a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

O tributo de Hélder ...

Segunda-feira , Mar 01 2021
6

Resumo SL Benfica- UD ...

Segunda-feira , Mar 01 2021
12

Leoas sem piedade das ...

Segunda-feira , Mar 01 2021
61

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60022

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
27956

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22324

CN- Sub-15- Zona Sul- ...

Quinta-feira , Mar 12 2015
1711

Convocatória Seleção ...

Terça-feira , Jan 02 2018
1199

Masters +35 - OC ...

Quarta-feira , Jan 09 2019
839

2 Barbeiro Março

RAHCRaulMeca

Raúl Meca, jogador da equipa sénior do Riba d’Ave HC deu uma entrevista ao sitio online do clube, www.rahc.pt, na qual aborda as suas caraterísticas e a sua opinião sobre o hóquei em patins, bem como as sua preferências.

Leia aqui a entrevista a Raúl Meca:

Como és fora dos ringues (o que mais gostas de fazer, passatempos preferidos, etc)?
"Sobra pouco tempo para estar fora dos ringues, devido às minhas funções ligadas à formação do RAHC, mas não lamento esse facto, porque das coisas que me dá mais prazer é trabalhar com os nossos jovens atletas. Fora o hóquei, gosto muito de estar no meu espaço, considero-me uma pessoa recatada e dou muito valor à minha vida privada, gosto de estar em casa com a minha mulher e o meu filho, gosto de almoçar ou jantar com a minha família, irmãos e sobrinhos. Aproveito para estar mais tranquilo."

Como és dentro do ringue (define-te como hoquista)?
"Sempre fiz a minha formação e os primeiros anos de sénior, como finalizador. Marquei sempre bastantes golos e era um jogador muito atacante e pouco defensivo. A experiência, a maturidade, a maior preocupação defensiva e a qualidade de passe, naturalmente, foram fazendo de mim mais um organizador do que um finalizador. Trabalho agora para ser mais completo para ajudar a equipa em mais sectores."

O que significa para ti o Hóquei em Patins?
"Como disse, anteriormente, o hóquei ocupa-me grande parte da minha semana, logo, além de uma paixão muito grande que é jogar, treinar ou simplesmente ver um jogo, vejo o hóquei com grande profissionalismo e tento dar o meu contributo seja de que forma for, para que a nossa modalidade melhore de dia para dia, que haja cada vez mais e melhores hoquistas para que este desporto nunca acabe e que o hóquei seja cada vez mais uma modalidade do povo como outrora já foi. Não posso ver um dos meus primeiros amores morrer."

Qual é o teu "cinco ideal" de sempre no hóquei em patins?
"Esta pergunta é difícil! Felizmente existem muitos jogadores, que me marcaram durante estes anos ligados ao hóquei. As minhas escolhas são jogadores, que acima de tudo me marcaram em alguma fase da minha carreira. Na baliza Ângelo Girão, Capitão Miguel Viterbo, André Azevedo, Tó Silva e Hugo Azevedo.

E qual é o jogador, que mais admiras na tua posição (passado e/ou presente)?
"Tó Silva, sem dúvida! É e será sempre uma referência para mim pelo seu estilo de jogo, que me agrada muito e a sua longevidade a grande nível comprova isso mesmo. Atualmente, o Helder Nunes é o jogador, que enche as medidas a qualquer amante de hóquei em patins. Para mim será (ou já é) um dos melhores jogadores de sempre. Completíssimo!!"

Quem foi para ti o melhor jogador de sempre de hóquei em patins?
"Vou falar só de jogadores, que acompanhei atentamente grande parte da carreira, para ser mais assertivo. Desculpem-me os mais antigos. Reinaldo Ventura! Por tudo o que ganhou, ganhou e ganhou outra vez."

Olhando para tudo o, que viveste no desporto até hoje, que conselhos darias aos mais jovens atletas do Riba d' Ave HC?
"O conselho, que lhes dou sempre é simples: eu joguei com muitos jogadores diferentes na formação. Joguei com os "pseudo-craques" (muito talento, pouco trabalho), são hoje em dia jogadores de qualidade média-baixa. Joguei com os "esforçados" (pouco talento, muito trabalho) são hoje em dia jogadores de qualidade média-alta. Joguei, também, com os "Jogadores" (muito talento, muito trabalho) são hoje em dia jogadores de elite, exemplo Ângelo Girão e o Nuno Araùjo.
Os nossos miúdos ainda estão a tempo escolher o que querem ser, e podem ser "Jogadores de Elite", temos atletas que têm "muito talento", só falta agora o "muito trabalho"."

Quais são as tuas expectativas em relação à próxima temporada com a camisola do Riba d' Ave HC?
"As minhas expectativas, têm de ser a expectativa de toda a gente ligada ao clube. Chega de nos contentarmos com a posição de topo de tabela e vitórias morais. Este ano quero mais, quero ganhar, quero ser líder no final do campeonato, reforçamos muito bem a nossa equipa e temos que ter a coragem de dizer que VAMOS SUBIR DE DIVISÃO (aumentando assim a nossa responsabilidade) e colocar o RAHC no campeonato dos melhores, na 1ª Divisão. Não podemos só dizer, que vamos subir, temos que mostrar treino-a-treino, jogo-a-jogo, que vamos subir."

Por fim, deixa uma mensagem dirigida aos adeptos e sócios do Riba d' Ave HC.
"Vou iniciar a minha quarta época aqui no RAHC. Aqui cresci muito, melhorei muito, sou muito mais Homem hoje do que quando aqui cheguei. E este ano tenho, que retribuir todo o carinho, que me têm dado e tudo o que este clube me proporcionou. Só encontro uma forma de agradecer isto, fazer o que for preciso para irmos para a Primeira. Eu e o meus colegas estamos juntos neste pensamento, e precisamos que os adeptos e simpatizantes, apareçam em massa para nos ver vencer, e ajudar-nos nos momentos em que precisarmos. Dificilmente, os "grandes" ganham aqui, porque quando vocês aparecem em grande número, aquele pavilhão vira Inferno para os adversários, e isso facilita-nos a vida. Só vos posso pedir uma coisa, nós contamos com vocês e vocês contam connosco. Juntos vamos para a primeira!!!
Estão a ver aquele Inferno que se vivia em Riba de Ave? É isso mesmo..."

Fonte|Foto: www.rahc.pt | Rui Machado Fotografia

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeCabelo