a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Sorteio da Fase 2 do ...

Segunda-feira , Jan 17 2022
0

1.ª D- Resumo da AD ...

Segunda-feira , Jan 17 2022
0

Valongo está de volta ...

Segunda-feira , Jan 17 2022
0

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61616

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30142

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24443

Nélson Gomes é o novo ...

Quinta-feira , Out 30 2014
2905

Ângelo Girão- ...

Quinta-feira , Abr 30 2020
765

Paulo Pereira quer levar ...

Sexta-feira , Abr 09 2021
322

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

46755363 985929498265367 8713768270194278400 n

Jogo intenso entre FC Porto Fidelidade e Oliveirense termina com uma igualdade
Bom espetáculo de hóquei em patins em Oliveira de Azeméis, com uma igualdade (1-1) entre FC Porto Fidelidade e Oliveirense na 6.ª jornada do Campeonato Nacional. Os golos surgiram na etapa complementar, com Marc Torra a colocar a equipa da casa em vantagem e Hélder Nunes a fixar o resultado final, com um grande golo, pouco depois.
Depois de vencer o Reus na Catalunha, para a Liga Europeia (4-2), o FC Porto Fidelidade voltou a centrar atenções no Campeonato Nacional, visitando outro dos candidatos ao título. A Oliveirense reforçou-se com elementos de qualidade para a época 2018/19, incluindo o ex-portista Jorge Silva.
Os Dragões entraram melhor no encontro disputado no Pavilhão Dr. Salvado Machado, perante uma boa moldura humana, composta por adeptos locais e igualmente por seguidores da equipa portista. Num jogo disputado a um ritmo intenso, o FC Porto Fidelidade criou várias oportunidades de golo mas Carles Grau também se destacou do outro lado do rinque, sobretudo nos minutos finais da primeira parte, quando a Oliveirense ameaçou colocar-se em vantagem.
O empate ao intervalo aceitava-se mas o espetáculo justificava o surgimento de golos. Entre picardias e algumas decisões contestadas da equipa de arbitragem, seria a Oliveirense a inaugurar o marcador. Ao minuto 33, Marc Torra conseguiu bater Grau na recarga de um livre direto.
O FC Porto Fidelidade respondeu de imediato. Após uma série de intervenções de Xavier Puigbí, seria o capitão Hélder Nunes a restabelecer a igualdade com um excelente remate de meia distância. Até final, os Dragões arriscaram mais em busca do triunfo mas a equipa da casa também beneficiou de algumas oportunidades de golo. O encontro terminaria sem mais alterações no resultado e um sentimento de justiça partilhado pelos intervenientes nas declarações após o apito final.

Fonte- FC Porto
Foto- UD Oliveirense