a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Ferran Font- “Em casa ...

Quarta-feira , Jan 22 2020
12

Paulo Freitas- "é mais ...

Quarta-feira , Jan 22 2020
43

“Rafa”- “vamos lá para ...

Terça-feira , Jan 21 2020
57

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58045

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25928

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20661

João Pinto "Mustang": ...

Quinta-feira , Jan 12 2017
1154

"Tó Neves comenta a ...

Quarta-feira , Mai 03 2017
1206

1.ª Divisão- Rescaldo – ...

Domingo , Out 22 2017
715

interioresCabeleireiro ESS Q

78863487 1838506012960116 8129972220555427840 o

O “Alfredo Bento Calado” recebeu este sábado a partida entre o Tigres de Almeirim e a Sanjoanense com o triunfo a sorrir aos forasteiros por 6-4, em partida que serviu de estreia para Hugo Santos, emprestado pelo FC Porto aos Alvinegros e que já começou a render na equipa orientada por Vítor Pereira, fazendo dois dos golos da formação da Sanjoanense.
Numa primeira parte equilibrada a equipa ribatejana chegou ao intervalo a vencer por 2-1 com os golos a serem apontados por Filipe Bernardino e Miguel Feio (HC Tigres) e “Alex” Mount pela Sanjoanense.
Segunda metade onde se manteve esse equilíbrio até ao golo do empate da Sanjoanense apontado por Hugo Santos. O mesmo jogador conseguiria a reviravolta no marcador aos 12 minutos ao fazer o 2-3.
Com o Tigres a procurar inverter a situação seria no entanto a equipa da Sanjoanense a dilatar o marcador chegando ao 2-5 depois dos tentos de “Alex” Mount e Pedro Cerqueira.
O HC “Os Tigres” reagiu, mas já havia pouco tempo para mudar as coisas. Filipe Bernardino fez o 3-5 e pouco depois seria Hernâni Domingos a fazer o 4-5. Com a formação local na luta pelo empate foi a equipa visitante a selar o resultado deste encontro depois de Facundo Navarro fazer o 4-6 a poucos segundo do terminus do encontro.
Triunfo importante da equipa da Sanjoanense num jogo frente a um adversário do seu campeonato e onde o Tigres só se poderá queixar da sua falta de eficácia, já que à sua conta desperdiçou 4 bolas paradas e que neste patamar paga-se caro e normalmente com derrotas.

Foto- Facebook HC “Os Tigres”/António Anacleto

Domingo