a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“Um dérbi é um jogo para ...

Sexta-feira , Jan 22 2021
91

A Liga Europeia Feminina ...

Sexta-feira , Jan 22 2021
34

EHCA com posição comum ...

Sexta-feira , Jan 22 2021
65

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59921

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27845

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22206

Carlos Santos vai ...

Quarta-feira , Jan 02 2019
624

2.ª D- Sul- Sintra trava ...

Domingo , Mar 12 2017
2003

XXIX Torneio “Páscoa em ...

Quarta-feira , Abr 12 2017
3122

2 Barbeiro

2018 ribadaveO pavilhão municipal de Barcelos recebeu a final da XII Taça Jorge Coutinho tendo como protagonistas Riba d'Ave e OC Barcelos.
Curiosamente um derby minhoto que serviu de aperitivo para o nacional da 1ª divisão onde ambos os conjuntos se encontram na primeira jornada e de novo em Barcelos.

Uma partida vivida com muita intensidade e sempre com incerteza em relação ao vencedor e ao resultado final.
O Riba d'Ave venceu o jogo por 5-4.

Logo aos 3' Rúben Sousa viu o cartão azul, originado um livre direto que Daniel Pinheiro não aproveitou perante Ricardo Silva.
A jogar com mais um elemento o Riba d'Ave não soube aproveitar, antes pelo contrario cometeu infracção de cartão azul de Bruno Serôdio, tendo Álvaro Morais falhado o livre direto.
Foi ainda com menos um jogador que o Riba d'Ave teve a grande oportunidade de marcar por Daniel Pinheiro que isolado não conseguiu bater o guarda redes do OC Barcelos.
Numa partida aberta, aos 9' mais um lance de bola parada, uma grande penalidade que Gonçalo Nunes desperdiçou.
Na sequência do lance o Riba d'Ave pegou na bola e Hugo Azevedo inaugurou o marcador.
Aos 15' numa triangulação ofensiva o Riba d'Ave fez o 2-0 por Raul Meca.
O OC Barcelos não conseguia reagir e o Riba d'Ave aos 17' voltou a fazer estragos na baliza barcelense com Tomas Pereira de grande penalidade a aumentar para 3-0.
Aos 24' grande penalidade para o OC Barcelos que Gonçalo Nunes na recarga aproveitou para reduzir para 3-1 após defesa de Diogo Fernandes.

Na segunda parte o OC Barcelos chegou a marcar mas a dupla de arbitragem anulou.
O Riba d'Ave aos 9' beneficiou de um livre direto pela décima falta barcelense, com Hugo Azevedo a não falhar diante Ricardo Silva, fazendo o 4-1.
Aos 13' a partida aqueceu a todos os níveis, obrigando a que Diogo Casanova e Joca Guimarães fossem punidos com cartão azul.
Com o conjunto de Barcelos totalmente direcionado para o ataque, foi a vez de brilhar o guarda redes Pedro Freitas evitando por várias vezes do golo da equipa barcelenses, numa delas um livre direto de Álvaro Morais aos 18'.
Do outro lado em contra ataque o Riba d'Ave também dava trabalho a Ricardo Silva.
De tanto procurar o OC Barcelos conseguiu aos 19' fazer o 2-4 por Zé Pedro e aos 21' o 3-4 por Gonçalo Nunes de livre direto.
A resposta do Riba d'Ave apareceu aos 22' por Diogo Seixas que isolado faz o 3-5.
Ainda no mesmo minuto Hugo Azevedo de livre direto podia ter feito o sexto mas Ricardo Silva defendeu.
No final de loucos, aos 23' Gonçalo Nunes ainda reduziu para 4-5.