a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Edu Castro- “Escolhemos ...

Segunda-feira , Abr 12 2021
57

“Não tivemos uma posse ...

Segunda-feira , Abr 12 2021
6

Jorge Silva- “Podem ...

Segunda-feira , Abr 12 2021
29

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60151

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28102

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22489

Equipa Feminina da AA ...

Quinta-feira , Abr 21 2016
1455

Válter Neves e o HC ...

Quinta-feira , Dez 11 2014
1709

CN – Sub-13- Antevisão ...

Sexta-feira , Mar 20 2015
1470

3 Massagista Essencial 2

20210219 zk2 5718

No final da vitória por 4-2 sobre o OC Barcelos, esta sexta-feira, Paulo Freitas reagiu ao sucedido. O treinador da equipa de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal destacou a resposta dos seus atletas depois da paragem forçada para cumprir isolamento profilático devido a casos de COVID-19.

"Estivemos praticamente um mês sem competir e estivemos praticamente 15 dias sem trabalhar na pista. É evidente que damos trabalho aos atletas e eles trabalham em casa, mas tenho sérias dúvidas da transferência disso para a pista. Portanto, tivemos uma semana [para trabalhar] com uma grande preocupação, que era evitar lesões. As coisas foram sempre sendo muito suaves e tentámos apertar um bocadinho com uma resposta um pouco deficitária da parte deles. Então, tivemos de voltar a baixar intensidades para estarmos o mais frescos possíveis hoje. Hoje sabíamos que teria de ser muito no carácter e na superação, com mais ou menos qualidade. Queríamos ganhar", começou por dizer aos jornalistas na sala de imprensa do Pavilhão João Rocha, continuando.

"Foi um jogo muito intenso e com muitas incidências. Muitas bolas paradas. Continuamos com esse problema, com alguma dificuldade nesse momento do jogo. Não é por falta de trabalho nem por falta de crença nos atletas que vão a esse momento. O trabalho recompensa e vamos acabar por subir os níveis de eficácia nesse momento. Qualquer jogador que vá lá tem a máxima confiança do treinador", garantiu.

Paulo Freitas comentou ainda o que tem pela frente em 2020/2021 no que ao Campeonato Nacional diz respeito, principalmente porque o Sporting CP tem vários jogos em atraso. "Continuamos com quatro jogos para fazer. Temos o calendário definido e isso pode ter influência, porque vamos ter três jogos por semana. Esse vai ser o ritmo, mas não me queixo. Sou daqueles que digo que treinamos muito e competimos pouco. Agora posso fazer jus àquilo que venho dizendo. (...) Assumi que queríamos ganhar a fase regular para ter vantagens no playoff e é atrás disso que vamos", frisou.

Fonte/Foto- Sporting CP

6 Unhas Gel 25