a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª Sul- Sintra impôs ...

Terça-feira , Nov 24 2020
2

HC Braga soma a primeira ...

Terça-feira , Nov 24 2020
5

Hóquei, só de 1.ª divisão

Segunda-feira , Nov 23 2020
85

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59636

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27524

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21932

Riba d’Ave HC já ...

Quarta-feira , Set 02 2015
1365

"A Europa é nossa" - ...

Segunda-feira , Nov 06 2017
840

CA Feira realiza ...

Quinta-feira , Set 22 2016
1016

Pluriform PP1

img 770x4332017 03 02 23 55 02 1231844

Os treinadores do Benfica e do OC Barcelos, respetivamente Pedro Nunes e Paulo Freitas, vão ter de ‘reconstruir’ as equipas no próximos compromissos oficiais, tanto no Nacional da 1ª Divisão como ma Taça de Portugal. Tudo porque os benfiquistas Tiago Rafael e Guillem Trabal e o minhoto Hugo Costa foram severamente castigados pelo Conselho Disciplinar da Federação, após as expulsões de que foram alvo na partida que ambas as equipas realizaram no passado domingo e que terminou com uma igualdade (6-6).
Tiago Rafael e Hugo Costa foram os mais penalizados, uma vez que foram punidos com três jogos de suspensão, enquanto o guarda-redes espanhol das águias foi castigado com dois.
Assim, enquanto Tiago Rafael e Hugo Costa só voltam a jogar a 8 de abril, quando o Benfica receber o Sp. de Tomar e o OC Barcelos se deslocar a Lisboa para defrontar o Sporting (19ª jornada), Guillem Trabal já pode defrontar o Turquel, a 25 de março (18ª ronda).
Entretanto, os Clubes vão apresentar recurso dos castigos. No caso do Benfica é já do conhecimento público essa decisão. "Vamos recorrer, evidentemente. O Benfica está a ser duplamente penalizado. Os dois jogadores foram expulsos e agora vamos ficar sem esses atletas... Consideramos que as expulsões foram injustas e as penalizações excessivas, face a outros casos passados", disse ao nosso jornal uma fonte do clube.

Em Viana

Mas a reunião do Conselho Disciplinar também se debruçou sobre a expulsão do treinador da Juv. Viana, no jogo que realizou no sábado frente à Oliveirense e que terminou com a vitória da equipa de Tó Neves (2-1), na conversão de um penálti, a 27 segundos do final, por Ricardo Barreiros.
Os protestos do técnico vianense ante o árbitro Rui Torres mereceram um castigo da CD de 28 dias de suspensão, a partir de 26 de fevereiro, o que significa que só volta ao banco a 8 de abril, quando a equipa minhota se deslocar ao recinto do Riba d’Ave.
Refira-se, como curiosidade, que o próximo jogo da Juv. Viana é amanhã, no Pavilhão Fidelidade, na Luz, frente ao Benfica.

Foto: MoveNoticias
Fonte – “Jornal “Record”

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação