a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Benfica vence ...

Sábado , Jan 25 2020
30

Cabestany- “esta é uma ...

Sexta-feira , Jan 24 2020
91

Miguel Vieira- “jogar o ...

Sexta-feira , Jan 24 2020
104

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58061

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25942

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20673

Gonçalo Alves: "Queremos ...

Quarta-feira , Nov 25 2015
893

Resumo Liga Europeia ...

Quarta-feira , Fev 10 2016
979

HC Braga quer dar ...

Sexta-feira , Out 03 2014
2244

interioresCabeleireiro ESS Q

Paulo Freitas 1

Paulo Freitas comentou as expectativas para o encontro de amanhã, frente ao Turquel, com um apelo e um agradecimento aos Sportinguistas
O treinador da equipa principal de hóquei em patins, Paulo Freitas, lançou o desafio deste sábado, a contar para a quinta jornada do campeonato nacional, frente ao Turquel. Uma oportunidade para não quebrar a série invicta desta temporada 2017/18: "Queremos passar para cinco jogos com outras tantas vitórias. Com todo o respeito que o Turquel nos merece, com toda a qualidade que a equipa tem, queremos mais uma vitória e os respectivos três pontos. O Turquel tem os seus princípios bem definidos, com um treinador novo mas com escola enraízada, que já vem desde a sua formação – e honra seja feita ao professor João Simões que tem um bom trabalho de base –, portanto é uma equipa jovem, ambiciosa, que normalmente dá bons espectáculos. Queremos conciliar um bom espectáculo à conquista dos três pontos, sendo este segundo objectivo o principal", comentou.
O técnico leonino não perdeu ainda a ocasião de lançar um apelo aos adeptos, com um agradecimento especial à família leonina. "Já tive oportunidade de o dizer no final do jogo em Viana do Castelo: fiquei muito satisfeito e agradeci aos adeptos que lá estiveram. Deram-nos uma força extra naqueles momentos em que sabemos que não conseguimos controlar. Porque nunca se consegue controlar todos os momentos do jogo. Foram importantes porque os sentimos junto a nós, um carinho essencial. Evidentemente, gostamos muito mais de jogar em casa. A todos os que têm aparecido, o nosso muito obrigado. Os que ainda não puderam aparecer, se tiverem oportunidade, façam-no. Ficamos sempre mais fortes".

Fonte- Sporting CP

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação