a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Famalicense com seis ...

Segunda-feira , Mai 10 2021
450

CNF- Infante de Sagres ...

Segunda-feira , Mai 10 2021
154

Portugal recebe o ...

Segunda-feira , Mai 10 2021
343

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60224

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28211

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22594

Guillem Pérez: "Esperava ...

Sábado , Nov 19 2016
1009

Valença recebe Viana

Quarta-feira , Dez 27 2017
971

Pedro Paulino é novo ...

Quinta-feira , Set 03 2015
1666

Tecnicomassagem cartaz

EgqyDKjX0AAKxAt 1 ouqb3vo25vjq3k85wz8lixzmr3iauyfg417ygmmnwo

O FC Porto venceu o Deportivo Liceo por 6-4, naquele que foi o ultimo jogo da equipa galega neste mini estágio em terras lusas.
A equipa de Juan Copa pagou bem caro uma primeira parte má em termos defensivos que foi bem aproveitado pelos pupilos do catalão Guillem Cabestany que chegaram ao intervalo a vencer já por 4-0.
À semelhança do que acontecera frente à AD Valongo, o Deportivo Liceo sofreu o primeiro golo logo nos minutos iniciais da partida. Reinaldo Garcia conseguiu enganar o seu antigo colega Carles Grau abrindo assim o marcador no Dragão Arena. A situação não melhorou quando o Porto conseguiu aumentar para 2-0 depois de um auto golo de Jordi Adroher. Longe de reagir, como fez em Barcelos e frente à AD Valongo, o Liceu não conseguiu deter os ataques do rival que até ao intervalo fariam mais dois golos, estes da autoria de Gonçalo Alves e “Xavi” Barroso.
O guião da segunda parte não mudou muito, embora o FC Porto tenha baixado um pouco o ritmo. Ainda assim, foi novamente o FC Porto a fazer mexer as redes com “Poka” a aumentar para 5-0 havia então três minutos decorridos da etapa complementar.
Roberto Di Benedetto bisou pouco depois reduzindo para 5-2 e Maxi Oruste minutos depois fez o 5-3 dando alguma esperança de recuperação à formação galega, mas os Dragões reagiram aos golos sofridos com o inevitável Gonçalo Alves a fazer o 6-3.
Seria Marc Grau, a fechar as contas deste encontro ao fazer o 6-4 a poucos minutos do final do encontro.
Um triunfo da equipa portista justo perante um Liceo que poderá ser seu adversário na Liga Europeia de Clubes, e que deixa boas indicações ao treinador dos Dragões.
Quanto ao Deportivo Liceo nas três partidas que realizou no norte de Portugal somou um triunfo, um empate e a fechar esta digressão uma derrota.

Fonte/Foto- www.hockeyclubliceo.com 

5 pluriform