a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª Sul- Candelária ...

Segunda-feira , Out 18 2021
46

2.ª Sul- Sintra põem ...

Segunda-feira , Out 18 2021
37

2.ª Norte- Riba D´Ave ...

Segunda-feira , Out 18 2021
25

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61138

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
29384

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
23724

David Arellano renova ...

Quinta-feira , Abr 23 2015
1665

3.ª D- Sul- Boliqueime ...

Quinta-feira , Dez 05 2019
956

Águias vencem e cimentam ...

Quinta-feira , Dez 10 2015
1580

05 Barbeiro Completo 500h

P9204780O “Alfredo Bento Calado” foi palco na tarde de Sábado do encontro entre o HC Os Tigres e o SL Benfica em jogo que serviu de apresentação da equipa de Almeirim aos sócios e simpatizantes, com o triunfo a sorrir aos encarnados por 6-2.

O Almeirim que esta temporada irá disputar o principal campeonato português, tem feito uma pré-época muito discreta, podemos mesmo dizer, demasiado discreta, se atendermos às responsabilidades que vai ter que enfrentar a partir de 4 de Outubro.

Ontem apresentou-se desfalcada. Rui Gamboa que esta semana chegou a acordo com o Tigres, André Martins por lesão e Johe, muito limitado também fruto de uma lesão que o apoquenta, limitavam o leque de opções para Pedro Nifo.

Mas a verdade seja dita ontem perante os vice-campeões nacionais a equipa de Pedro Nifo deu uma imagem diferente, para melhor, daquela que tem deixado nos jogos de preparação.

E a partida não podia ter começado da pior maneira para o conjunto do Tigres. Ainda não estavam decorridos 30 segundos de jogo quando viu os encarnados inaugurarem o marcador por intermédio de Diogo Rafael, na recarga após a GP que João Rodrigues desperdiçou.

No minuto seguinte João Rodrigues redimiu-se e aumentou para 2-0. Foi uma fase de domínio constante do conjunto de Pedro Nunes que desperdiçou várias oportunidades para aumentar o score. No entanto depois de aqueles minutos iniciais algo trapalhões por parte da equipa de Almeirim, o conjunto recompôs-se e aos poucos foi começando a acordar e a dar sinais de que estava ali para discutir o resultado.

O Benfica aumentou para 3-0 aos 15 minutos por Valter Neves, mas Johe a 5 minutos do intervalo reduziria para 1-3.

A segunda metade, embora com domínio do SL Benfica, mostrou um Tigres inconformado e a dar o seu melhor de forma a contrariar as àguias. Aos sete minutos Filipe Bernardino reduz para 2-3, dando alento aos simpatizantes de Almeirim. Mas João Rodrigues, ontem de setique quente, não deixou os seus créditos por mãos alheias e acabaria por fazer até final da partida, os restantes golos dos encarnados.

Triunfo claro do Benfica, que tem outros “argumentos” e luta por objectivos bem diferentes da equipa ribatejana, numa partida que deixou claro a melhoria do jogo do conjunto de Almeirim, não só pela qualidade do seu jogo, como pela atitude em campo dos jogadores. Mesmo condicionada com as várias ausências, o Tigres esteve francamente melhor e deixou uma imagem mais dentro daquilo que se esperará dela no nacional da primeira divisão que se aproxima a passos largos.

Pavilhão “Alfredo Bento Calado” - Almeirim

Árbitros: Luís Nunes e Hélder Pardal

HC "Os Tigres": Francisco Veludo (gr), João Silva, Filipe Bernardino (1), João Filipe e Alexandre Andrade; Vasco Baptista, Márcio Nunes, Ivo Saldanha, Johe (1), João Patrício (gr) e Nuno Antunes (gr),

Treinador: Pedro Nifo

SL Benfica: Guillem Trabal (gr), Válter Neves (1), Carlos Nicolía, João Rodrigues (4) e Diogo Rafael (1); Tiago Rafael, Carlos Lopez, Esteban Abalos e Miguel Rocha e Pedro Henriques (gr)

Treinador: Pedro Nunes