a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Nelson Mateus vai falar ...

Sexta-feira , Abr 16 2021
76

Vasco da Gama abdica de ...

Sexta-feira , Abr 16 2021
172

Retoma da Atividade ...

Sexta-feira , Abr 16 2021
72

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60160

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28142

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22511

FPP atualiza lista dos ...

Segunda-feira , Abr 17 2017
2042

Luís Sénica eleito ...

Sábado , Dez 15 2018
901

João Graça - “O ...

Sexta-feira , Out 16 2015
1882

3 Massagista Essencial 2

lorvao slbscp hoquei 3

Depois de vencer o Benfica com clareza no Pavilhão da Luz (1-4 para o Sporting), Paulo Freitas destacou a atitude dos seus jogadores, que estiveram muito tempo em inferioridade numérica devido a uma arbitragem que teve "um dia francamente mau".
"Reconheço que não estou muito lúcido para fazer uma análise à partida, até pelas emoções vividas. 13 minutos com menos um, 13 minutos! É muito tempo. Uma equipa está 13 minutos a jogar com menos um e consegue cortar todas as acções do Benfica não merece perder o jogo. Merece muito mais, merece tudo. Tivemos dois excelentes árbitros que tiveram um dia francamente mau, com dualidade de critérios. Claramente tivemos forças contra nós, mas conseguimos ir buscar forças onde elas não existem. Isso é determinado pela qualidade e pelo carácter da equipa. Voltámos a sair daqui bem vivos, já nos estavam a fazer o enterro. Satisfeitos pela vitória, porque é o dérbi eterno em casa do nosso rival, mas só ganhámos três pontos, mais nada", contou o técnico Leonino em conferência de imprensa.
Sobre Zé Diogo, guarda-redes que substituiu Ângelo Girão durante vários minutos no segundo tempo, Paulo Freitas explicou que não ficou surpreendido com a exibição porque o guardião "tem qualidade". "O Zé [Diogo] normalmente não é utilizado, mas é uma pessoa com um carácter excelente e tem qualidade, porque se não tivesse não estava a representar o Sporting", disse.
Finalmente, Paulo Freitas elogiou também a prestação dos adeptos Sportinguistas que encheram a zona que lhes foi destinada e não pararam de apoiar os campeões nacionais. "Fantásticos. Em casa do eterno rival, demos-lhes uma satisfação enorme e a única coisa que peço é que agora continue a existir o mesmo civismo. Ganhámos o jogo, saímos daqui satisfeitos e espero que todos saiam. Obrigado aos adeptos, foram fantásticos como têm sido sempre", concluiu.

Fonte/Foto- Sporting CP