a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paulo Almeida- “Mostrar ...

Quarta-feira , Fev 26 2020
26

AP Ribatejo vence Inter ...

Quarta-feira , Fev 26 2020
79

Reinaldo Ventura conta o ...

Quarta-feira , Fev 26 2020
62

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58250

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26143

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20809

Fabio Ramos deverá ...

Segunda-feira , Ago 27 2018
2085

Resumo Jogos Supercup ...

Terça-feira , Abr 12 2016
974

Euro Sub-17- Itália ...

Segunda-feira , Set 07 2015
1157

interioresCabeleireiro ESS Q

pedronunesbenfica

Tristeza estampada no rosto do técnico encarnado que procurava aqui o “triplete” depois da conquista no final da temporada transacta, do Campeonato e Taça de Portugal.
Em declarações à BTV, Pedro Nunes, era um Homem resignado, mas ainda assim deixou claro que a sua equipa foi a melhor em rinque, neste encontro que ditou o triunfo do Sporting CP.
"Acho que fomos claramente a melhor equipa, chegámos a uma vantagem de dois golos e só com um erro nosso é que o Sporting voltou ao jogo. Isso deu-lhe algum alento e confiança para a segunda parte. Na minha perspectiva, o Sporting teve o mérito de dar a volta ao resultado, mas também com alguma felicidade. Veja-se o segundo e o terceiro golos, que não são muito usuais. A partir daí, o Benfica foi atrás do prejuízo e foi uma equipa intensa, que nunca se deu por vencida e que dispôs de inúmeras oportunidades de golo, mais as superioridades numéricas. Há que cumprimentar o adversário, felicitá-lo. Os vencedores para mim são sempre justos, ainda que com alguma felicidade", frisou Pedro Nunes.

Fonte: www.slbenfica.pt

Foto: Jornal "A Bola"

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeSobrancelha