a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

3.ª D- Centro- União FE ...

Quinta-feira , Dez 05 2019
32

AP Setúbal- Convocatória ...

Quinta-feira , Dez 05 2019
41

Sergi Miras- “temos que ...

Quinta-feira , Dez 05 2019
49

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57701

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25615

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20390

Bambis da AD Oeiras ...

Sexta-feira , Nov 21 2014
1465

Tiago Ferraz (ADS): ...

Sexta-feira , Mai 06 2016
1227

Simão Lage (Parede FC): ...

Sábado , Nov 12 2016
1107

interioresinteriores

DiogoNEvesMacanetSHUM

Estivemos à conversa com Diogo Neves, um jovem de 21 anos, que depois de se destacar nos escalões de formação do Sporting CP e SL Benfica, seguiu para Espanha, onde representa a equipa do SHUM Balder Técnica, que disputa a OK Liga. Atualmente no 11.º lugar, Diogo Neves está confiante que a sua nova equipa irá conseguir a manutenção.

Plurisports (PLR): Como está a correr até agora a temporada?
Diogo Neves (Diogo): Individualmente penso que está a correr muito bem, sinto-me mais maduro com um estilo de jogo diferente e penso que estou a evoluir bastante. A nível coletivo não começamos da melhor forma, devido a ser uma equipa nova onde ninguém se conhecia e onde a média de idades ronda os 23 anos, levou algum tempo até nos acostumarmos uns aos outros e a criar rotinas, o que nos fez perder alguns pontos cruciais. Neste momento acredito bastante na nossa equipa e no que podemos fazer, já demonstrámos que podemos ganhar a qualquer adversário.

PLR: Cumprido o primeiro terço da temporada, quais os objetivos para esta época 2015/16?
Diogo: Os objetivos são claros desde o início da época, passa por garantir a manutenção e crescer tanto individualmente como coletivamente.

PLR: Que ainda esperas conquistar ao longo da tua carreira?
Diogo: Espero ser cada vez melhor e ganhar jogo após jogo, há muita coisa para conquistar mas tenho que dar um passo de cada vez.

PLR: Como foi o teu percurso até agora? Quais as melhores recordações?
Diogo: O meu percurso até agora penso que foi positivo, ganhei vários títulos na formação, fui campeão nacional em todos os escalões de formação, mas o título que mais me marcou foi o de campeão do mundo em 2013. Mas esses títulos são passado, na minha maneira de ver agora é que começa, tanto na primeira divisão Portuguesa como na OK Liga espanhola as dificuldades que enfrentamos são outras, já não existem facilidades e para se ser bom ou para se ser o melhor é preciso muito trabalho e determinação e por vezes não é suficiente.

PLR: Há quanto tempo jogas hóquei? Como e onde começaste a jogar?
Diogo: Jogo hóquei há 18 anos, comecei a patinar aos 2 anos devido à influencia do meu irmão, ele já praticava hóquei em patins nos Tigres de Almeirim, (clube da minha terra Natal) sempre que treinava eu pedia para ir assistir, até que o meu pai me deu uns patins e comecei a patinar. Uns anos depois recebi uma baliza de hóquei, e quando saia da escola passava as tardes a treinar em casa. Joguei no Hóquei Clube dos Tigres até aos 9 anos, e com 10 ingressei no Sporting Clube Portugal.

PLR: Qual a competição que mais gostaste de participar?
Diogo: As competições que gostei mais de participar foi o Europeu sub17 em Londres em 2010, o Mundial SUB-20 na Colômbia em 2013, e a Liga Europeia pela equipa Sénior do Benfica em 2013.

PLR: Há algum jogo que guardes na tua memória? O que podes dizer sobre isso?
Diogo: Tenho várias finais que guardo na minha memória, duas finais de campeonatos nacionais em especifico, uma quando ainda representava o Sporting Clube de Portugal, jogávamos a final de juvenis com o HC Braga e ganhámos em golo de ouro. A final de Juniores em 2012 contra o HC Braga também, onde marquei o LD que nos deu a vitória. E a que guardo com mais carinho foi a final do campeonato do mundo contra a Espanha onde ganhamos 4-1 e marquei dois dos quatro golos.

PLR: O que mais te fascina no hóquei?
Diogo: Eu vejo o Hóquei como um desporto extremamente fascinante porque para além de patinar, temos que manejar um stick e uma bola em simultâneo, mas o que me fascina mais neste desporto e é uma das razões pela qual estou a gostar bastante do campeonato espanhol é a imprevisibilidade das ações técnicas de cada jogador das ações táticas de cada equipa e ainda, a imprevisibilidade dos resultados. Penso que é a razão pela qual este desporto é tão bonito de se assistir.

PLR: Quais são as tuas expectativas para o futuro?
Diogo: Resta-me um ano de contrato com o SL Benfica, neste momento estou concentrado no meu trabalho e no clube que estou a representar, mas espero um dia regressar mais forte.

Um abraço desde Espanha,

Diogo Neves

Foto: Facebook Diogo Neves

workshops para rodapé Noticias VernizGel