a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Nuno Pinto- Estamos ...

Sábado , Abr 17 2021
0

Beatriz Figueiredo- ...

Sábado , Abr 17 2021
17

Leões vencem Sanjoanense

Sábado , Abr 17 2021
20

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60161

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28145

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22516

Torneio de Verão - Vila ...

Sexta-feira , Jul 26 2019
918

Juventude de Viana ...

Segunda-feira , Mai 07 2018
867

CE- Resumo Portugal- ...

Sexta-feira , Jul 20 2018
937

3 Massagista Essencial 2

sporting hockey

Sporting CP – Candelária SC 7-3

Equipa leonina derrotou por 7-3 o Candelária, em Alverca, continuando assim a campanha totalmente vitoriosa no Campeonato Nacional
Começou e acabou bem a terceira jornada para a equipa de Guillem Pérez, mas pelo meio o jogo tornou-se mais complicado do que se previa. Não que o adversário dos leões não tivesse valor – pelo contrário, chegou ao jogo desta tarde com duas vitórias em dois encontros – mas o 4-0 do final da primeira parte deu a ideia de que a partida estava resolvida, e não foi bem assim.
Com um início dividido e ambas as equipas a tentar implementar o seu jogo, o Sporting CP foi o primeiro a conseguir fazê-lo com sucesso aos cinco minutos da partida, após uma belíssima jogada de transição de Pedro Gil, que serviu com mestria João Pinto para o golo inaugural. O Candelária reagiu, mostrou ter capacidade para incomodar os leões, mas Ângelo Girão mostrou-se sempre superior ao travar as investidas contrárias.
Em sentido contrário, e após mais uma recuperação de bola precedida de um bom contra-ataque, Pedro Gil surpreendeu o guarda-redes contrário com um remate de meia-distância para o 2-0. Com a vantagem de dois, a equipa de Guillem Pérez conseguiu controlar a partida, chegando naturalmente ao terceiro, na sequência da marcação de uma grande penalidade convertida por Miras.
Com a vantagem em números mais expressivos, o Candelária expôs-se mais no momento ofensivo, o que deu mais espaço para os contra golpes do Sporting CP. Ferran Font, entretanto lançado na partida, avisou com um primeiro remate ao poste e, na segunda oportunidade, não desperdiçou e aumentou para 4-0, resultado que chegaria ao intervalo.
Na segunda parte o rumo do encontro parecia não se ter alterado, com a equipa leonina a mostrar-se amplamente superior e com um volume ofensivo bastante assinalável e, nesse sentido, Ferran Font pouco demorou a bisar e aumentou para 5-0. Aí, com o vencedor teoricamente decidido, o hóquei dos leões preocupou-se sobretudo em guardar a posse de bola, tornando-se menos objectivo do que havia sido no primeiro tempo e pagou por isso.
O Candelária, que apesar de estar a perder por números expressivos, sempre foi mostrando alguma qualidade, conseguiu reduzir por intermédio de um remate potente de Pedro Afonso, numa altura em que o Sporting CP contava com nove faltas feitas e, com duas transições rápidas em pouco espaço de tempo, chegou mesmo ao 5-2 e 5-3, por João Vieira (conhecido por “Johe”) e por Tiago Resende.
Com apenas dois golos de vantagem e numa altura em que não podiam efectuar mais faltas, os leões conseguiram remediar a situação exactamente através de um livre directo convertido por Pedro Gil, para o 6-3. Até final, o Candelária ainda ameaçou a três minutos e meio através do livre directo correspondente à 10.ª falta do Sporting CP, mas Girão levou a melhor no duelo individual. O desfecho do jogo ficou decididamente escrito com o golo de bom efeito de Miras, que fechou a contagem no 7-3.
Com a vitória, os leões continuam 100% vitoriosos, alcançado o terceiro triunfo em tantos outros jogos e impondo a primeira derrota ao Candelária, seguindo-se agora uma deslocação a Viana do Castelo.

Fonte- www.sporting.pt

Foto- www.mvpdesportiva.blogspot.pt  (Arquivo)

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeCabelo