a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Alejandro Domínguez- ...

Quinta-feira , Fev 27 2020
20

Taça Latina joga-se em ...

Quinta-feira , Fev 27 2020
64

AP Porto promove Curso ...

Quinta-feira , Fev 27 2020
23

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58260

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26144

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20812

Rodolfo Santos é o novo ...

Terça-feira , Set 03 2019
573

Nicolía bisa e garante ...

Sábado , Set 21 2019
441

TP: HC Braga vence em ...

Domingo , Fev 12 2017
1068

interioresCabeleireiro ESS Q

CPiJxuTWwAAtVsB

A UD Oliveirense perdeu na noite de 4.ª feira em réus frente ao Clube local por 8-5 num partida intensa e com golos para toos os gostos.
Inicio de jogo com domínio português mas com o Réus a defender bem e a procuar chegar à baliza da Oliveirense em contra ataque. Foi a formação do Réus a inaugurar o marcador mas os últimos minutos deste primeiro tempo foram de emoção e golos. A Oliveirense aos 22 minutos empata por Souto, sol de pouca dura, já que Marc Coy (antigo jogador do SL Benfica) volta a colocar o Réus em vantagem, mas mais uma vez é João Souto a não perdoar e a fazer o empate, resultado com que se chegou ao intervalo.
Mas a segunda metade estava destinada a Marc Coy, esta noite “endiabrado” e a fazer estragos na defesa da Oliveirense.
Segundos após o recomeço da partida Joan Salvat coloca a formação da Catalunha pela terceira vez na frente do marcador, ao fazer o 3-2. Marc Coy pouco depois, numa jogada de contra ataque aumenta para 4-2 e é o mesmo jogador a fazer o 5-2 na conversão de uma GP.
Com o stick “On Fire”, o antigo jogador encarnado aumenta para 6-2. Pedro Moreira reduz para 6-3, mas Marc Ollé faz o 7-3, quando ainda havia cerca de sete minutos para se jogar.
Os minutos finais foram de loucura com Marc Coy a aumentar para 8-3, fazendo o seu quinto golo na partida. A formação de Tó Neves nos últimos minutos a minimizar os estragos, com João Souto e Pedro Moreira a colocarem o resultado em 8-5, com que terminou a partida.
Agora seguem-se Calafell e CE Noia neste mini ciclo por terras de Espanha.

Tó Neves no final da partida, à página oficial do facebook,  deixou uma pequena resenha do que se passara em campo.

"Foi um jogo com duas partes distintas. Na primeira parte o resultado esteve nivelado e a equipa esteve coesa e depois na segunda parte o resultado desnivelou-se, a equipa actuou um pouco precipitada. Num ringue bastante difícil o Réus consegui no contra-ataque resolver o jogo. Andamos sempre atrás do jogo e serviu, principalmente, para vermos os erros nesta fase, e agora há que analisar, corrigir, aplicar e nesse sentido estou satisfeito a exibição dos jogadores e é para isso que estamos, para por a nu as dificuldades que nós temos com adversários mais fortes, com a sua preparação mais adiantada e agora há continuar este ciclo e realizar os jogos com o Calafell e o Noia e depois começarmos uma nova semana para prepararmos o mais importante que é o início do campeonato nacional"

Foto: site Reus Deportiu

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva