a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paulo Freitas- “É o ...

Sábado , Set 18 2021
10

Sporting CP disputa a ...

Sábado , Set 18 2021
11

Convocatória final da ...

Sábado , Set 18 2021
14

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61017

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29235

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
23562

Gupilhares vai ter ...

Quinta-feira , Dez 12 2019
743

Campeonatos Regionais da ...

Segunda-feira , Nov 27 2017
995

3.ª D – Zona D – HC ...

Terça-feira , Nov 15 2016
1534

05 Barbeiro Completo 500h Pluriform

image content 1670951 20180814181235

<Sandro Abreu de Freitas vai jogar na equipa de hºoquei em patins do CF Carvalheiro que vai participar no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, zona Norte B, cujo arranque oficial está aprazado para o dia 29 de Setembro. Trata-se de um importante reforço para este novo projecto da colectividade, que ganha assim dimensão nacional, naquela que é uma importantíssima expressão do seu crescimento desportivo e social.

Ligado ao hóquei em patins desde os quatro anos, Sandro Abreu de Freitas fez toda a sua formaзгo no CD Sгo Roque, emblema que representou atй aos 23 anos e ao qual regressou na temporada transacta. No seu currículo desportivo, que inclui ainda passagens pelo CD Barreirense (2011/2012) e pelo CS Marнtimo (2013/2014 a 2016/2017), conta com diversas presenças na Seleção da Madeira e duas subidas а 2.ª Divisão Nacional. O novo reforço do CF Carvalheiro foi ainda distinguido pelo Jornal Record no Âmbito do seu Prйmio Fair-Play no ano de 2015.

Ao site do CF Carvalheiro, Sandro Abreu de Freitas explicou que aceitou o desafio “pela credibilidade, visгo, seriedade, ambição e competência da equipa técnica, com quem tive a oportunidade de trabalhar no passado”, bem como pelo “pelo entusiasmo, pragmatismo, frontalidade e lealdade do seu presidente Pedro Araújo na forma como geriu este processo de transferência”. Apesar de considerar que foi uma decisão difícil, refere que pesou também “a paixão e o amor pela modalidade e a oportunidade de voltar aos Nacionais, onde tudo se vive mais intensamente: o treino, o sacrifício, a vitória, a derrota e o colectivo”. Perspectivando a época que se vai iniciar em breve, Sandro antevê muitas dificuldades e grandes emoções, destacando o facto do “Norte ser uma zona historicamente mais competitiva, onde estão as melhores equipas” e ressalvando que “o grupo de trabalho precisa de trabalhar muito para absorver as ideias e a mentalidade do mister, que й forte e requer muita disciplina táctica e técnica”.>

Foto±Fonte: Dnoticias.pt