a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CD Povoa - AA Espinho ...

Sexta-feira , Out 23 2020
104

Telmo Pinto- “Vamos ter ...

Sexta-feira , Out 23 2020
26

Álvaro Ferreira- “temos ...

Sexta-feira , Out 23 2020
56

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59527

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27418

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21825

Camp. Nac. Norte - 6.ª ...

Quinta-feira , Jun 11 2015
1269

GD Sesimbra apresenta ...

Quarta-feira , Ago 22 2018
681

Juventude Pacense com ...

Segunda-feira , Mai 27 2019
683

Cursos Grupos 2

paulofreitas

Paulo Freitas dedicou a vitória aos Sócios e adeptos que muito apoiaram a equipa no Pavilhão João Rocha
1.543 espectadores: o número de Sportinguistas que marcaram presença no Pavilhão João Rocha para assistir à partida frente à Oliveirense, a contar para a segunda mão dos quartos-de-final da Liga Europeia. Depois do triunfo por 3-2, Paulo Freitas teve vontade de abraçar cada um deles e explicou porquê.
"Juntos somos mesmo mais fortes. Nos últimos 10 minutos, sentindo que a equipa estava em dificuldades, o apoio foi ainda mais notório. Esta vitória também é deles e apeteceu-me entrar na bancada para abraçar cada Sportinguista", revelou o técnico leonino, que deixou uma só certeza relativamente ao futuro dos leões na prova.
"É possível estarmos entre as duas melhores equipas da Europa. Já estamos nas quatro melhores e temos de viver este momento com grande intensidade e satisfação. Nesta altura, também é importante recuperar os jogadores, agradecendo-lhes a atitude que vêm demonstrando, o sacrifício. É esta a dinâmica", 'aplaudiu'.
Quando questionado acerca da estratégia necessária para que os atletas não caíssem no erro de desvalorizar uma formação à qual já tinham ganho por 9-1, o treinador verde e branco mostrou-se assertivo. "Lidero um conjunto de pessoas inteligentes. O resultado que aqui aconteceu no campeonato foi um perfeito engano. Aquela não é a diferença entre os dois conjuntos. Era uma eliminatória equilibrada e muito difícil. Lembrem-se: a Oliveirense foi a finalista vencida das duas últimas edições da Liga Europeia. Não é uma equipa qualquer", afirmou.
Antes de terminar, Paulo Freitas voltou a elogiar a postura que os seus jogadores têm conseguido adoptar. "Torna-se crucial sentir que o trabalho e a aposta nas pessoas tem surtido efeito. Confiaram em nós e as coisas estão a acontecer de forma natural. Temos os pés bem assentes no chão e a clara noção de que não está tudo bem quando ganhamos, nem tudo mal quando perdemos", terminou.

Fonte- Sporting CP