festejos benfica juventude viana new

O hóquei em patins do Benfica é o novo líder isolado da classificação após bater, no Pavilhão Fidelidade, a Juventude Viana por 7-2, em jogo da 17.ª jornada do Campeonato Nacional, aproveitando o desaire dos leões na deslocação ao Dragão Arena onde perderem por 6-0 frente ao FC Porto.
As águias começaram praticamente a ganhar diante dos minhotos. Aos 3', a equipa da casa beneficiou de uma grande penalidade. Valter Neves não converteu numa primeira instância, mas à segunda não deu hipóteses a Jorge Correia e fez o 1-0.
O Benfica continuava por cima na partida e, aos 6', Ordoñez teve pontaria a mais. O remate do argentino acertou com um estrondo na barra da baliza da Juventude Viana. Os nortenhos também queriam faturar e, aos 10', Nelson Pereira obrigou Pedro Henriques a aplicar-se.
O jogo baixou o ritmo nos últimos 10 minutos da primeira parte, altura em que aproveitou a Juventude Viana para tentar o golo. Pedro Henriques negou os intentos a Gonçalo Neto e Francisco Silva. Respondeu o Benfica por Edu Lamas, aos 20', mas Jorge Correia não permitiu o 2-0 para os encarnados.
O guarda-redes da Juventude Viana continuou a mostrar-se aos 22', minuto em que defendeu os tiros de Ordoñez e de Diogo Rafael. O golo ameaçava aparecer e aconteceu mesmo aos 25', por Nicolía. O argentino recebeu de Diogo Rafael, trabalhou bem e disparou para o 2-0, resultado com que chegou ao intervalo.
O segundo tempo arrancou com poucas oportunidades de parte a parte. Ainda assim, o Benfica queria mais golos e, aos 33', através de uma grande penalidade, Nicolía ampliou o resultado para 3-0. O 4-0 surgiu logo a seguir, aos 36'. Boa jogada coletiva do Benfica e Valter Neves a bisar na partida.
A Juventude Viana reduziu aos 41', por Luís Viana. "Picadinha" do 44 e remate pronto que bateu, com alguma sorte, Pedro Henriques. 4-1 no Pavilhão Fidelidade. À ousadia dos minhotos, as águias responderam com o 5-1. Livre direto apontado por Ordoñez, aos 42'. O camisola 9 não marcou, mas ficou com o esférico e assistiu Vieirinha para o golo.
Aos 44', o Benfica atingiu a 10.ª falta e a Juventude Viana teve direito a um livre direto superiormente convertido por Gustavo Lima. Era o 5-2 no jogo. Volvidos poucos segundos, Gustavo Lima voltou a ter oportunidade para bater Pedro Henriques, mas, desta feita, o guardião benfiquista levou a melhor.
Quem não marca, sofre. A velha máxima apareceu no Fidelidade aos 44'. Boa jogada do Benfica, com Vieirinha a assistir Diogo Rafael para o 6-2. Num contra-ataque, aos 49', Nelson Pereira ficou perto dos 6-3. Aos 50', Adroher trabalhou bem de costas para a baliza e rematou para o 7-2 final.

Fonte/Foto- SL Benfica

4Quarta