a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Vilafranquense com ...

Terça-feira , Jun 02 2020
4

“Xavi” Cardoso mantem-se ...

Terça-feira , Jun 02 2020
18

Válter Neves vai ...

Terça-feira , Jun 02 2020
21

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58787

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26635

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21244

Riba d'Ave conquista ...

Quinta-feira , Jun 30 2016
1616

CENAP realiza captações ...

Quinta-feira , Ago 18 2016
1117

Pedro Nunes crítico com ...

Terça-feira , Mai 29 2018
3016

pluri unhas J

plantelhpsenior1415

HC Santiago – GD Sesimbra 2-7

O Sesimbra teve que trabalhar no duro e vestir fato-macaco para se superiorizar ao HC Santiago nesta eliminatória da Taça de Portugal, que se disputou no Pavilhão Municipal de Santiago do Cacém com muito público presente para apoiar as equipas.
A formação que milita na terceira divisão entrou melhor na partida e inaugurou o marcador. Mas até ao intervalo seria a equipa de Artur Pereira a festejar, conseguindo dar a volta ao resultado e ir para o descanso a vencer por 2-1.
A etapa complementar foi intensa de parte a parte com as equipas a respeitarem-se numa partida quase sempre equilibrada. A formação de Santiago do Cacém consegue chegar ao empate no inicio desta segunda metade, e teve oportunidade de se adiantar no marcador, mas não conseguiu converter nenhuma das duas grandes penalidades que dispôs. Do outro lado a pontaria também não era a melhor com a formação do Sesimbra a desperdiçar dois LD.
A cerca de 10 minutos para o final da partida, o Sesimbra ganha novamente vantagem numa jogada confusa dentro da área da equipa de Gonçalo Silva com um defesa a introduzir a bola inadvertidamente na sua baliza.
A vencer por 3-2 a equipa do Sesimbra fechou bem os espaços para a sua baliza, numa fase da partida mais acesa e onde o árbitro do encontro, o Sr. Jorge Rodrigues, teve dificuldades em segurar as pontas do jogo, acabando por mostra dois vermelhos a atletas da formação da casa. Neste período e aproveitando ao adiantamento da equipa local o Sesimbra acabaria por dilatar o marcador, fixando o resultado final em 7-2.
Resultado que se aceita mas que acaba por ser exagerado para aquilo que se passou dentro de rinque.