a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Protocolo do Sistema de ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
45

Calendário da Elite Cup ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
68

WSE Continental Cup será ...

Quarta-feira , Ago 10 2022
53

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62212

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31080

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25223

Covid 19 coloca HC Braga ...

Quarta-feira , Out 14 2020
1214

Tiago Rafael “arruma” os ...

Segunda-feira , Mai 23 2022
219

CR Lisboa- Sub-20 – ...

Quinta-feira , Jan 12 2017
1691

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

PB235526

ACR Santa Cita – SC Marinhense 2-3

O Marinhense sofreu a bom sofrer para garantir os tres pontos na deslocação a Santa Cita onde venceu este Domingo a formação do Santa Cita por 3-2.
A equipa de Horácio Honório não podia pedir melhor começo neste encontro, pois Tiago Barros logo na primeira incursão à área da Santa Cita inaugurou o marcador, estavam decorridos apenas 30 segundos de jogo.
A perder a formação da casa teve que se fazer “à vida” e procurou incomodar Márcio Ornelas. Com o decorrer dos minutos percebeu-se o equilíbrio entre as formações em rinque, com as oportunidades a surgirem para nas duas balizas. A melhor, a dois minutos do intervalo pertenceu ao Santa Cita mas Rui Oliveira desperdiçou o LD a castigar um cartão azul mostrado a Tiago Barros.
A segunda metade começou com o Marinhense a desperdiçar aos dois minutos uma grande penalidade, mas Marco Gomes aos 15 minutos aumentou para 2-0, numa fase de jogo onde o equilibrio entre as equipas era evidente.
O santa Cita não baixou os braços e dois minutos depois reduz para 2-1 por intermédio de Pedro Almeida.
Mais fortes em rinque e a pressionar o ultimo reduto da formação da Embra o Santa Cita acaba por ser apanhado em “contrapé” e vê “Esteves” a fazer o 3-1 numa jogada rápida de contra ataque que a defesa de Santa Cita não conseguiu parar, estávamos então a 5 minutos do final da partida.
Até ao soar do gong assédio total da formação de Pedro Almeida sobre o ultimo reduto da equipa do Marinhense e a 3 minutos do apito final é Tiago Barreiro que reduz para 3-2. Os minutos seguintes até Teófilo Casimiro dar a partida por terminada foram do Santa Cita as melhores oportunidades com a formação da Embra a aguentar este assalto final à baliza de Márcio Ornelas, que diga-se, acabaria por ser o Homem do jogo, por aquilo que defendeu.
Triunfo que se aceita pela maturidade em alguns momentos da formação do Marinhense, mas o empate nesta partida seria o resultado mais lógico. Valeu, como dissemos a excelente exibição de Márcio Ornelas que no momento da verdade disse presente aos companheiros.
Com esta triunfo a equipa do SC Marinhense assume após esta 7.ª jornada, a 3.ª posição da classificação geral com 15 pontos, menos tres que o líder CA Feira, mas com menos um jogo realizado.
Quanto ao Santa Cita, independentemente do resultado negativo, deixou uma boa imagem, reforçando a ideia que no seu reduto poucas serão as equipas a somar pontos.
Num jogo pautado pela entrega dos jogadores focado no jogo, a arbitragem de Teófilo Casimiro acabou por ser discreta, sinónimo da forma com os atletas encaram a partida, com 13 faltas assinaladas durante a partida (5 para o Santa Cita e 8 para o SC Marinhense).

Pavilhão de Santa Cita

Árbitro: Teófilo Casimiro

ACR Santa Cita: Rodrigo Matos (GR), Pedro Almeida (1), João Ferreira, Rui Oliveira, Eliseu Raimundo; Pedro Vitorino, José Marques, Tiago Barreiro (1), João Fernandes e Fábio Amendoeira (gr)
Treinador: Pedro Almeida

SC Marinhense: Márcio Ornelas (gr), Tiago Barros (1), Pedro Botas, Simão Clemente, David “Esteves” Gonçalves (1); Marco Gomes (1), Tomé Barros, Nuno Batista, Tiago Boleixa e Rodrigo Santos (gr)
Treinador: Horácio Honório