a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HC Fão abdica de ...

Terça-feira , Abr 13 2021
66

CNF- Leoas aplicam ...

Segunda-feira , Abr 12 2021
83

LE- Resumo SL Benfica- ...

Segunda-feira , Abr 12 2021
121

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60156

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28136

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22494

Campeonatos Regionais da ...

Segunda-feira , Out 10 2016
1108

Espanha "sua" para ...

Terça-feira , Ago 26 2014
2385

3.ª Div. Norte: 28.ª ...

Segunda-feira , Mai 23 2016
1487

3 Massagista Essencial 2

fcpscphoquei 1

O Técnico leonino no final da partida no Dragão Arena mostrou-se satisfeito com a exibição.
Depois do empate (2-2) em casa do FC Porto para o Campeonato Nacional de hóquei em patins, Paulo Freitas, treinador do Sporting Clube de Portugal, mostrou-se feliz com o rendimento, mas não tão contente com o resultado.

"Estou satisfeito com o que produzimos, mas não totalmente satisfeito com o resultado. Podíamos ter saído daqui com os três pontos, foi à procura disso que viemos. Tínhamos de gerir os ritmos de jogo e acho que os jogadores foram perfeitos nesse objectivo que tínhamos para esta partida. Colocámos muitas dificuldades ao FC Porto com isso. Não fomos surpreendidos com a entrada do FC Porto. Pelo contrário: se calhar, o FC Porto ficou surpreendido pela forma como nos esticámos desde o primeiro segundo. Como dizia, estou muito satisfeito com a entrega dos jogadores e com o que produzimos, mas parcialmente satisfeito com o resultado porque sinto que podíamos ter saído daqui com os três pontos. Apesar de o FC Porto ter tido mais volume de jogo, nós tivemos situações mais claras de golo", começou por dizer aos meios de comunicação do Sporting CP, continuando.

"Muito satisfeito com a entrega e com a atitude. Convém não esquecer que ainda estamos num período complicado porque viemos de uma paragem devido à COVID-19. Podem contar connosco. Vamos estar aí para as decisões. Jogo a jogo, claramente, e o importante agora é recuperar os jogadores para o próximo adversário, que será a AJ Viana", frisou o técnico.

Sobre a falta de eficácia na conversão de bolas paradas, Paulo Freitas deixou a garantia de que a equipa treina este tipo de situações - ainda que com as inevitáveis limitações de um treino. Contudo, há que melhorar o rendimento em pista. "Não é por falta de trabalho, mas não conseguimos reproduzir este momento em treino. É um momento com condições diferentes, com pressão adicional e com a emoção da competição. Vamos continuar a trabalhar, vamos continuar a acreditar nos jogadores, que vão continuar a ter a minha confiança. Vamos acreditar naquilo que é fundamental: quem trabalha é recompensado e a nossa recompensa há de chegar. Mas temos de nos tornar eficazes nesse momento. Se hoje tivéssemos tido alguma dessa eficácia, saíamos daqui com os três pontos", explicou.

5 Barbeiro Completo Março

Fonte/Foto- Sporting CP