a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

LE- Final- Resumo do ...

Segunda-feira , Mai 16 2022
2

Edo Boch- “o jogo de ...

Segunda-feira , Mai 16 2022
2

Nuno Pinto- “Isto ainda ...

Segunda-feira , Mai 16 2022
16

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61955

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30668

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24886

Amizade sobre Rodas nas ...

Quarta-feira , Mai 09 2018
1271

II D - AA Coimbra vence ...

Quarta-feira , Abr 11 2018
1065

FC Barcelona vence ...

Quarta-feira , Nov 11 2015
1468

ventosaterapia

15977261 1224334130980468 1911612922986274957 n

A Juventude de Viana joga este Sábado, na vizinha Espanha, às 19h30, o apuramento para os quartos de final da Taça CERS diante do Vilafranca. Na bagagem a equipa de Viana do Castelo leva a ligeira vantagem conseguida em casa (3-1).
Para o treinador Renato Garrido a Juventude de Viana tem todas as possibilidades de passar à próxima fase desta competição internacional."Vamos fazer todos os possíveis para que isso aconteça. Queremos crescer como equipa todos os dias".
Além da motivação há muito trabalho desenvolvido a pensar neste jogo e nem o hipotético adversário da próxima fase (Follonica ou Barcelos) preocupa os vianenses. "Neste momento estamos focados neste nosso adversário", adiantou o treinador.
Claro que não podemos esquecer que, na época passada, este mesmo Vilafranca afastou os minhotos precisamente dentro de portas. Por isso, o professor Renato Garrido tem a lição muito bem estudada e salienta as dificuldades impostas pelos espanhóis.
"É um adversário que vale pelo seu todo tem princípios de jogo bem definidos. É uma equipa com um modelo de jogo tipicamente espanhol. Quanto aos meu jogadores têm sido fantásticos na entrega ao trabalho. Temos sido humildes e disputamos todos os jogos como se fossem finais. Esta é mais uma. A nossa arma é a superação coletiva e depois a individual".Então, e apesar de jogar fora de portas, a Juventude espera contrariar o factor casa. "Temos trabalhado este jogo com grande ambição, sabendo de antemão que vamos encontrar um adversário forte e que também quer passar esta eliminatória".
É certo que a Juventude leva uma margem importante de dois golos, mas nem de longe nem de perto tem a eliminatória ganha. "Claro que a diferença de golos é importante para nós, mas no hóquei em Patins pouco significa. Temos que manter a mesma concentração e vontade de ganhar que demonstramos no jogo anterior".

Fonte – Página facebook da AJ Viana

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha