a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª D- Norte- Marinhense ...

Segunda-feira , Jan 20 2020
82

HCP Grândola conquista ...

Segunda-feira , Jan 20 2020
86

2.ª D- SC Tomar passa ...

Segunda-feira , Jan 20 2020
94

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58034

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25921

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20655

Eduardo Ferreira é ...

Quinta-feira , Jun 15 2017
2177

Moçambique - Desportivo ...

Terça-feira , Abr 18 2017
870

APS- Sub-13- GD Fabril ...

Segunda-feira , Mai 04 2015
1305

interioresPOUPA BARB J

CN13

Terminou este fim-de-semana a 2ª fase do Camp. Nacional de SUB13 - Zona Norte, numa jornada emotiva e angustiante para AD Valongo e ADB Campo, que decidiriam qual dos dois marcaria presença na final four do escalão. A disputa desta 6ª e última jornada reservava-nos dois bons jogos, contudo a tarefa já se avistava mais tranquila para a equipa da ADB Campo, que teria de vencer o seu jogo frente à AA Coimbra e esperar que a equipa de Valongo deslizasse no terreno dos Dragões. O cenário não era fácil para os Minhotos, contudo a conjugação foi perfeita, e a ADB Campo assegurou nesta jornada a presença na Final Four juntamente com o FC Porto.

O jogo de maior destaque juntava FC Porto e AD Valongo, e já se previa uma tarefa muito difícil para a equipa Valonguense. Na primeira volta a AD Valongo não conseguiu pontuar e perdeu a partida por 2-3 num período mais negativo, onde já havia deixado escapar alguns pontos no campeonato. Terminada a 1ª volta, os resultados seguintes foram favoráveis e a AD Valongo conseguiu mesmo chegar à última jornada na 2ª posição, a necessitar apenas de um empate frente ao líder da série para avançar até à grande final. Nesta última jornada os nervos eram muitos, e a equipa Valonguense acabaria por não ser suficientemente forte para retirar pontos aos Dragões. FC Porto entrou em campo mais dominante e assim permaneceu durante toda a partida, criando inúmeras situações de perigo á equipa Valonguense, valendo por muitas vezes a intervenção do guardião Guga que evitou um avolumar do resultado. Os nervos na partida estavam evidentes, e AD Valongo que tanto necessitava de vencer, acabou por se mostrar um pouco mais retraído do que o expectável, permitindo que a equipa portista assumisse quase sempre o comando da partida. FC Porto ia tentando chegar ao golo, mas o mesmo tardou em entrar, e só na reta final da 1ª parte Carlos Dias acabaria por surpreender o Guarda-Redes adversário, quando após a passagem por trás da baliza conclui o seu movimento com uma picadinha bonita e eficaz, que terminaria com a bola no fundo das redes. No início da 2ª parte esperava-se uma resposta mais forte da equipa de Valongo que teria de desfazer o resultado negativo, mas os Dragões iam travando as suas investidas, e Rafael Pacheco recusando sempre o golo adversário. Guilherme Frias numa das suas ações é travado em falta ficando queixoso após o lance, no entanto no grito de revolta respondeu da melhor maneira a favor da sua equipa e numa investida forte, ganha a bola no seu campo e furou tudo até chegar á baliza Valonguense, colocando a bola de forma eficaz no fundo das redes, criando uma vantagem de dois golos aos Dragões. Na resposta a AD Valongo subiu a sua prestação e pouco depois num remate fantástico, Diogo Barata do meio da pista faz a bola bater na trave e entrar na baliza dos Dragões, dando fôlego á sua equipa e a esperança da reviravolta. No entanto, até ao final da partida não haveria mais nenhum golo para as equipas, tendo terminado com uma vitória dos Dragões por 2-1, e o desalento no rosto dos atletas Valonguenses, que muito lutaram, mas que acabariam por deitar ali por terra o seu sonho de se juntar aos melhores nacionais na final four.

Do outro lado estava um ADB Campo apreensivo e ansioso em saber qual seria o seu desfeche. ADB Campo teria de vencer a sua partida em casa com a AA Coimbra para garantir os 3 pontos, no entanto dependeria do resultado da equipa de Valongo para poder saber se conseguiria ou não ocupar a 2ª posição e atingir a final. Acreditaram sempre e a sorte acabou por lhes bater á porta, oferecendo-lhes o que mais desejavam. ADB Campo na primeira volta não conseguiu ir além de um empate a 3 bolas em Coimbra, mas num jogo tão importante a ser jogado em sua casa e que poderia ditar a presença na final four, era já expectável que os Minhotos superassem esta dura barreira. Numa partida de nervos, os pupilos de Nuno Gomes estiveram endiabrados e ao intervalo já venciam a partida por 2-0, com tentos de Carlinhos e Rafael Almeida. No início do 2º tempo a vencer por duas bolas e com resultado favorável do outro lado, o alento foi ainda maior, e fez com que os minhotos não tirassem nem um pouco o pé do acelerador, tendo culminado com Vasco Barbosa e Rafael a marcar mais três golos e a oferecer a tranquilidade á equipa. Tudo corria de forma perfeita, e só restava saber se FC Porto havia vencido ou não o seu grande oponente, e a notícia não poderia chegar em melhor hora. FC Porto vence a partida, e com a vitória da ADB Campo sobre a AA Coimbra, a equipa de Campo ascende á 2ª posição, garantindo a passagem á Final Four.
Na final estará agora FC Porto, ADB Campo, HC Turquel e SL Benfica, que medirão forças para saber qual dos 4 levará para casa o estatuto de Campeão Nacional de Sub-13.

Resultados e Classificações:

Sponsored By:

1 2