a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Tomás Pereira foi ...

Sexta-feira , Jul 10 2020
96

FPP espera "respostas ...

Sexta-feira , Jul 10 2020
172

Oliveirense apresenta ...

Sexta-feira , Jul 10 2020
85

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58987

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26843

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21385

Taça Portugal: Valença ...

Sábado , Fev 13 2016
1266

GD Sesimbra apresentou ...

Terça-feira , Ago 16 2016
1886

João Novais quer chegar ...

Terça-feira , Dez 01 2015
1272

pluri unhas J

86490320 604909073693567 3125072973992558592 n

No jogo mais importante da jornada 17 o Marinhense recebeu e venceu na “Embra” a equipa do Famalicense por 8-4, num jogo intenso e bem “elétrico” entre as duas equipas que lutam pela liderança da zona norte da 2.ª divisão.
Partida onde Nico Carmona, do SC Marinhense se destacou pelos cinco golos que apontou, e ainda referir o desperdício de bolas paradas, por parte do conjunto Vidreiro que à sua conta falhou sete.
O Marinhense entrou melhor na partida e aos cinco minutos já vencia por 2-0. Reagiu o Famalicense que reduziu, a formação da casa, mais assertiva voltou a distanciar-se fazendo o 4-1, mas até ao intervalo seria novamente a equipa minhota a voltar à carga com os últimos minutos do primeiro tempo a render dois golos, e assim as equipas a recolher para o descanso com o marcador a registar 4-3.
A exemplo do que acontecera na etapa inicial, a equipa vidreira a entrar para o segundo tempo com o foco na baliza de João Peixoto e a conseguir fazer dois golos nos primeiros minutos e a colocar o placard em 6-3.
O jogo entrou então numa fase de parada e resposta a obrigar os dois guarda redes a trabalho forçado e apurado, em simultâneo. O Famalicense reduziria para 6-4 e acreditou na reviravolta. Período intenso e de nervos à flor da pele que obrigou a dupla de arbitragem a assinalar quatro bolas paradas (duas para cada lado), curiosamente desperdiçadas pelos dois emblemas.
Com o Famalicense à procura de reduzir seria a equipa do Marinhense a chegar ao 8-4 aproveitando os espaços que o Famalicense deixou na sua zona defensiva com os dois golos finais a surgirem em situações de contra ataque e já no último minuto da partida.
Jogo onde a equipa do Marinhense soube gerir melhor as emoções, foi mais perspicaz e assertiva, com a vitória a assentar bem ao conjunto orientado por Nuno Domingues.
Os golos do Marinhense tiveram a chancela de Nico Carmona (5), Gonçalo Domingues, Tomas Korosek e Mathias Arnáez. Os golos do Famalicense foram apontados por Hugo Costa (3) e Rui Silva.
Um triunfo que recoloca a formação do SC Marinhense novamente na liderança do campeonato por troca com o Famalicense AC que tinha ocupado esse lugar na ultima jornada. A equipa da Marinha Grande soma agora 40 pontos, mais dois que o Famalicense AC.
Na próxima ronda o Marinhense desloca-se a Lordelo do Douro onde defrontará o C Infante Sagres com o Famalicense a receber no Municipal de Famalicão a Académica de Coimbra.

Foto- Miguel Rodrigues

2Segunda