a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Leões perdulários, ...

Sábado , Nov 28 2020
35

OC Barcelos derrota HC ...

Sábado , Nov 28 2020
35

Argentinos Platero e ...

Sábado , Nov 28 2020
50

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59648

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27537

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21947

Resumo do AD Valongo – ...

Segunda-feira , Out 29 2018
782

Leonardo Tomba expulso ...

Domingo , Nov 23 2014
1938

CP Sobreira apresenta ...

Terça-feira , Set 29 2020
619

Pluriform PP1

P5203109

SC Tomar – OC Barcelos 2-1

O SC Tomar recebeu e venceu esta tarde de sábado a formação do OC Barcelos por 2-1 e deu, certamente, o passo decisivo para a manutenção na primeira divisão.
Jogo onde o Barcelos chegava como favorito mas nos cinquenta minutos de jogo a mostrar alguma passividade, provavelmente algum cansaço, que acabou por ser aproveitada pela formação leonina para garantir os três preciosos pontos.
Primeira parte de equilíbrio, e se nos primeiros minutos o Barcelos ameaçou de forma mais perigosa a baliza de Marco Gaspar, o certo é que com o decorrer dos minutos a equipa leonina foi perdendo a vergonha e começou a jogar de igual para igual.
A defender bem com marcações individuais bem definidas o SC Tomar cortou a criatividade ofensiva dos minhotos e foi ameaçando a baliza de Ricardo Silva. E foi o SC Tomar a ter a grande oportunidade do primeiro tempo mas Paulo Passos a desperdiçar um LD após um Azul mostrado a Luís Querido, estavam decorridos 15 minutos de jogo. Até final deste período, sinal mais do conjunto nabantino mas o nulo a subsistir quando soou pra o intervalo.
A segunda parte traria mais emoção à partida, embora a qualidade do jogo não fosse mais que um tanto, o certo é que foi neste período que aconteceram os golos.
E seria mesmo o Barcelos a inaugurar o marcador por “Alvarinho” aos 10 minutos na transformação de um LD após a 10.ª falta leonina.
O SC Tomar teve que assumir o jogo, arriscou e pressionou alto defendendo a todo o rinque, abrindo assim o jogo e criando situações de apuro para as duas balizas, fruto dos constantes contra ataques que se criavam. E foi desta forma que chegou ao empate após a 10.ª falta do Barcelos com Ivo Silva a não perdoar e a fazer o empate, decorria o minuto 18.
A equipa ribatejana teve oportunidade, então de ganhar vantagem, mas Paulo Passos, e David Costa a não conseguirem converter uma GP e um livre directo, respectivamente.
Mas o avançado leonino, Paulo Passos conseguiu pouco depois concretizar a remontada ao fazer o 2-1 aos 21 minutos.
Com o Pavilhão ao rubro, foi então que o Barcelos puxou dos galões e tentou chegar ao empate que só não surgiu porque “Alvarinho” acertou no poste da baliza defendida por Marco Gaspar na sequência de um LD após Azul a Paulo Passos, faltavam então 3 minutos para o términus do jogo.
Até final, nervos em franja do lado dos tomarenses que seguravam com unhas e dentes esta magra vantagem, conseguindo, a custo, garantir os três pontos.
Vitória que se aceita, muti por culpa de Marco Gaspar, que nesta tarde soalheira e bem quente, fez, talvez, uma das melhores exibições ao serviço da equipa leonina, e foi, decididamente, o garante desta vitória que deve ter definitivamente garantido a permanência da equipa ribatejana na montra maior do hóquei em patins nacional.
O Barcelos veio a Tomar consciente da sua superioridade mas encontrou um conjunto guerreiro e que neste jogo, esteve a um nível alto, mostrando muita concentração, em particular defensiva, que acabou por surpreender a equipa minhota, que enquanto pode, não procurou ganhar vantagem e quando quis foi impotente para o conseguir.
Quanto à arbitragem, alguns erros, mas que não foram determinantes para o desfecho da partida.
O SC Tomar após este jogo soma 26 pontos, reforçando o 8.º lugar com o Barcelos a manter a 5.ª posição com 39 pontos.

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação