérez, Verona, Platero, Gonçalo Nunes no cinco inicial, tendo pela frente uma formação que já tinha derrotado por 2-5 há uma semana.

Já depois de o capitão Ângelo Girão e o treinador Paulo Freitas terem deixado palavras de agradecimento a todos os adeptos presentes, com o último a prometer “empenho máximo” para a nova época, a partida arrancou com velocidade e um grande equilíbrio de parte a parte.

A primeira ocasião flagrante de golo pertenceu ao Sporting CP, quando estavam já decorridos dez minutos, com Gonçalo Nunes a disparar uma ‘bomba’ que só não parou dentro da baliza porque a barra estava lá. Logo a seguir, foi a vez de Souto testar os reflexos de Carles Grau.

Apesar do crescente domínio dos Leões, e um pouco contra a corrente do jogo, a turma galega acabou por fazer o gosto ao stick duas vezes em menos de um minuto, após perdas de bola no meio-campo ofensivo, e fechou depois a primeira parte com o 0-3 a 15 segundos do intervalo.

No regresso dos balneários, Zé Diogo assumiu a baliza verde e branca e justificou a aposta com várias defesas de bom nível, abrindo espaço para o 1-3, assinado por Gonzalo Romero aos seis minutos na conversão de um livre directo provocado pela décima falta do conjunto visitante.

Entusiasmados pela redução da diferença, os adeptos Leoninos presentes nas bancadas empolgaram-se e empurraram a equipa, que chegou à margem mínima a dez minutos do último soar da buzina, com Ferran Font a ‘ziguezaguear’ meia equipa e a fazer um grande golo.

Logo a seguir, o Sporting CP teve duas grandes oportunidades para chegar ao empate, com Alessandro Verona e Ferran Font a desperdiçarem os respectivos livres directos, mas a avalanche ofensiva acabou por dar frutos instantes depois, com João Souto a fazer o 3-3.

Até ao final, e ainda com cerca de seis minutos para jogar, quando tudo apontava para que os Leões chegassem pela primeira vez à vantagem, a turma espanhola beneficiou de um livre directo, defendido por Zé Diogo, e o cronómetro acabou por esgotar-se com um empate 3-3.

Nas grandes penalidades, Zé Diogo voltou a ser o grande protagonista ao defender três bolas paradas, ‘oferecendo’ assim aos Leões uma vitória mais do que merecida no Troféu Stromp.

O Sporting CP volta a entrar em acção no sábado, dia 10 de Setembro, para defrontar a UD Oliveirense nos quartos-de-final da Elite Cup, a primeira competição oficial da temporada.

Fonte/Foto- Sporting CP

06 Cabeleireiro Homem 500h Pluriform