a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

SC Tomar aceita convite ...

Quarta-feira , Jul 28 2021
265

Hélder Antunes chama 26 ...

Quarta-feira , Jul 28 2021
93

1ª e 2ª Divisão já tem ...

Quarta-feira , Jul 28 2021
67

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
60556

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
28623

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
22935

Hernâni Campos reforça ...

Quinta-feira , Jul 06 2017
1619

Geraldo Viola será o ...

Quarta-feira , Jun 24 2020
740

3.ª D- Centro- CA Feira ...

Quarta-feira , Fev 12 2020
624

05 Barbeiro Completo

SeleçaoEuropeu1

França- 1 * Portugal- 3

Portugal iniciou esta tarde a sua participação no 51.º europeu de Selecções que se está a realizar em Alcobendas-Espanha, com um triunfo frente à complicada e organizada selecção gaulesa por 3-1.
Entrada tímida da formação lusa que viu a França inaugurar o marcador na transformação de um LD a castigar uma falta de Gonçalo Alves aos 7.30 de jogo por intermédio de Carlo Di Benedetto.
Sem grandes oportunidades e com Portugal a mandar no jogo embora sem grande perigo o conjunto de Luís Sénica via os gauleses a marcar.
Seria o experiente Luís Viana a empatar a partida a 4 minutos do intervalo ao não desperdiçar uma GP a favor dos “Ursos”. A equipa lusa chegou à vantagem já no ultimo minuto deste primeiro período por intermédio de Gonçalo Alves a disparar uma bomba fora da área e a surpreender o Xavier Tanguy, guardião gaulês.
O 2-1 que se registava ao intervalo era justo para as cores nacionais que mesmo sem estar a jogar bem, muito por culpa do conjunto francês que soube contrariar da melhor maneira o jogo luso, apostando no erro adversário para causar calafrios na nossa defesa, deixava claro o melhor conjunto em rinque até então.
Inicio da segunda metade mais forte e decidida da equipa Portuguesa que aumentou o ritmo e com transições rápidas e passes de bola mais assertivos deixava a defesa gaulesa muitas vezes em contra pé. O 3-1 acontece de forma natural fruto desse domínio mais intenso da equipa de Luís Sénica com Diogo Rafael a não perdoar uma perda de bola dos gauleses dentro da sua área e a aumentar a vantagem no marcador, passavam então dois minutos de jogo.
Era então Portugal a mandar e a dominar a partida frente a uma equipa que mesmo em desvantagem no marcador foi dando boa conta de si e procurando contrariar o ascendente dos portugueses neste período. Luís Viana volta a ter oportunidade soberana para aumentar para o score mas desperdiça um LD a castigar um cartão azul a Le Roux estavam então decorridos 6 minutos de jogo.
Até final Portugal foi sempre superior aos Franceses mas viu Girão ao seu melhor nível a mostrar-se atento às investidas dos gauleses sempre na busca do golo. A 3 minutos do final da partida Corentin Le Polodec não consegue enganar o guardião luso na transformação de um LD a castigar a 10.ª falta dos “Ursos”. Até ao apito final da dupla de arbitragem (Óscar Valverde Francisco Garcia), alguns calafrios junto à baliza lusa que não passaram disso mesmo.
Triunfo justíssimo da formação Portuguesa frente a um conjunto jovem mas com potencial e que mostrou no rinque de Alcobendas argumentos fortes para poder “trocar as voltas” aos mais temerários.

França: Alan Audelin, Mathieu Le Roux, Wilfried Roux, Anthony Le Roux, Cirilo Garcia, Corentin Turluer, Corentin Le Polodec, Florent David, Carlo Di Benedetto, Xavier Tanguy.
Treinador: Fabien Savreux.
Portugal: Angelo Girao, Valter Neves, Gonçalo Alves, Diogo Rafael, Hélder Nunes, Luis Viana, Ricardo Barreiros, Jorge Silva, João Rodrigues, Jorge Correia.
Treinador: Luis Senica.

FOTO: Marzia Cattini
https://www.facebook.com/marziacattinifotografa?fref=photo