a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FC Porto vence o ...

Segunda-feira , Jan 27 2020
27

2.ª D Norte- Valença ...

Segunda-feira , Jan 27 2020
50

SL Benfica conquista ...

Segunda-feira , Jan 27 2020
50

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58074

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25955

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20685

Liga Europeia - Pedro ...

Terça-feira , Mai 10 2016
971

III Torneio de Hóquei ...

Quarta-feira , Jun 21 2017
1020

2.ª D- Sul- SC Tomar ...

Domingo , Abr 03 2016
1063

interioresCabeleireiro ESS Q

pgil

Antes da partida de sábado frente à AJ Viana, o jogador da equipa de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal, Pedro Gil, analisou a última ronda do campeonato frente ao HC Tigres, que terminou com uma vitória Leonina por 1-4.
Fizemos uma boa partida, eles entraram fortes e os árbitros permitiram esse tipo de jogo. Desde o início ao fim, fomos construindo a vitória e, no final, conseguimos os três pontos num campo complicado. Eles estavam com muita vontade pois é o seu primeiro ano na I Divisão, foi um triunfo muito importante para continuarmos confiantes”, considerou, recordando depois o percurso do adversário no campeonato.
“Empataram com o FC Porto, no primeiro jogo, e perderam por um golo com o SL Benfica, sendo que não mereciam a derrota. Esses resultados são uma prova da qualidade da AJ Viana e do seu plantel. Esperamos muitas dificuldades, num campeonato muito equilibrado e em que cada jogo é de elevada dificuldade. Temos de fazer uma grande exibição se queremos somar os três pontos”, reforçou.
A finalizar, o espanhol elogiou a evolução do campeonato português e apontou a chegada de jogadores estrangeiros como uma das razões para o crescimento do nível competitivo.
“O campeonato português sempre foi competitivo. Ainda assim, nos últimos anos têm chegado jogadores estrangeiros de qualidade da Argentina, Espanha e Itália. Os portugueses ainda cá estão, mas os que vêm de fora fazem com que esta competição seja cada vez mais forte”, concluiu.

Fonte- Sporting CP

Sexta Feira