NunoLopes

Depois de mais uma vitória no Livramento, onde o Sporting ainda não perdeu este ano, Nuno Lopes revelou-se satisfeito com a prestação dos seus elementos. A equipa leonina está de volta às vitória, tendo recebido e vencido o CH Carvalhos por 6-1, em jogo da 11.ª Jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão. Em declarações ao site leonino, o treinador adiantou, “entrámos bem com o primeiro golo a ser marcado cedo. Mudámos alguns aspetos táticos que ajudaram muito à excelente prestação do Tiago Losna, dando-lhe mais espaço. Foi um jogo de sentido único. Os Carvalhos não deram muito trabalho à nossa defesa e sempre que o fizeram, o Girão disse presente. Em termos ofensivos conseguimos fazer alguns movimentos que, apesar de não terem dado em golo, foram bem mecanizados”, referiu o técnico. Nuno Lopes referiu também que a exibição não foi “de encher o olho”, até pelas características de jogo do adversário. “Os Carvalhos vieram fazer um jogo lento, fechados na defesa como é seu hábito. A única diferença em relação a outros jogos deles teve que ver com o nosso primeiro golo que foi marcado muito cedo, dando-nos desde logo alguma tranquilidade. A partir do quarto golo dissipámos qualquer dúvida quanto ao vencedor. O resultado é justo, a exibição não foi de outro mundo, mas também não era o adversário certo para isso, na minha opinião”. Individualmente, Nuno Lopes sublinhou o golo de Nico Fernández e o facto de ter deixado Tiago Losna e João Pinto em rinque durante os 50 minutos. “Foi propositado mas não vou dizer a razão. Quanto ao tento do Nico, é sempre importante para ganhar confiança nas suas capacidades”. Por fim, o treinador ‘verde e branco’ expressou total indiferença quanto ao vencedor do jogo da próxima quarta-feira, entre os líderes FC Porto e Benfica. “Não tenho qualquer preferência. Algum vai perder pontos. Se perderem os dois ficamos mais próximos da liderança, se algum vencer, ficamos mais próximos do segundo lugar. Temos de olhar para nós e para a nossa luta”, concluiu.

.Fonte/Foto: Sporting CP