a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Miguel Fortunato- ...

Sexta-feira , Abr 03 2020
189

Reinaldo Ventura à ...

Sexta-feira , Abr 03 2020
103

Reunião FPP e Clubes da ...

Quinta-feira , Abr 02 2020
75

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58459

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26343

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20974

Vitória, com hat trick ...

Sábado , Jan 30 2016
995

Taça Continental será a ...

Sexta-feira , Set 05 2014
2161

Paulo Freitas- “Esta ...

Domingo , Nov 03 2019
440

interiorespluri unhas J

FrestejosItaliagolo13

EspanhaFEstejosJogo1

EuroAzeméis'16 - Dia 5 - 1/1 final
Itália 1-0 Espanha

Constituição de todas as equipas

A Itália é o primeiro finalista do Campeonato Europeu de Hóquei em Patins, que decorre em Oliveira de Azeméis, após ter vencido por 1-0 frente à Espanha, numa partida emocionante até ao último segundo, mas onde valeu o golo de Frederico Ambrósio marcado logo aos 5' do primeiro tempo.

Foi logo aios 5' que Frederico Ambrósio fez o golo, colocando a Itália em excelente posição no encontro. Naturalmente os italianos souberam gerir bem essa vantagem, aliando-se também a Espanha, num dia de maior desacerto, com o jogo a chegar ao intervalo. Não foi por falta de ocasiões que as coisas não se alteraram na 2.ª parte, pois logo aos 3', Cristian Rodriguez teve uma grande penalidade, mas não foi capaz de chegar ao empate, com o jogo a manter-se com a vantagem mínima para a Itália. Entretanto 10.ª falta cometida pela Espanha, aos 8', mas Frederico Ambrósio, chamado a converter o livre direto, não foi capaz de ampliar a vantagem dos transalpinos, com a Itália a manter a vantagem mínima. O jogo seguia, o tempo passava e a bola teimava em não entrar e a Espanha dispõe de nova grande penalidade, mas Jordi Bargalló permitiu a defesa de Barozzi. Entretanto novo livre direto, desta vez respeitante à 10.ª falta italiana, mas Pau Bargalló imitou o irmão e também desperdiçou. Entretanto nova situação de grande perigo, mas não estava destinado que a bola entrasse, com a Espanha a desperdiçar uma grande ocasião de golo. O tempo estava a esgotar-se e apesar do pressing da Espanha, a Itália conseguiria segurar a vantagem até o jogo terminar, conseguindo marcar presença na final, onde defenderá o Título Europeu conquistado em 2014.

Agora restará aguardar pelo desfecho do encontro entre Portugal e a Suíça, para se encontrar o outro finalista que jogará frente à Itália.  

Foto: Marzia Catttini

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva