a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

"João Rodrigues e Hélder ...

Terça-feira , Jul 14 2020
104

Castaños apresentado, ...

Terça-feira , Jul 14 2020
57

Tato Terruccio ...

Domingo , Jul 12 2020
107

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59023

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26881

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21402

Vitória sofrida da ...

Sábado , Abr 11 2015
1466

Tomás Moreira: “É um ...

Quinta-feira , Nov 24 2016
2315

Jorge Silva- “É um jogo ...

Sexta-feira , Fev 12 2016
1114

pluri unhas J

educas

Edu Castro, treinador do Barcelona, em entrevista a O JOGO, falou de João Rodrigues, ex-Benfica, que está há dois anos no Barça, e Hélder Nunes, ex-FCPorto, que se estreou em 2019/20
Os dedos de uma mão chegam e sobram para contar os portugueses que passaram pelo Barça. Coube a Edu Castro ser treinador de dois dos melhores de sempre e ele fala em "orgulho"
Nunca na história do Barcelona, tinham jogador dois portugueses ao mesmo tempo e muito menos dois campeões mundiais. Edu Castro não lhes poupa elogios, mas também fala da aposta em Xano Edo.

O que acrescentam João Rodrigues e Hélder Nunes ao Barcelona?
- Profissionalismo, qualidade técnica e humana, companheirismo, busca pela superação, ambição desportiva... podia continuar sem parar. São excecionais e adaptaram-se em tempo recorde ao clube, à equipa e à ideia de jogo.

São os melhores jogadores portugueses?
- Em Portugal proliferam jogadores excecionais e eles estão entre os melhores, mas eu evito sempre os termos absolutos do "tudo ou nada", "sempre ou nunca". O que é claro é que Portugal continua a fabricar jogadores de qualidade superlativa e eles são a prova.

Inseridos na nova forma de jogar, inspirada no futebol, como os descreveria?
- Têm uma leitura tática individual e coletiva muito boa. O João adapta-se muito bem ao processo ofensivo da equipa e às finalizações do processo de ataque. O Hélder é essencial para dar continuidade ao jogo como organizador, incorporado nos movimentos de posse continuada, não aberta, e é um passador e finalizador excecional.

Porque não houve na história do Barça mais portugueses?
- Não sei. Podia ter havido muitos mais, mas a mobilidade e as contratações no mundo do hóquei não vêm tanto de trás. Além disso, a Catalunha gera um volume imenso de bons jogadores e também se integraram muitos argentinos que, tradicionalmente, não tinham um campeonato tão forte como o português.
Talvez isso explique algo sobre essa ausência notória.

O Barça também tem Alejandro Edo. Que tipo de guarda-redes é ele? Vê um sucessor para Egurrola?
- O Xano [ndr: filho de Edo Bosch, tem 18 anos, entrou em 2017/18 para a formação do Barça e acaba de ser emprestado ao Calafell] é um guarda-redes excecional. Com os jogadores jovens há que ir devagar, por etapas e observar cuidadosamente a sua evolução. O futuro do Xano dependerá da sua progressão. Aitor [Egurrola] empenhou-se em mostrar-nos que não se pode prever a sua retirada. Estamos a falar de um guarda-redes único e, arrisco-me a dizer, irrepetível.

Porque mudou o Barça a sua forma de jogar?
- Não concebo a alta competição, sem evolução e o objetivo é sermos mais imprevisíveis a cada época. Não mudar, pressupõe o princípio de deixar de ser competitivo.

Fonte- Jornal “O Jogo” * Fotografia: Victor Salgado/FC Barcelona

2 formandum

107607117 4352437158107334 818949419439124469 n

O jovem internacional Colombiano Andrés Castaños foi apresentado oficialmente pelo Riba D´Ave HC.
Natural de Medellín, Castaños, de 18 anos, vem por empréstimo do FC Porto, Clube que representa desde que chegou a Portugal, à 4 anos.
Na passada temporada iniciou-se na equipa “B” dos FC Porto, tendo a meio da época integrado, até ao final da mesma a equipa principal dos portistas.
Na pretérita temporada o jovem sul-americano alinhou em 18 jogos pela equipa principal dos azuis e brancos, tendo marcado 6 golos. Pela formação "B" jogou 16 jogos, somando um total de 14 tentos. Pelo FC Porto venceu as seguintes competições: Eurohockey Cup Sub-15 2016, Campeonato Nacional de Sub-15 2016/17, Campeonato Nacional Seniores Masculinos 2016/17 e 2018/19, Taça de Portugal 2016/17 e 2017/18, Supertaça António Livramento 2016, 2017, 2018 e 2019.

Fonte/Foto- Riba D´Ave HC

1 formandum

WhatsApp Image 2020 07 10 at 15.11.10 773x380

O argentino Tato Ferruccio foi apresentado formalmente pela UD Oliveirense, sendo o terceiro reforço da equipa que será orientada por Paulo Pereira.
Depois do regresso de Pedro Moreira, que esteve emprestado à AE Física D e de Lucas Martinez chegou a vez de Ferruccio ser apresentado aos sócios e simpatizantes da UDO.
É um dos jovens talentos argentinos e promete muito pelas suas qualidades inatas para a prática de hóquei em patins. Franco Ferruccio, mais conhecido por Tato, vem de Barcelos para Oliveira de Azeméis com uma enorme ambição.
Os objectivos passam por querer ganhar todos os jogos. Esta temporada vai ser difícil, as equipas vão estar muitos fortes, mas, nós vamos trabalhar para ser os melhores. O desafio de jogar na Oliveirense é muito bom porque vou ter colegas de equipa com uma carreira enorme. Dar o melhor e chegar aos títulos é o que quero” diz o atleta que assinou por 4 anos coma UDO.
Aos 22 anos de idade, o avançado sabe que é o mais jovem atleta do plantel, mas, não se incomoda com isso “Todos temos de fazer a nossa trajectória, cada um dos jogadores vai dar à equipa as suas características individuais. O que quero é com a minha juventude dar o máximo à equipa e ser mais uma solução para o treinador”, sublinhou Tato Ferruccio.
O Argentino conhece bem o próximo treinador da União (Paulo Pereira será oficializado na próxima semana) e, por isso, Tato revela satisfação por continuar a trabalhar com o treinador “Estou feliz porque gosto da sua forma de treinar e de trabalhar, tal como do Prof. Hugo e, por isso, acredito que vamos ter uma bela equipa capaz de atingir os melhores resultados”.
O jogador que na época passada marcou 25 golos em 24 jogos pelo Óquei de Barcelos, chega à Oliveirense depois de também ter alinhado em Portugal pelo Oeiras, na Argentina pelo Murialdo e Valenciano e, em Itália, jogou no Bassano.

Fonte/Foto- UD Oliveirense

6 pluriform

img 920x5192019 07 11 21 23 31 1574842

Na reunião de hoje em que estiveram presentes representantes da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, da Direcção Geral de Saúde e das 5 Federações, foi finalizada a análise ao Protocolo Orientador de Regresso aos Treinos e Competições – Covid-19 e concluiu-se que, durante a actual fase de treino condicionado, é permitida a partilha de bola nas modalidades colectivas de pavilhão, desde que garantida a sua repetida limpeza e desinfecção mantendo-se a regra do distanciamento de 3 metros entre praticantes. Estas e outras medidas de prevenção serão publicadas na actualização à Orientação nº 030/2020 da DGS, que está a ser finalizada por este organismo.

As competições de equipas seniores estão previstas ter início a partir de 22 Agosto de 2020, sem público, o que, a verificar-se, implicará que o treino sem restrições para este escalão poderá ter início a partir de 1 de agosto 2020. As equipas de formação continuarão na actual fase de treino condicionado, aguardando pelo resultado da avaliação da retoma gradual dos escalões seniores.

A possibilidade de retoma da competição sénior a partir de 22 de Agosto tem primordial importância também para os compromissos internacionais das Selecções Nacionais, por forma a permitir a sua adequada preparação para a representação nacional.

Estas datas carecem ainda de serem aprovadas pelo Conselho de Ministros e publicadas em Resolução do Conselho de Ministros até ao final de Julho.

Lisboa e Porto, 10 de Julho de 2020

Federação de Andebol de Portugal
Federação Portuguesa de Basquetebol
Federação Portuguesa de Futebol
Federação de Patinagem de Portugal
Federação Portuguesa de Voleibol

Comunicado em PDF

5 pluriform

tpocb

O jovem internacional português Tomás Pereira foi formalmente apresentado em Barcelos, como reforço da equipa sénior para a temporada 2020/2021.

Filho de Paulo Pereira que orientou a equipa nas ultimas temporadas vai representar a formação do Barcelos depois de duas temporadas ao serviço do Riba D´Ave HC.
Formado na AD Valongo representaria já como sub-19 o Sporting CP tendo posteriormente ido para o Riba D´Ave onde mostrou qualidades que não passaram despercebidas aos responsáveis do OC Barcelos, assumindo assim uma novo projecto na sua ainda curta carreira como sénior.
Nas duas temporadas ao serviço do emblema de Famalicão, Tomás Pereira fez 33 golos em 51 jogos. A caminho dos 21 anos Tomás Pereira já tem no palmarés um título mundial de sub-20, conquistado em 2017, em Nanjing, na China.

3 dourocabe

iojopgo

Nuno Ferrão, diretor técnico nacional do órgão federativo falou antes da reunião com a Direção-Geral da Saúde.

O diretor técnico nacional da Federação Portuguesa de Patinagem, Nuno Ferrão, admitiu esta quinta-feira que espera "respostas positivas às soluções apresentadas" na reunião com a Direção-Geral da Saúde (DGS), na sexta-feira, para desbloquear o regresso das modalidades de pavilhão.

As federações de andebol, basquetebol, patinagem (hóquei em patins), futebol (pelo futsal) e voleibol submeteram à DGS um documento conjunto para o regresso das modalidades, e as expectativas do dirigente são positivas, mas "é preciso aguardar"

"Todas as federações estão em uníssono na elaboração de medidas que permitam o regresso às competições. Apresentámos uma estratégia esta sexta-feira] vamos reunir para receber as respostas a tudo o que apresentámos. Neste momento estamos a aguardar", admitiu à agência Lusa.

Nuno Ferrão esclareceu que, em cima da mesa, está um regresso faseado das competições, seguindo as normas impostas pela DGS.

"Prevemos o regresso em três fases. O primeiro momento já está a acontecer, que passa por treinos com distanciamento obrigatório e outras restrições. A segunda fase passará por ter treinos sem restrições e a terceira fase é o retorno às competições", esclareceu.

O protocolo para a retoma das modalidades de pavilhão foi elaborado conjuntamente pelos presidentes, diretores técnicos e médicos das federações, que pretendem o regresso das competições seniores a partir da terceira semana de agosto.

Dessa intenção, desde que haja autorização da DGS, as federações já deram conhecimento ao secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, e ao presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Vítor Pataco.

As medidas de desconfinamento devido à pandemia de covid-19 permitiram a retoma da atividade desportiva ao ar livre e das competições de modalidades individuais, sujeitas ao cumprimento das regras sanitárias da DGS.

De fora continuam as modalidades coletivas de pavilhão, às quais apenas é permitido o treino individual dos atletas, com restrições e mantendo o distanciamento social e sem partilha de bola.

As federações reúnem-se esta sexta-feira com a DGS, no mesmo dia em que está prevista uma audiência conjunta do Comité Olímpico de Portugal, Comité Paralímpico de Portugal e Confederação do Desporto de Portugal na Assembleia da República.

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”

2 formandum

IMG 20200708 165401 768x674

É um argentino de 32 anos de idade e cheio de vontade de triunfar ao serviço da União Desportiva Oliveirense. Lucas Martinez já está em Oliveira de Azeméis para ganhar ritmo, forma física e estar apto para uma grande época “Estou numa das cinco melhores equipas do mundo. Chegar aqui é um salto de qualidade e um dos momentos mais importantes na minha carreira”, disse Lucas, antes de patinar pela primeira vez na pista do Pavilhão Dr Salvador Machado.

O esquerdino sabe que vai integrar uma equipa muito experiente e e quer estar à altura dos desafios que vai ter pela frente “Estou à disposição do treinador e estou aqui para me adaptar às suas ideias. A equipa é muito boa, tem muita experiência e qualidade. Agora só quero integrar-me e fazer parte deste grande clube que tem objectivos muito claros: lutar por ganhar tudo”.
O avançado fez 28 golos em 21 jogos da Serie A1 do Campeonato de Itália, sendo o terceiro melhor marcador. Na Liga Europeia averbou 8 golos e ficou também em terceiro lugar na tabela dos goleadores. Ou seja, em 25 jogos pelo Lodi acertou 36 vezes nas balizas adversárias.

Lucas é um jogador rápido, com muita técnica, versátil e, também por isso, assume que quer estar no Mundial da Argentina e ser opção para a seleção do seu país “A seleção tem jogadores muitos bons, eu quero lutar para estar entre eles”, rematou o jogador que já alinhou no Lodi, Brezame, Follonica e Monza em Itália, no San Juan e Club Petrolero da Argentina e em Espanha, passou pelo Alcoi e Maçanet.

Fontre/Foto- UD Oliveirense

1 formandum

hcfao

Rui Costa Branco é o novo presidente do Hóquei Clube de Fão. A coletividade fangueira elegeu os seus órgãos sociais para o biénio 2020/2022 numa assembleia geral muito participada num processo de lista única apresentada a sufrágio.

Em declarações a este jornal, o novo presidente destaca «a juventude» que pontifica na nova direção, assim como antigos jogadores do Hóquei Clube de Fão.

«A mim cabe-me somente liderar uma equipa onde a juventude é a nota dominante. Da anterior direção transitou apenas o vice-presidente, sendo a restante equipa diretiva, onde me incluo, toda nova. Esta época o HC Fão apenas manteve a sua atividade no âmbito da Patinagem Artística», frisa.

Costa Branca até concordou com o facto da anterior direção ter optado por não participar no Campeonato Nacional da 3ªDivisão como tinha inicialmente previsto.

«De meu ponto de vista foi uma decisão acertada por não se encontrarem reunidas todas as condições necessárias para que o desempenho fosse ao encontro dos pergaminhos do clube. Com a situação que vivemos atualmente e com as incertezas sobre o que o futuro nos trará, ainda é cedo para afirmarmos de forma categórica o que iremos fazer para a próxima época», frisa.

Mesmo assim o presidente garante que «vamos envidar todos os esforços para regressar ao Hóquei em Patins com um projeto que seja sustentável e que passará por voltar a apostar na formação».

«Iremos também manter a nossa atividade na Patinagem Artística, onde as nossas atletas têm alcançado resultados encorajadores. Será um exercício de gestão desafiante, principalmente tendo em conta a conjuntura atual, mas perante o qual esperamos estar à altura, de forma a estabelecer alicerces que permitam dar ao Hóquei Clube de Fão estabilidade para encarar o futuro com ambição», vaticina.

Fonte - www.e24.pt  / Francisco Xavier

4 dourocabe

img 920x5182019 07 14 21 33 41 1576005


Luís Sénica, atual Presidente da Federação de Patinagem de Portugal, respondeu, através de uma carta aberta à entrevista que Vicente Moura, ex-presidente do Comité Olímpico de Portugal, deu ao jornal Record, desta quarta feira.
De forma factual, e demonstrando por números (se é que haja alguém que possa ter dúvidas) o quanto o Hóquei em Patins tem dado a Portugal, num sinal inequívoco que mesmo sendo uma modalidade amadora é uma das mais medalhadas e acarinhadas no imaginário da maioria dos portugueses.

“Caro Comandante Vicente Moura,

Saúdo enfaticamente a sua vontade de fazer esquecer o Hóquei em Patins.

Creio que não é, não foi, nem nunca será um adepto deste desporto “culturalmente nosso”, tão do imaginário português.

Não é um problema para mim, para nós que vivemos a paixão pelo Hóquei em Patins.

Nunca conseguirá entender a beleza deste jogo, até porque sempre entendeu que o Hóquei em Patins não era olímpico porque a bola não se vê na televisão…

O espaço público é dado frequentemente a opiniões infundadas e pouco esclarecidas sobre a atividade desportiva, no entanto é incompreensível que desacredite assim não só o Hóquei em Patins, como todos aqueles que amam em Portugal este nosso desporto.

O seu negacionismo não chega para ocultar uma realidade empiricamente verificável, com a conquista do ouro em:

– 16 Campeonatos do Mundo em Seniores Masculinos
– 21 Campeonatos da Europa em Seniores Masculinos
– 4 Jogos Mundiais em Seniores Masculinos
– 21 Taças das Nações em Seniores Masculinos
– 3 Campeonatos da Europa em Seniores Femininos
– 13 Taças Latinas em Sub 23
– 4 Campeonatos do Mundo de Sub 20
– 20 Campeonatos da Europa de Sub 20
– 14 Campeonatos da Europa de Sub 17

– Desde 1936, as seleções de Hóquei em Patins conquistaram ainda 113 medalhas de prata e 43 medalhas de bronze, nos diferentes escalões e competições internacionais.

No último Campeonato do Mundo de Seniores Masculinos, os jogos da seleção nacional foram transmitidos em horário nobre pela RTP 1, tendo atingido a marca de 2 milhões de espetadores na final.

A seleção nacional de Seniores Masculinos foi recebida e condecorada por Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, em 2016 e 2019, após a conquista do Campeonato da Europa e Campeonato do Mundo, respetivamente.

Somos, atualmente, Campeões do Mundo. E sim, temos o melhor campeonato do mundo de Hóquei em Patins. E sim, somos das principais modalidades em Portugal, com orgulho.

Luís Sénica

Presidente da Federação de Patinagem de Portugal”

Fonte- FPP * Foto- Jornal "Record"

1 formandum

106988831 2719477521598138 5898283721064599445 n

Jorge Nunes é o terceiro reforço da equipa de Valado dos Frades para a temporada que se aproxima.

Natural de Alcobaça foi ali que se iniciou na modalidade mas cedo se mudaria para o HC Turquel onde fez a maior parte da sua formação hoquista.
Regressou ao Alcobacense onde jogou algumas épocas tendo participado na equipa que se sagrou campeã nacional da 3.ªdivisão, saindo no final da temporada 2017/2018, aquando da desistência da equipa sénior do Alcobacense.
Jogou as duas ultimas temporadas na Juventude Ouriense mas este convite do BIR acabou por ser decisivo para se mudar para Valado dos Frades.

6 pluriform