a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Parede intransponível ...

Domingo , Set 26 2021
38

FC Porto vence na ...

Domingo , Set 26 2021
17

SC Tomar soma três ...

Sábado , Set 25 2021
66

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61046

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29290

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
23598

CN Sub15 Norte A: FC ...

Segunda-feira , Mai 01 2017
1530

Andrés Zapata e Hugo ...

Terça-feira , Jun 23 2020
832

Guilherme Nicolau renova ...

Quinta-feira , Jul 20 2017
1089

05 Barbeiro Completo 500h Pluriform

026e3e57df742cfdd1d60171228583a2

FC Porto emitiu comunicado a propósito dos incidentes que ocorreram no jogo de hóquei em patins com o Sporting.
O FC Porto emitiu esta segunda-feira um comunicado, em que esclarece os incidentes durante o clássico de hóquei em patins com o Sporting, no sábado, aproveitando também para responder às acusações tecidas por Miguel Albuquerque, diretor de Modalidades do Sporting, no Facebook.
"O FC Porto lamenta que o diretor geral das modalidades do Sporting Clube de Portugal, através da sua página pessoal no Facebook, tenha tecido considerações falsas sobre a natureza das intervenções de dirigentes e funcionários do nosso clube na zona em que ocorreu uma lamentável zaragata entre adeptos que também envolveu o sr. Miguel Albuquerque durante o jogo FC Porto-Sporting em hóquei em patins. A nossa única preocupação foi a de tentar circunscrever e sanar o incidente", asseguram os dragões, que revelam que, após o final da partida, Pinto da Costa telefonou a Frederico Varandas:
"De resto, após o final do jogo, o próprio Presidente do FC Porto cuidou de contactar o seu homólogo do Sporting Clube de Portugal para lhe dar a conhecer os detalhes da situação", acrescenta o emblema azul e branco, que rejeita a ideia de "branqueamento do incidente".
"Nas horas subsequentes, com a calma desejável mas também com o rigor que a situação exigia, o FC Porto mobilizou todos os meios para identificar o adepto em causa, convidado num camarote de empresa. Este processo de identificação foi hoje [segunda-feira] mesmo concluído, tendo o FC Porto comunicado à polícia e, desde já, interditado o acesso desse adepto ao nosso pavilhão. Cai assim por terra a suspeita lançada pelo sr. Miguel Albuquerque sobre um branqueamento deste incidente", conclui o FC Porto, revelando que o agressor foi identificado e proibido de entrar no Dragão Caixa.

Leia o comunicado do FC Porto na íntegra:

"O FC Porto repudia veementemente os acontecimentos ocorridos no último sábado no Dragão Caixa

O FC Porto lamenta que o diretor geral das modalidades do Sporting Clube de Portugal, através da sua página pessoal no Facebook, tenha tecido considerações falsas sobre a natureza das intervenções de dirigentes e funcionários do nosso clube na zona em que ocorreu uma lamentável zaragata entre adeptos que também envolveu o sr. Miguel Albuquerque durante o jogo FC Porto-Sporting em hóquei em patins.

A nossa única preocupação foi a de tentar circunscrever e sanar o incidente.

De resto, após o final do jogo, o próprio Presidente do FC Porto cuidou de contactar o seu homólogo do Sporting Clube de Portugal para lhe dar a conhecer os detalhes da situação.

Nas horas subsequentes, com a calma desejável mas também com o rigor que a situação exigia, o FC Porto mobilizou todos os meios para identificar o adepto em causa, convidado num camarote de empresa.

Este processo de identificação foi hoje mesmo concluído, tendo o FC Porto comunicado à polícia e, desde já, interditado o acesso desse adepto ao nosso pavilhão.

Cai assim por terra a suspeita lançada pelo sr. Miguel Albuquerque sobre um branqueamento deste incidente.

A Direção do FC Porto"

Fonte- Jornal “O Jogo”