a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FPP- Nomeações de 24 a ...

Sexta-feira , Jun 24 2022
34

Sub-13 e Sub-17 iniciam ...

Sexta-feira , Jun 24 2022
25

“preparada” para atacar ...

Sexta-feira , Jun 24 2022
21

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62059

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30855

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25015

43º Inter-Regiões ...

Quinta-feira , Abr 11 2019
1697

Ricardo Maciel reforça ...

Terça-feira , Jul 21 2015
1737

A Taça (de Portugal) já ...

Sexta-feira , Mai 24 2019
1138

massagista inicial

PC065720

HCP Grândola – AD Oeiras 2-7

O Grândola entrou com o patim esquerdo neste novo ano civil ao perder por 7-2 no “José Afonso” com o Oeiras.
Numa primeira parte muito rápida com as oportunidades a surgirem junto das duas balizas foi a equipa de Nelson Mateus a inaugurar o marcador por intermédio do ainda júnior José Bernardo, resultado que não se alteraria até ao intervalo.
Na segunda metade a disposição das equipas manteve-se mas a pontaria e stick quente tanto de Diogo Alves e André Garção seriam determinantes para o resultado final registado.
André Garção empatou a partida ao inicio do segundo período e depois apareceu Diogo Alves a a pontar o 1-2 e o 1-3. Rúben Silva reduziu para 2-4 mas Diogo Alves com o stick “on fire” voltou a facturar fazendo o 2-5 assinando um hat trick na partida.
O Grândola procurava inverter o rumo dos acontecimentos, e teve várias oportunidades para reduzir, mas a excelente exibição de Hugo Silva acabaria por impedir que a equipa de Nelson Mateus pudesse entrar no jogo. E para piorar as coisas do outro lado, André Garção não desperdiçou as oportunidades que dispôs, em particular nas bolas paradas, onde neste encontro teve 100% de eficácia. O camisola 4 do Oeiras com mais dois golos, imitava o seu companheiro de equipa, Diogo Alves e fazia também ele o hat trick. Tiago Nogueira já perto do do términus da partida selou o resultado final deste encontro ao fazer o 2-7.
Triunfo tanto de justo como de inesperado por parte do conjunto liderado por Carlos Pires, que conseguiu, num recinto sempre difícil para quem o visita arrancar os tres pontos, subindo após esta jornada ao 5.º lugar em igualdade pontual (22 pontos) com a AJ Salesiana que saiu derrotada da deslocação ao “Fidelidade” frente à equipa B do SL Benfica.