a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Pedro Henriques- “Jogo ...

Sábado , Abr 10 2021
39

Jordi Bargalló- ...

Sábado , Abr 10 2021
50

Miguel Rocha - ...

Sábado , Abr 10 2021
31

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60148

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28101

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22473

2.ª Div. Norte: AA ...

Segunda-feira , Nov 14 2016
1380

Pedro Nunes fala num ...

Domingo , Out 08 2017
970

Dário já é jogador do BIR

Quarta-feira , Ago 27 2014
2288

3 Massagista Essencial 2

50237759 402948550476440 7650597301307572224 n

A equipa do SC Tomar não conseguiu anular os quatro golos de desvantagem que trazia referente à 1.ª mão dos oitavos de final da Taça Europe Cup, frente ao Sarzana, e embora tenha vencido por 5-3, não chegou para seguir em frente na prova.
Jogo onde a equipa tomarense, desde o primeiro minuto assumiu as despesas do jogo, mas foi a formação do Sarzana a adiantar-se no marcador, passavam 8 minutos do primeiro tempo.
Balde de água fria no Municipal “Cidade de Tomar”, mas os leões não abanaram e mantiveram a pressão sobre a defesa italiana.
O empate surge aos 20 minutos por Pedro Martins, numa jogada individual. Festa no banco do SCT, a acreditar na reviravolta, mas na bola de saída, o Sarzana volta à vantagem, num golo fortuito com a bola a bater no patim de um defesa leonino e a enganar o guardião tomarense.
Seria Candeias que voltaria a empatar a partida a 1 minuto do intervalo, dando o mínimo de justiça ao marcador. Guilherme Silva a 38 segundos do intervalo, chamado a marcar um LD (10.ª falta do Sarzana), não conseguiu enganar o guardião italiano.
Segunda parte com o SC Tomar a manter a pressão sobre o Sarzana, que defendia como podia e “Xanoca” aos dois minutos coloca a equipa ribatejana a vencer pela primeira vez na partida.
O mesmo jogador, a entrar com muita “gana” voltaria a abanar as redes do Sarzana ao fazer o 4-2, estavam decorridos 7 minutos de jogo.
A equipa acreditava, o muito publico presente no Pavilhão “empurrava” a formação e Jorge Godinho, mas por isto ou por aquilo a bola teimava a não entrar na baliza italiana.
O Sarzana dispõe de um LD (após Azul mostrado a Candeias), desperdiça e pouco depois é o SC Tomar, através de Xanoca que não consegue converter um LD que poderia colocar a formação tomarense a apenas um golo do empate na eliminatória.
O jogo aproximava-se do fim, a equipa tomarense pressionava quase a campo inteiro, e com isso a abrir o jogo e a criar espaços. O Sarzana as 17 minutos reduz de LD após um Azul mostrado a Xanoca.
A quatro minutos do final do encontro João Candeias volta a abanar as redes do Sarzana, e o sonho reacendeu-se. Faltavam ainda dois golos, mas a equipa italiana soube congelar a bola, perante um SC Tomar, intenso, a entregar-se a cada bola como se fosse a última, a deixar a “pele em campo” mas o resultado já não se alteraria.
Excelentes oportunidades, para os dois lados numa fase de jogo totalmente aberta com os dois guarda redes, em particular Diogo Alves a mostrarem-se imperiais na defesa das suas balizas.
Valeu a atitude, a forma como a formação leonina se entregou ao jogo, dando tudo o que tinha para seguir em frente na prova, suando a camisola e acreditando até ao final no sonho que levavam com eles.
Saem da prova, mas de cabeça erguida, ficando a ideia que eram superiores aos italianos. Valeu a estes o resultado da primeira mão para garantirem a presença nos quartos de final da competição.

Foto- Ricardo Rodrigues