a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Nomeações de 29 ...

Sexta-feira , Fev 28 2020
176

Gonçalo Alves- ...

Sexta-feira , Fev 28 2020
48

Alejandro Domínguez- ...

Quinta-feira , Fev 27 2020
78

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58276

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26152

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20825

3.ª D- GD Sesimbra soma ...

Terça-feira , Jan 29 2019
406

Taça de Aveiro/Coimbra ...

Segunda-feira , Fev 19 2018
602

AD Sanjoanense também já ...

Sexta-feira , Set 08 2017
923

interioresCabeleireiro ESS Q

SportingSub20Apresentacao

O Museu Mundo Sporting vestiu-se de gala para receber a apresentação da equipa de juniores ‘verde e branca’, ao exibir uma exposição referente à modalidade, com camisolas, material e troféus conquistados pelos patinadores de Alvalade.
Aumentar o espólio é precisamente o objetivo dos jovens que visitaram o Museu, três deles pela primeira vez. Tomás Moreira (universal, ex-Valongo), José Costa (avançado, ex-Turquel) e Manuel Coimbra (universal, ex-Mealhada) são as novas caras que se juntam aos guarda-redes Diogo Brandão, Miguel Fernandes e Ricardo Ferreira, aos defesas/médios Miguel Sardinha, Bernardo Bettencourt e Tiago Carvalho e aos avançados Rafael Lourenço e João Campelo. O treinador será João Baltazar, técnico dos iniciados e juvenis em 2014/2015 e que assim sucede a Nuno Lopes e a Diogo Lã.
Gilberto Borges explicou a iniciativa de trazer a equipa ao Museu, ação que já havia sido realizada pelos juvenis no início da semana. “Pretendemos fazer o mesmo com todos os escalões. Ser do Sporting significa conhecer a história do Sporting. Qualquer que seja a idade. Estes atletas têm de ter ciente de que um dia poderão pertencer a uma equipa que faça história e essa história será perpetuada aqui, no Museu”, frisa o diretor da modalidade.
O “banho de Sporting”, como Gilberto denomina, prosseguirá com o estágio de início de época em Alcochete, o que não será nada de novo, ao contrário do rinque onde a equipa ‘verde e branca’ irá trabalhar. O Livramento será o palco dos mais novos que assim farão companhia aos mais velhos, sendo que os jogos da época passada já eram efetuados na aldeia mafrense.
Quanto aos reforços, Gilberto Borges afirma que os novos atletas vêm trazer mais qualidade à equipa que pretende a conquista dos títulos regional e nacional. “Vêm dar um acrescento de qualidade para atacarmos o título nacional que nos tem fugido”.
Tiago Carvalho, capitão de equipa, alinha pelo mesmo discurso. “São atletas humildes e trabalhadores que vêm acrescentar qualidade. Na época passada tivemos algum azar e faltou alguma união também. Espero que tenhamos aprendido para fazer melhor esta época”. Tiago Carvalho que também é treinador das camadas mais jovens do Clube de Alvalade, realçou a importância da vinda ao Museu, não só para as caras novas mas também para os que já conheciam a realidade ‘leonina’. “É sempre espetacular vermos os títulos que o Clube tem. Dá-me um orgulho especial. Aprendemos sempre algo de novo sempre que visitamos o Museu”.
Tomás Moreira, uma das aquisições, também ficou agradado com o que viu e explicou os motivos do seu ingresso. “Uma experiência boa para termos noção da grandeza do Clube que representamos. Agrada-me a aposta que estão a fazer no hóquei e espero corresponder com uma grande época. Vim porque me mudei para Lisboa devido aos estudos e porque tinha vontade de ganhar e de representar um grande”.
José Costa, nas primeiras reações como ‘leão’, disse que a grandeza do Clube motiva quem vem pela primeira vez. “Estou contente por estar aqui e espero dar mais troféus ao Museu. Vim a convite do treinador e como irei estudar em Lisboa parece-me o melhor Clube para conciliar. Quero cumprir todos os objetivos propostos. Temos uma boa equipa e tudo depende de nós. Individualmente espero ter minutos e dar o meu contributo”.
Por fim, Manuel Coimbra confessou que desconhecia a existência do Museu mas ficou surpreendido com a sua riqueza. “É um Clube com história. Fiquei surpreso principalmente com a atenção que é dada ao hóquei, inclusivamente com a exposição temporária”, adiantou o ex-Mealhada que afirmou não ter sido a história da Instituição a principal razão para ter vindo. “Teve algum peso, mas não foi o principal ponto. Pensei sim na história recente e no investimento que está a ser feito na modalidade, e também pelas impressões que tive de jogadores, treinador e dirigentes que me convenceram a fazer parte do projecto”.

Foto|Fonte: Sporting CP

Sponsored By:

workshops para rodapé Noticias PenteadosdeNoiva