SportoingRaquetes123

«Foi um dia diferente aquele que toda a equipa de hóquei em patins passou, experimentando a modalidade de padel.
Esta manhã de sexta-feira foi diferente das demais para o plantel de hóquei em patins do Sporting CP. Desde logo porque não incluiu patins. Os jogadores e respectiva equipa técnica dirigiram-se até ao Lx Indoor Padel, em Loures, para experimentar a modalidade. Com um pouco menos talento do que nos rinques, mas boa disposição durante toda a actividade, os leões competiram entre si e, no final, Paulo Freitas, treinador da equipa leonina, analisou a performance dos seus pupilos.

"Claramente o Tuco é o melhor. O João Pinto aproveitou as suas valências para poder também ganhar, mas o Tuco está acima dos restantes", opinou, meio em jeito de brincadeira, fazendo de imediato o paralelo para a modalidade de que faz parte. "Aquilo que é fundamental no hóquei em patins é entendermos que não podemos estar à espera que o nosso vizinho do lado resolva. Por outro lado, por norma um mau desempenho individual afecta o colectivo", considerou o técnico, explicando melhor o porquê da opção pelo padel.

"Tirámos os jogadores do contexto habitual, dos patins, dos sticks, das luvas, das joelheiras, e criámos uma actividade diferente, com um carácter muito lúdico, onde se criam algumas dinâmicas de grupo e onde se fomentam sentimentos de partilha, de grupo e de coesão. Sempre disse que respeito o passado, mas entendo que este tipo de coisas são permanentemente necessárias. Teremos de o fazer de forma constante e não só pelo facto de eventualmente termos sentido que pudesse faltar. Não é disso que se trata. É apenas porque entendemos que é fundamental para o processo este tipo de actividades", justificou, Paulo Freitas, ressalvando não ter encontrado qualquer tipo de problemas no seio do balneário verde e branco.»

Fonte | Foto: Sporting CP

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva