a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Tato Terruccio ...

Domingo , Jul 12 2020
34

Comunicado Conjunto das ...

Domingo , Jul 12 2020
32

Tomás Pereira foi ...

Sexta-feira , Jul 10 2020
148

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59005

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26868

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21397

Segunda fase do CN de ...

Quarta-feira , Mai 01 2019
880

AD Barcelos/Campo ...

Terça-feira , Ago 28 2018
637

Taça de Aveiro/Coimbra ...

Quarta-feira , Fev 15 2017
1120

pluri unhas J

hcbr

O HCBraga analisa perdas causadas pela pandemia, mas vai preparando a próxima época
O HCBraga estava em sexto lugar quando o campeonato foi cancelado. Havia ainda sete jornadas para disputar e os minhotos estavam na sua melhor forma. Na Europa, também tinham grandes expectativas, pois estavam em vantagem nos quartos de final da Taça WSE e sonhavam com a final-four. "Estávamos a ter bons desempenhos, era uma fase da época muito boa e a equipa estava muito bem preparada para a reta final. Foi pena.Tínhamos um pé na final-four e acabou por ser uma desilusão. Estou convencido que íamos fazer uma boa ponta final", afirmou Luís Botelho, presidente do HC Braga que, apesar de tudo, já esperava o atual desenlace.

"A decisão [do cancelamento] era expectável. Não havia condições para que as competições fossem retomadas. Aliás, na Europa, e logo no início, fizemos uma exposição via federação para o comité europeu a alertar para os riscos da nossa viagem a Itália. Na altura fomos criticados, principalmente pela federação espanhola. Mais tarde, infelizmente, confirmou-se a gravidade da pandemia."

Apesar de terem caído as receitas com patrocinadores e quotas da formação, os minhotos, sem revelar números, projetam 2020/21. Foram feitos "reajustes" para o clube poder definir objetivos

Para o dirigente, a principal preocupação é agora "fazer face aos compromissos assumidos". Sem revelar o orçamento, estima uma "quebra de 80 por cento entre quotas de formação e patrocínios." Assim, o clube, que conta mais de 200 atletas, entre patinagem e hóquei em patins, teve de "ajustar-se à realidade, mantendo compromissos com atletas e funcionários". "Tivemos a compreensão de todos", adiantou Luís Botelho. Com pavilhão próprio - capacidade para 500 lugares -, as perdas de "bilheteira também têm peso", mas "essas contas ainda não foram feitas."

A pensar já em 2020/21, Luís Botelho espera que "não haja mais paragens", enquanto acredita que parte da época será "à porta fechada". "Não sabemos que retorno teremos, nem se vamos ter o mesmo número de atletas. Sabemos que vamos ter de emagrecer o orçamento e estar preparados para qualquer eventualidade." Já sem Elite Cup, o principal torneio de pré-época, o presidente do HCBraga acredita que poderá haver outros torneios "sem público" e, quanto aos próximos objetivos, "serão definidos internamente". O Braga já tem novo treinador (Hugo Azevedo) e novo guarda-redes (Leonardo Pais).

Fonte- Jornal “O Jogo” - *  Texto- Paula Capela Martins  * Foto- Paulo Jorge Magalhães / Global Imagens

5 pluriform